Júri do Nobel da Literatura não se entende (e deixa o prémio pendurado)

Kay Nietfeld / EPA

A jornalista bielorrusa Svetlana Alexievich, Nobel da Literatura 2015

A jornalista bielorrusa Svetlana Alexievich, Nobel da Literatura 2015

Estava previsto para esta quinta-feira o anúncio do Prémio Nobel da Literatura, na mesma semana que os restantes galardões deste ano. Contudo, a entrega foi adiada devido ao que muitos acreditam ser uma falta de consenso do júri.

Após serem conhecidos os Prémios Nobel da Medicina, Física e Química, esta quinta-feira teria sido altura de se conhecer o Prémio Nobel da Literatura deste ano – mas o anúncio foi adiado, possivelmente para a próxima quinta-feira, 13 de outubro.

Os rumores que circulam, aliados ao facto de que já há muitos anos não havia um adiamento como este, levam a comunidade literária a acreditar que há mais por detrás deste acontecimento do que uma mera questão de agenda.

Duas possibilidades avançadas à TSF apontam para uma falta de consenso do júri, seja devido ao autor a premiar este ano ser “especialmente controverso”, ou para um consenso quanto à origem ou sexo do vencedor – um cuidado necessário tendo em conta a preferência histórica por autores do sexo masculino provenientes de países ocidentais.

Citada pelo Diário de Notícias, a secretária-permanente Sara Danius garante que o atraso não tem que ver com um impasse do júri, mas apenas com o facto de as reuniões da Academia para a decisão do vencedor terem começado “excecionalmente tarde” este ano.

“O atraso não tem que ver com uma divergência interna. (…) O comité apresentou as decisões, os membros tomaram posição e segue-se a votação na quarta reunião, onde a decisão é tomada. Esta é a regra, que não deverá ser alterada. A decisão final surge às 10h de segunda-feira da semana em que se realiza o anúncio”, afirmou.

Contudo, a última reunião não se chegou a realizar e não há garantias de que os membros do júri tenham disponibilidade de agenda para se reunirem na próxima segunda-feira, como seria de esperar.

Muitos apontam Danius como a origem do impasse, já que o júri pode não estar de acordo as suas orientações sobre o perfil do galardoado, como ocorreu o ano passado com a premiada Svetlana Alexievich, escritora de não-ficção, que muitos consideram como não sendo literatura.

Danius defendeu a escolha considerando a obra “um monumento ao valor e ao sofrimento do nosso tempo”, em comunicado oficial da Academia.

Espalha-Factos

PARTILHAR

RESPONDER

Julgamento de Rui Pinto arranca dia 4 de setembro

O pirata informático português Rui Pinto vai a julgamento no dia 4 de setembro, escreve a Sábado. O alegado autor do Football Leaks responde por 90 crimes de acesso indevido, violação de correspondência, acesso ilegítimo, …

PCP anuncia voto contra no Orçamento Suplementar

Apesar da abstenção na votação inicial, o PCP anunciou que vai votar contra o Orçamento Suplementar na votação final marcada para esta sexta-feira. "Concluída a votação na especialidade verifica-se que os aspetos negativos da proposta do …

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …