Jornalista britânica detida no Irão há 683 dias está a ser torturada

Free Nazanin / Facebook

A jornalista Nazanin Zaghari-Ratcliffe está detida no Irão sob acusação de espionagem.

A jornalista Nazanin Zaghari-Ratcliffe, que tem dupla nacionalidade britânica e iraniana, está presa no Irão há 683 dias, acusada de espionagem. O marido diz que está a ser vítima de tortura e apela às Nações Unidas para intercederem pela sua libertação.

Nazanin Zaghari-Ratcliffe foi detida em Teerão quando se preparava para voltar para o Reino Unido com a filha bebé, após uns dias de férias com os pais que vivem no Irão.

A jornalista da Reuters foi acusada de espionagem e está detida há 683 dias em condições de tortura, acusa o seu marido, Richard Ratcliffe, numa carta enviada às Nações Unidas onde apela à organização para agir em prol da liberdade de Nazanin.

Richard Ratcliffe descreve o que define como um “catálogo de abusos”, notando que a mulher tem apresentado problemas que vão desde as dificuldades em andar, respirar e falar, até ataques de pânico e stress pós-traumático.

O britânico refere que Nazanin foi mantida em isolamento na solitária durante mais de 8 meses, numa cela com um metro e meio de largura, “sem janela e sem luz natural ou ar”, cita o The Independent.

“A única altura em que lhe era permitido sair da cela era para os interrogatórios”, conta Richard.

O marido fala também da pressão psicológica de que Nazanin é alvo, frisando que não lhe deixaram ver a família durante 37 dias, nem sequer a filha de 21 meses, numa altura em que ainda estava a amamentá-la.

“Disseram-lhe repetidamente que o marido a tinha abandonado e que lhe era infiel”, acrescenta Richard.

Em virtude deste quadro, a sua “saúde física e psicológica deteriorou-se bruscamente”, apresentando “dificuldade em andar” e “o cabelo começou a cair”, como relata o marido.

Quando a família a pôde visitar, em Maio do ano passado, Nazanin estava tão fraca que “não conseguiu levantar-se da cadeira sem ajuda”, diz ainda Richard.

Richard conta também como a gafe do secretário dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Boris Johnson, que foi ao Irão para tentar negociar a libertação da jornalista, complicou a sua situação.

O governante disse que a repórter tinha ido ao Irão para treinar jornalistas, o que levou as autoridades iranianas a aproveitarem esse dado para reforçarem a tese de que era uma espia, com várias notícias divulgadas na televisão nacional que levaram Nazanin a sofrer ataques de pânico na prisão, diz Richard.

O marido da jornalista acusa as autoridades iranianas de estarem a usá-la como “moeda de troca” para recuperarem 506 mil euros de uma dívida que remonta à década de 1970, no âmbito de um contrato de armamento assinado pelo Reino Unido antes da revolução iraniana de 1979.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano tem insistido que a jornalista está a ser tratada de forma justa, “de acordo com o devido processo judicial”, cita o jornal britânico.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Suspeito de duplo tiroteio na Alemanha encontrado morto em casa

O presumível autor dos dois tiroteios de quarta-feira à noite, no centro da Alemanha, que fizeram nove vítimas mortais, foi encontrado morto em sua casa, anunciaram as autoridades esta quinta-feira. Dois tiroteios provocaram quarta-feira à noite …

Falar duas línguas pode atrasar uma série de sintomas de Alzheimer

Investigadores acreditam que falar duas línguas pode atrasar vários sintomas de demência e Alzheimer. Esta correlação está relacionada com uma maior reserva cognitiva. Uma equipa de investigadores sugere que ser bilingue pode atrasar uma série de …

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …