Sete jogadores do Valladolid terão sido comprados no jogo que garantiu a Champions ao Valência

O escândalo de corrupção de resultados combinados no futebol espanhol implica sete jogadores do Valladolid que terão sido comprados no jogo com o Valência, conforme adianta o jornal El Mundo, revelando que tem em seu poder escutas telefónicas que os implicam.

O diário espanhol adianta que, pelo menos, sete jogadores do Valladolid terão sido “comprados” no encontro frente ao Valência, da 38.ª e última jornada da Liga espanhola de futebol.

De acordo com o El Mundo, nas conversas gravadas pela polícia, o ex-futebolista Carlos Aranda, um dos implicados na Operação “Oikos” que investiga vários jogadores das primeira e segunda Ligas espanholas por suspeitas de manipulação de resultados de jogos para obter benefícios em apostas, deu alegadamente instruções para manipular o desafio.

“Vê, irmão, que o Valência vença a primeira e a segunda parte, certo? Há sete jogadores comprados”, terá dito Carlos Aranda. Esta frase e outras, juntamente com diversos indícios, nomeadamente contactos entre futebolistas, terão levado os investigadores à conclusão de que o resultado do jogo entre Valladolid e Valência (0-2) estava combinado.

“Aposta 10 mil euros e levarás 20 mil”, terá dito ainda Carlos Aranda a uma funcionária de uma casa de jogos que detém em Málaga, conforme outra conversa telefónica interceptada citada pelo El Mundo.

O triunfo permitiu aos valencianos, equipa onde joga o português Gonçalo Guedes, assegurar a quarta e última vaga para a próxima edição da Liga dos Campeões numa altura em que o Valladolid já tinha garantida a permanência na Liga.

O El Mundo revela que a investigação tem em seu poder seis meses de escutas telefónicas efectuadas aos principais implicados no caso.

Vários jogadores e ex-jogadores foram detidos a 28 de Maio último, entre os quais o ex-jogador do Real Madrid e ex-internacional espanhol Raúl Bravo, por suspeitas de terem criado uma organização para manipular os resultados de jogos e obter ganhos em apostas.

Os grandes mentores do esquema seriam Raúl Bravo e Carlos Aranda, especialmente no caso do Valladolid-Valência, jogo em que terá sido também essencial o papel de Borja Fernández, o ex-capitão do Valladolid que pendurou as chuteiras em Maio passado.

O juiz de instrução do caso destaca que Borja Fernández detinha uma “posição privilegiada para propor e influenciar todos os jogadores“. Ele terá mantido uma reunião decisiva com Raúl Bravo dois dias antes do encontro num bar de que é proprietário, segundo o El Mundo.

Outra reunião determinante para a combinação do jogo terá decorrido na casa de um dos atletas do Valladolid, Sergio Gotán Gallardo, também com a presença de Borja Fernández. Nesse encontro, os atletas alegadamente implicados terão acertado pedir uma gratificação de 50 mil euros pela combinação.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, no comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. A notícia …