Já o homem das cavernas palitava os dentes

Bas Leenders / Flickr

-

O Homo Erectus usava palitos na sua higiene bucal, concluiu um estudo hoje publicado na revista Quaternary International, que apresenta as primeiras provas de marcas desses instrumentos encontradas em dentes de hominídeos do Pleistoceno Médio no leste da Ásia.

O Centro Nacional espanhol de Investigação sobre a Evolução Humana (CENIEH), que colaborou no estudo, indicou que os investigadores concluíram que as marcas corresponderiam à ação de remover restos de comida pelos hominídeos que viveram há entre um milhão e 120 mil anos.

Na investigação participou Laura Martín-Francés, do Grupo de Antropologia Dental do CENIEH, juntamente com uma equipa científica do Instituto de Paleontologia de Vertebrados e Paleoantropologia (IVVP) de Pequim.

cenieh.es

Laura Martín-Francés Martín de la Fuente, investigadora de Antropología Dental da Fundación Atapuerca

Laura Martín-Francés Martín de la Fuente, investigadora de Antropología Dental da Fundación Atapuerca

O estudo publicado hoje precisa que foram analisadas microscopicamente as superfícies laterais dos dentes fossilizados do Homo Erectus descobertos em 1981 e 1982 em Yiyuan, uma jazida de fósseis na província chinesa de Shandong.

As marcas de palitos foram encontradas em cinco dos sete dentes analisados, que pertencem a três pessoas, e a precisão da análise dos dentes permite ver o grau de desgaste das coroas e das raízes dos dentes, que vão desde múltiplas estrias finas até sulcos profundos.

A localização, a morfologia e a dimensão destes são similares ao desgaste artificial causado pelo uso habitual de palitos nos dentes.

As características morfológicas exibidas pelas marcas dos dentes de Yiyuan, as mais antigas da Ásia, coincidem com as marcas de palito já identificadas noutras espécies: Homo Habilis do Plio-Pleistoceno Africano e Homo Heidelbergensis do Pleistoceno Médio e Homo Neanderthalensis do Pleistoceno Superior Europeu.

Laura Martín-Francés já tinha publicado um trabalho com a equipa de Antropologia Dental do CENIEH sobre as marcas de palitos mais antigas da Europa, no qual se estudavam as patologias dentais de um hominídeo com 1,2 milhões de anos, encontrado na jazida da Cova do Elefante, em Atapuerca (Burgos).

Entre as hipóteses sugeridas como causas dessas marcas de palito, estão a higiene oral, a extração de comida entalada entre os dentes, o alívio de uma dor ou patologia ou um simples hábito.

O artigo conclui que as marcas se devem à ação de extrair ou eliminar restos de alimentos de entre os dentes, porque os dentes não apresentam patologias, “embora estas não se possam descartar totalmente, já que não se possuem os ossos mandibulares nem maxilares associados aos dentes destes indivíduos”, disse Martín-Francés.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …