“O treinador português com mais títulos” chegou ao Flamengo (e falou da mania da Europa)

Jorge Jesus apresentou-se este domingo no Flamengo com a ambição de conquistar também títulos no Brasil, dizendo estar muito identificado com a realidade do clube e do futebol ‘canarinho’.

“O Flamengo é um grande clube, uma grande marca desportiva, com uma estrutura com grande capacidade e profissionalismo. Sabe perfeitamente o que quer. (…) Sem organização e estrutura, não se consegue atingir os objetivos. Estou no caminho certo e tenho experiência e noção para fazer parte desta ideia”, resumiu o técnico.

Na apresentação como treinador de um dos maiores clubes do país, com cinco títulos nacionais, Jorge Jesus revelou que acompanha diariamente o campeonato e lembrou que “não existe um grande clube sem uma massa adepta como o Flamengo tem, das mais numerosas do mundo”. O treinador de 64 anos não pretende mudar muito da atual forma de jogar, contudo deseja que a sua equipa tenha “mais intensidade sem bola” e que tenha a capacidade de entender o seu conceito de futebol.

“Para apresentar uma ideia de jogo tenho que falar em vertentes técnicas, táticas, de sistema de jogo. Hoje, o futebol é modificar constantemente durante o jogo, alguns já o fazem e não é fácil. É o futuro. Não vou fugir do sistema atual do Flamengo, com algumas variantes. Gosto de primeiro e segundo avançados. Há cinco momentos de jogo e cada jogador tem de saber o que tem de fazer”, explicou.

O português assegura que “o campeonato brasileiro é muito competitivo, muito difícil” e desdenha de quem tem uma ideia contrária. “Eles lá (Europa) têm a mania que sabem tudo, mas não têm a noção do que é a intensidade e qualidade do jogador brasileiro, que executa muito rápido”, ironizou.

No Flamengo vai treinar Diego – “conheço-o bem, jogou no FC Porto e teve uma passagem muito boa pelo futebol português” – e Gabigol, atleta com quem falou para ir para o Sporting, “mas que acabou por ir jogar para o Benfica”.

Jorge Jesus apresentou-se como “o treinador português com mais títulos” e justificou a aposta num só ano de contrato com a sua filosofia fora de Portugal, já que teve a mesma opção na experiência que teve na Arábia Saudita.

“Se depois de me adaptar gostarem do meu trabalho, estiverem contentes comigo, renovamos o contrato. No Flamengo é exatamente a mesma coisa. Há uma adaptação, exigência de trabalho e resultados. Ninguém fica dependente de ninguém e foi por esse motivo”, esclareceu, revelando que mantém a equipa técnica com sete elementos.

Jesus sabe que tem crédito pelo seu currículo, contudo diz que quer rapidamente mostrar o seu trabalho como “testemunho” do que vale no futebol. “Vamos explicar aos jogadores as nossas ideias e metodologias. Já trabalhei com 156 brasileiros na minha carreira, estou habituado, são ótimos profissionais. Têm talento. Quero partilhar os meus conhecimentos com eles. Fui contratado para ter resultados e dar qualidade ao estilo de jogo do Flamengo”, sintetizou.

Jorge Jesus desvalorizou ainda a pressão de ir orientar futebolistas consagrados, recordando que duas mãos não chegam para contar os atletas que orientou e que agora jogam nos melhores clubes do mundo.

A apresentação de Jesus em seis frases:

  • “Lá (Europa) têm a mania que sabem tudo, mas não têm a noção do que é a intensidade e qualidade do jogador brasileiro, que executa muito rápido”.
  • “O meu passado como treinador está escrito, está feito. Sou o treinador em Portugal que mais títulos ganhou e quero mostrar no maior clube do Brasil o meu valor”.
  • “Quando cheguei ao Benfica, o clube não ganhava nada há algum tempo e agora tem a hegemonia no país”.
  • “Uma das minhas opções no Flamengo é a língua. Vocês dizem elenco, nós plantel, por isso há adjetivos com que tenho de me habituar”.
  • “Não existe um grande clube sem uma massa de torcedores como o Flamengo tem”.
  • “São estilos diferentes, Europa e Brasil.. na Europa a intensidade é maior, porque a temperatura também ajuda”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …

Roubar aos ricos para dar aos pobres. Misterioso grupo de hackers desviou dinheiro para doar à caridade

Um misterioso grupo de hackers, conhecidos como hackers Darkside, doou dinheiro a duas instituições de caridade - mas esse dinheiro foi roubado pelo mesmo grupo a grandes corporações através de um ataque de ransomware. Quase podia …