Joe Biden chama “filho da p**** estúpido” a jornalista depois de pergunta sobre a inflação

Yuri Gripas / EPA

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Biden sussurrou um insulto a um jornalista que lhe perguntou se a inflação seria uma desvantagem para os Democratas nas intercalares, tendo este sido captado pelo microfone.

Numa conferência de imprensa na Casa Branca, o jornalista Peter Doocy, da Fox News, perguntou ao Presidente dos Estados Unidos sobre a inflação que o país vive de momento, questionando-o sobre se esta é uma desvantagem na prepração das eleições intercalares de Novembro, nota o The Guardian.

Biden respondeu de forma irónica, dizendo que é “um grande trunfo”. “Mais inflação. Que filho da p*** estúpido”, murmurou depois o chefe de Estado norte-americano, tendo ainda sido captado pelo microfone.

A interacção surgiu no fim de uma reunião do Conselho de Competição da Casa Branca em que os responsáveis revelaram as medidas para combater a inflação que está a varrer os Estados Unidos, tendo recentemente chegado aos 7%. O incidente foi captado pelas câmaras e rapidamente se espalhou nas redes sociais.

O jornalista em causa admitiu que não ouviu o insulto de Joe Biden devido ao barulho na sala e que foram outros colegas que lhe contaram o sucedido. Em directo na Fox News, o repórter brincou com a situação, dizendo que ainda ninguém verificou a veracidade dos comentários de Biden.

Doocy também adiantou que Biden lhe telefonou uma hora depois para dizer que o comentário “não era nada pessoal”. “Esclareceu as coisas, apreciei isso. Tivemos uma boa conversa”, revelou o jornalista.

Os utilizadores das redes sociais também notaram que Biden já tinha respondidohá alguns dias a uma questão de um repórter da Fox News sobre a tensão com a Rússia dizendo que era uma “pergunta estúpida“.

No ano passado, Biden já tinha pedido desculpa a uma jornalista da CNN depois de responder de forma agressiva a uma das suas perguntas. Quando era vice-presidente de Obama, Joe Biden também já era conhecido pelas gaffes, tendo dito que a nova reforma de saúde que tinha assinado era “do car****“.

  Adriana Peixoto, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE