Juiz brasileiro ordena detenção de seis suspeitos da violação coletiva

Um juiz do Rio de Janeiro ordenou esta segunda-feira a detenção de seis dos cerca de 30 suspeitos de terem violado a adolescente de 16 anos, mas a polícia brasileira não conseguiu encontrar nenhum deles.

Os acusados foram declarados fugitivos pela justiça brasileira, depois de dezenas de agentes da polícia militarizada do Rio de Janeiro terem realizado uma intensa operação de busca em várias favelas da cidade, sem que tenham detetado nenhum dos suspeitos.

A operação decorreu cinco dias depois de várias pessoas terem denunciado a circulação de um vídeo nas redes sociais, no qual a jovem aparece nua e desmaiada, com os órgãos genitais a sangrar, enquanto o autor da gravação comenta que foi violada por, pelo menos, 30 pessoas.

A jovem denunciou, perante a polícia, que foi drogada e violada por 33 homens, alguns armados com pistolas e espingardas, numa casa usada por alegados traficantes de droga para encontros sexuais com menores no Morro do Barão, um bairro pobre na zona oeste do Rio de Janeiro.

Entre os acusados sob ordem de detenção encontra-se um homem conhecido como “Da Russa” e que é identificado como o chefe da organização que controla o tráfico de drogas no Morro do Barão.

Foi também ordenada a detenção do rapaz que a menor violada identificou como seu namorado e em cuja casa disse ter passado a noite de sábado, 21 de maio, antes de acordar, no dia seguinte, drogada e nua, numa outra habitação, onde foi atacada.

Outro dos visados na ordem de detenção é um homem de 22 anos que no sábado se apresentou numa esquadra da polícia, identificando-se como o autor do vídeo difundido na Internet.

Este suspeito disse ter tido relações sexuais “consentidas” com a vítima, mas negou ter participado na alegada violação coletiva.

Outro dos fugitivos é o homem que publicou, em primeiro lugar, o vídeo nas redes sociais. Foi ordenada a detenção de dois outros homens.

Os seis suspeitos foram procurados, sem sucesso, em diferentes casas nas favelas da Cidade de Deus e Rula, assim como nos bairros de Recreio dos Bandeirantes, Taquara e Praça Seca.

O caso chocou o Brasil e gerou uma cadeia de condenações nas redes sociais, incluindo de Dilma Rousseff, a Presidente temporariamente suspensa do cargo, e do Governo interino liderado por Michel Temer, além de organismos como as Nações Unidas, entre outros.

Temer anunciou a criação de um departamento, ao nível da polícia federal, para coordenar em todo o país o combater aos crimes contra a mulher e sublinhou que o Governo está mobilizado, juntamente com a justiça brasileira, para “castigar com rigor os autores da violação”.

Em várias cidades brasileiras decorreram manifestações de apoio à jovem e de condenação às violações e às tentativas de responsabilizar as vítimas.

Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, uma mulher é violada a cada 11 minutos no país e, em 2014, 47.636 pessoas foram vítimas de agressões sexuais.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Lágrimas de cristal. Jovem chora "diamantes" em vez de lágrimas

Em vez de lágrimas, Satenik Kazarián chora pequenos cristais. Os médicos ainda não conseguiram obter um diagnóstico preciso da doença, que tem tornado a vida desta jovem num autêntico "inferno". Satenik Kazarián, uma arménia de apenas …

UGT defende aumento do salário mínimo para 660 euros em 2020

A União Geral de Trabalhadores (UGT) reivindicou, esta segunda-feira, a subida do salário mínimo para 660 euros em 2020, para que se atinja um patamar de, pelo menos, 800 euros no final da próxima legislatura …

Troca de garrafas de gás de qualquer marca obrigatória a partir de terça-feira

Os pontos de venda de gás engarrafado vão ser obrigados, a partir desta terça-feira, a aceitar botijas vazias de qualquer marca, segundo um regulamento publicado esta segunda. A medida já tinha sido aprovada pelo Governo no …

Pais ameaçam fechar 11 escolas em Gaia. Diretor admite haver razões para isso

As associações de pais de Canelas, em Vila Nova de Gaia, ameaçam fechar os 11 estabelecimentos de ensino que compõem o agrupamento escolar. Os pais dizem que a falta de funcionários compromete a segurança de crianças …

Rutura de coletor na origem de dejetos junto ao Festival Iminente

Denúncias nas redes sociais mostravam esgotos a céu aberto junto ao panorâmico de Monsanto, com dejetos como restos de papel higiénico, luvas de plástico e bocados de comida.  Segundo o Expresso, as fotografias e os vídeos …

Marroquinas declaram-se "fora da lei" para defender a sua liberdade

Centenas de marroquinas declararam-se "fora-da-lei", proclamando terem já violado as "obsoletas" leis sobre os costumes e o aborto, num manifesto publicado, esta segunda-feira, por vários media marroquinos em nome das liberdades individuais. A tomada de …

Emmy. Atrizes usam palco para apelos pró-transexuais, igualdade salarial e imigração

As atrizes Patricia Arquette, Michelle Williams e Alex Borstein usaram o seu discurso de vitória nos prémios Emmy da Academia de Televisão, que decorreu esta madrugada em Los Angeles, nos Estados Unidos (EUA) para fazerem …

Assunção Cristas ataca falhanços do Governo na saúde

A presidente do CDS-PP atacou, esta segunda-feira, os falhanços do Governo e visitou uma Unidade de Saúde Familiar (USF) em Lisboa para pedir contas à promessa de acabar com os centros de saúde em prédios …

Companhia aérea fez mais de 80 voos sem nenhum passageiro a bordo (e não se sabe porquê)

Um relatório revelou que a companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA) fez mais de 80 voos sem ter nenhum passageiro a bordo. Estas operações aconteceram durante dois anos, desde 2016 até 2017, e as perda financeiras …

Rússia adere definitivamente ao acordo de Paris

A Rússia assinou, esta segunda-feira, uma resolução governamental que consagra a adesão definitiva ao Acordo de Paris sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, assinado por 195 países. "O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, …