Israel e Polónia em crise diplomática por causa do Holocausto

2

jechstra / Flickr

Entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz, na Polónia.

Israel e Polónia cestão em crise diplomática devido a um projeto de lei do Governo polaco que poderá impedir o pagamento de indemnizações a sobreviventes do Holocausto, perseguidos da era comunista e às suas famílias.

De acordo com o Público, em causa está uma lei de propriedade imobiliária que impediria, por exemplo, que os descendentes das vítimas reclamassem antigas moradias apreendidas pelos nazis. A Polónia frisou que a lei não se aplica somente aos judeus e que é necessária para harmonizar a legislação e iniciar o processo de restituição.

Na quinta-feira, os deputados polacos aprovaram as mudanças, que precisam ainda da aprovação do Senado e do Presidente, Andrzej Duda.

No Twitter, a embaixada israelita classificou a votação como “imoral”, o que levou o Ministério dos Negócios Estrangeiros polaco a convocar o encarregado de negócios israelita, enquanto Israel convocou o embaixador da Polónia.

O diretor do gabinete político do Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita, Yalon Bar, disse ao embaixador que “não é demasiado tarde para suspender o processo”. “Não é uma discussão história sobre responsabilidades. É uma obrigação moral da Polónia”, referiu, citado pelo Times of Israel.

Já o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros polaco, Pawel Jablonski, apontou para obscuras intenções de certos sectores da política israelita. “É uma situação que alguns políticos desse país estão a explorar por motivos de pura política interna”, referiu à televisão polaca TVP.

  ZAP //

2 Comments

  1. Pois é… Dois pesos duas medidas, quando são os israelitas a confiscar as casas e os terrenos dos palestinianos só porque podem já não é imoral.

    • Muito bem escrito!! Sabe-se lá poorquê, mas todos os países fecham os olhos às atrocidades permanentes desse grupo ocupante que se designa Israel e quer quer ser reconhecido como país às custas do sofrimento alheio… Haja coragem para os confrontar! Já é tempo disso!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.