Irão condenou à morte 17 alegados espiões da CIA

rouhani.ir

As autoridades iranianas garantiram esta segunda-feira que desmantelaram uma rede de espionagem norte-americana no país e que condenaram à morte 17 elementos dessa organização.

A notícia está a ser avançada pela agência Fars que cita fontes oficiais do Ministério da Segurança. O canal leu um comunicado do ministro da Informação iraniano, Mahmoud Alavi, que adianta que os alegados espiões estavam “empregados no setor privado em áreas sensíveis e vitais da economia, do desenvolvimento nuclear, infraestrutural, militar e da cibersegurança nas quais reuniram informação confidencial”.

Os suspeitos foram detidos ao longo dos últimos meses e um elemento do Ministério da Informação realçou numa conferência de imprensa que estes alegados espiões da CIA não foram bem sucedidos nas suas missões de sabotagem.

No mês passado, o Irão afirmou que expôs uma grande rede de ciberespionagem que alegadamente era dirigida pela CIA. Não se sabe, no entanto, se estas detenções estão relacionadas com essa rede exposta em junho.

Esta decisão é o mais recente desenvolvimento da tensão que existe entre o Irão e os EUA. No sábado, as autoridades iranianas divulgaram um vídeo em que negavam que os EUA tivessem destruído um drone iraniano em resposta à alegação do presidente Donald Trump que tinha anunciado a destruição desse equipamento.

Nas imagens divulgadas, e que terão sido obtidas na quinta-feira passada, pode ver-se o navio norte-americano USS Boxer e uma outra embarcação de guerra dos EUA no Estreito de Ormuz.

O Irão abateu recentemente um drone norte-americano que dizia estar a sobrevoar o país, com Donald Trump a afirmar que cancelou, no último momento, um ataque aéreo de retaliação que foi planeado na altura.

As tensões na região do Golfo intensificaram-se desde que os EUA se retiraram, em maio de 2018, do acordo nuclear assinado entre o Irão e as grandes potências em 2015 e repuseram também sanções sobre as exportações de petróleo de Teerão, exacerbando uma crise económica que fez afundar a moeda.

Recentemente, o presidente do Irão, Hassan Rouhani, disse que o país está pronto para negociar com os EUA se Washington levantar as sanções económicas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …