IPSS multada por dar comida a mais pobres do que devia

O Centro Paroquial de S. Martinho das Moitas, em S. Pedro do Sul, foi condenado a pagar uma multa de 2.500 euros por ter prestado apoio social a mais pessoas necessitadas do que estava previsto no acordo estabelecido com a Segurança Social.

Segundo apurou a rádio VFM, de Viseu, a contra-ordenação resultou de uma inspecção realizada à IPSS no início do mês de dezembro, após uma denúncia.

Na sequência da inspecção, foi aplicada pela Segurança Social uma multa de 6.300 euros por “apoio domiciliário a mais seis pessoas do que estava autorizado” e por “não constarem nos contratos com os utentes os seus direitos”.

O Centro Paroquial recorreu ao Tribunal de Trabalho de Viseu, que reduziu a coima para 2.500 euros.

Ouvido pela VFM, o padre Ricardo Correia, presidente da IPSS, diz que “não é contra as inspecções que são feitas”, mas considerou desproporcionado o valor da multa.

O sacerdote não sabia que a IPSS “não podia ajudar mais pessoas do que o que estava acordado com Estado”, e que “apenas se limitou a apoiar cidadãos pobres e que vivem isolados”.

“O acordo que tínhamos era para apoiar 30 utentes, e julgávamos nós que podíamos ajudar mais 6, porque a Segurança Social não nos paga mais por isso“, explica o sacerdote, “estes 6 utentes era a nossa instituição que suportava os gastos”.

“Estamos a falar de pessoas que não têm ninguém, que não sabem ler, não sabem escrever. Nós somos as únicas pessoas com que eles contactam diariamente”, diz.

O presidente refuta a acusação de que não constam dos seus contratos os direitos dos utentes.

“Quando a instituição celebra um acordo com os utentes entrega-lhes o seu regulamento, onde constam esses direitos”, garante o padre Ricardo Correia.

“Achei uma tremenda injustiça, mas a mim cabe-me estar consoante a lei portuguesa”, lamenta o sacerdote.

“Sentimo-nos mal por vermos que somos multados por alimentarmos os nossos pobres“, conclui.

ZAP

PARTILHAR

60 COMENTÁRIOS

  1. Que miséria aqui vai neste meu Portugal, é ridículo multar por dar de comer a mais pobres do que era previsto, acabem com isto, alguém faça alguma coisa nem que tenha de haver outro 25 de Abril mas agora sem cravos, situações destas assim como outras idênticas é que não podem continuar acontecer dia apos dia. Tenho vergonha em ser Português por causa destes malandros que só sabem apoiar quem desfalca o país ao olhos de todos e nada fazem, acabem com a (mama) a instituições como a, ASAE, DSP, etc etc que vivem de subornos. Limpem Portugal que já é hora.

  2. “EXCESSO DE ZELO” ou este inpector/auditor tem na calha um negócio a abrir, favorecimento de terceiros, ou então que explique o porquê da multa se a IPSS em causa disse que não recebia mais por dar de comer a mais gente do que das 30 contratualizadas.
    Ao autor da multa uma medalha de chapa cheia de Mer……

    • È fácil de explicar e perceber. Se a instituição estivesse a receber por baixo da porta era um bom negócio para ambos e poderia continuar a actual impunemente.

  3. Outra incongruência!! Agora paga se multa por ajudar quem precisa? Estamos mesmo a pedir uma guerra p/ mudar valores já que os que estão a praticar é uma ABERRAÇÃO.

  4. Ora aqui está a prova que ainda há muita mer** neste país e, infelizmente, sempre irá haver, enquanto houver tanta ignorância e estupidez!

  5. Se estivessem a apoiar os coitadinhos dos Salgados, dos Loureiros, dos Duarte Limas, dos Álvaro Sobrinho, e tantos outros contando com o ”desinteressado apoio do juiz Rui Rangel”, não teriam quaisquer problemas e a multa até teria prescrito. Infelizmente não foi o que aconteceu e … pumba. Multa p’ra cima. Abram os olhos mulas, que as carroças andam cegas.

  6. Eu tenho tanta vergonha deste meu país onde se multam os que ajudam os mais fracos e se premeiam os mais fortes que roubam o povo… VERGONHA mesmo.

  7. CAVALGADURAS !! E pouco eu diria , LADROES , CORRUPTOS , VIGARISTAS , OPORTUNISTAS , FASCISTAS ABUSADORES , PIRANHAS HUMANAS E SOBRETUDO ASSASSINOS DE UM POVO , que trabalha e sofre para lhes encher o cu e a panca do que Essa cambada rouba dos pobres , sem respeito pelas pessoas mais necessitadas .

  8. É simplesmente vergonhoso, é a confirmação de que algo tem de mudar para que fique tudo na mesma, e afinal é um governo de “esquerda”, qual é a desculpa agora?
    Esta noticia é tão miserável como a que diz que como o valor do petróleo desceu, o imposto sobre os produtos petrolíferos vai subir, os bolsos de alguém tem de se manter cheios, e afinal é um governo de “esquerda”, qual é a desculpa agora?
    Tenham vergonha no focinho e cumpram pelo menos com a Constituição, mas isso era uma chatice, pois a riqueza bem distribuída não dava para faqueiros de luxo para o governo ou para andar de carro de luxo.

  9. Pois, não se deve desperdiçar dinheiro a a ajudar os que mais precisam; deve-se isso sim gasta-lo a suportar os duzentos e tal parasitas que são responsáveis por estas leis.

  10. Esta na hora do povo se revoltar. Apedrejem a equipa de fiscalização. Queimem a sede da segurança social! Somente assim eles tomarão vergonha na cara!!

  11. No dia em que o denunciante e os inspetores passarem fome, pedirem ajuda
    e essa ajuda lhes ser concedida, esse será o dia mais justo de sempre. Só nesse dia conheceremos a igualdade…

  12. Esto so quem vê e que acredita assim, temos mesmo que denunciar estas e outras que ficam ,têm que multar todos nos que demos a saida dos supermercados para ajudar

  13. A minha indignação depois de ler este artigo é tão grande que nem tem limite. ISTO DEVE SER TORNADO PUBLICO EM TODOS OS CANAIS DE TV E ATÉ NO ESTRANGEIRO. NÃO HÁ LIMITES PARA TANTA CANALHALICE!!! É MELHOR DEITAR FORA O QUE SOBRA? MAS EM QUE PAÍS VIVEMOS? QUEM ESTÁ A DAR ESTAS ORDENS? FAZEM ACORDOS RUINOSOS E BENEFICIAM QUEM QUEREM E SE SOBRAM UNS PRATITOS DE SOPA NÃO PODEM OFERECER A QUEM TEM FOME? ROUBAM MILHÕES, TRAPACEIAM, SUBORNAM, FAZEM O QUE ENTENDEM, MAS O BEM DO PROXIMO É UMA INVEJA TÃO GRANDE QUE NEM É PERMITIDO MATAR A FOME A QUEM A TEM, IRRAAAA!!!! AO QUE CHEGÁMOS!!!

  14. a minha indignação depois de ler este artigo é tão grande que nem tem limite. isto deve ser tornado publico em todos os canais de tv e até no estrangeiro. não há limites para tanta canalhice!!! é melhor deitar fora o que sobra? mas em que país vivemos? quem está a dar estas ordens? fazem acordos ruinosos e beneficiam quem querem e se sobram uns pratitos de sopa não podem oferecer a quem tem fome? roubam milhões, trapaceiam, subornam, fazem o que entendem, mas o bem do proximo é uma inveja tão grande que nem é permitido matar a fome a quem a tem, irraaaa!!!! ao que chegámos!!!

  15. Deixe-me ver se entendi; multar simplesmente porque está se dando de comer a mais 6 pessoas, carece de melhores explicações para aplicar essa violência contra essa entidade que está numa causa humanitária, Se estivessem tirando o alimento das pessoas em contrato para repartir com os acolhidos, aí podemos até concordar, fora esse pensamento,é uma atitude violenta contra o bom senso. Como lemos em outro comentário,`Só tem olhos para as coisas insignificantes, Tem tanto que fiscalizar e autuar onde os ladrões e burocratas que estão mamando nas tetas do governo sem nada fazer para a sociedade portuguesa. Acorda Portugal!!!!!!!

  16. Tenho uma sugestão absolutamente espetacular: multemos os imbecis que criam e aplicam estes pedaços de bosta. Acho que íamos conseguir pagar as nossas dívidas em menos de nada. Neste caso acho que 20000 euros de multa para o imbecil do inspetor, 10000 para o camelo que denunciou a situação, 15000 para o juíz que, em vez de anular a multa se limitou a baixar o valor. E um pedido de desculpas públicas à instituição começam com “Nós, os imbecis abaixo assinados, vimos, por este meio, reconhecer que fomos uma cambada de mer…”.

  17. Malvados funcionários públicos, decrépitos e mentecaptos, que só sabem mamar!
    Esses pulhas que multaram, deviam era de um dia para o outro andar a pedir para comer! Desgraçados de m.e.r.d.a.

  18. Recordo-me no tempo de Salazar este ter arranjado albergues para o mendigos saírem da rua e terem um mínimo de conforto e alimentação possível, agora multa-se a quem queira dar de comer a quem precisa.

  19. Simplesmente ESCANDALOSO E REVOLTANTE!
    A seg. social devia era agradecer e pagar os gastos dos mais seis pobres ajudados por esta IPSS que, ao invés da multa devia era ter um louvor.

  20. Atenção, ter bem presente o autor deste ato absurdo, a SEGURANÇA SOCIAL: « (…) foi aplicada pela Segurança Social uma multa de 6.300 euros »

  21. Vergonhoso! Vamos lá sr ministro esclarecer o povo! Para onde vai o dinheiro cobrado e …. roubado pelos funcionários da Segurança Social? Onde andam os responsáveis pelos erros cometidos pelos funcionários da SS?
    Nunca são encontrados e é sempre o Zé o culpado. A SS deve estar nas mãos de gente sem escrúpulos e sem moral e ética
    O saco azul da SS ainda funciona para comprar casas e carros?

  22. O meu comentário é de indignação.Quando eu vejo pessoas na televisão a declararem: EU AMO O MEU PAIS.
    fico revoltado. que corja de malandros Meu Deus.

  23. É tempo de passar este drama pela TV para que o Mundo e os restantes cidadãos conheçam quem fazem as Leis…. deveriam ter vergonha, solicita-se divulgação na TV será digno de in teorização individual. entretanto os ricos ficam mais ricos e os pobres já não podem ser ajudados. e viva os homens (cérebro das Leis) são muito interessantes vivem há grande..

  24. Deixo aqui o meu comentário a esta noticia:
    1º Como é que é possível alguém estar tão atento ao funcionamento de uma instituição de solidariedade para arranjar argumentos para denuncia?
    Não consigo perceber, mas pelos vistos a gente assim….
    2º Como é que é possível inspectores , depois de verificarem a denuncia, com a justificação por parte de quem gere , que a ajuda a mais era suportada pela instituição, têm a coragem de avançar com o processo para a Segurança Social.
    Não consigo perceber, mas pelos vistos a gente assim….
    3º Como é que é possível a Segurança Social aplicar uma multa , seja la qual for, a uma instituição que preta auxilia a população mais carenciada. Quem deveria estar a fazer este trabalho seria a própria segurança Social, esta sim e que havia de ser multada por não estar a fazer o seu trabalho de auxilio a população, ainda tem coragem de aplicar uma multa?
    Não consigo perceber, mas pelos vistos a gente assim….
    4º Como é que é possível Haver um Juiz que não elimina este atentado a população, a única coisa que faz e reduzir a pena ?
    Não consigo perceber, mas pelos vistos a gente assim…
    Isto tudo para dizer e em conclusão.
    Que tipo se pessoas são estas? Não são Humanos ?
    Sem mais.

  25. É extraordinário. Multar uma Instituição pelo facto de tentar minimizar este grande flagelo que é o estado de degradação social de tanta gente, é revoltante. Talvez seja mais legal o Sr. Padre e seus colaboradores roubarem o dinheiro e, tal qual Robin dos Bosques, ajudar quem precisa porque neste País quem rouba está impune.

  26. boa tarde
    infelizmente este tipo de atitudes são maus de mais
    quando se da o que se deu à banca, subvenções vitalícias,etc
    tenho uma proposta a fazer. coloquem o vosso nib para que nós enquanto portugueses pobrezinhos possam contribuir para ajudar a pagar a vossa multa.
    pois esta situação é demasiado vergonhosa para nós.
    mudem as leis de maneira a que situações destas não voltem a ocorrer.
    dá-me nojo e vergonha .
    continuem a fazer bem a mais 6 pessoas mas não divulguem às IPSS

  27. Oh gente, não nos podemos queixar de nada, enquanto não corrermos de lá com a mesma cambada que á mais de quarenta anos nos diz que nos governa, quando na realidade eles andam lá só para se governarem a eles.
    Em quarenta anos ditos de democracia, será que não há outra gente para comandar esta nau á deriva.
    Acabe-se com as mordomias á classe politica, gestores públicos e banqueiros e pode ser que isto mude.
    Ponham ASAE a fiscalizar os ricos e não os pobres.

  28. VERGONHA deste Portugal feito de gente que ajuda e só complica. Agora vão ter de provar que ajudaram as pessoas mais necessitadas em Portugal, porque é um crime ajudar quem precisa com o dinheiro de quem ainda mais precisa. Quem é esta “gentinha” para acrescentar mais 6 ou 7 pessoas a sua lista de utentes, havendo centenas de pessoas a necessitar de apoio. Se querem ajudar ajudem com o seu voluntariado e do seu próprio bolso. Sejam humanos e abdiquem de apoios para apoiar! Tenham coragem de ser humanos. E terão o meu perdão, até lá paguem o que nos devem!

  29. Naturalmente que a noticia, se for exactamente como nos faz crer, é inadmissivél MAS, não sabemos se à custa da caridade que está a ser dada, ALGUNS se aproveitaram para extender aos amigalhaços o bonus das refeições, honorando assim as contribuições do Estado (dos nossos impostos). Não seria caso ÚNICO. Convém não embandeirar em arco sem saber bem do que se passa

  30. Existem procedimentos neste Portugal que contados em qualquer outro País, não acreditam.
    Quer se goste quer se não goste, de quem é a culpa, para mim é
    óbvio que dos responsáveis pelas Leis.
    E quem são os responsáveis, a classe politica.
    Sinto vergonha.

  31. Acho esta noticia estranha, faço parte da direcção de uma IPSS, e actualmente já não temos ninguém fora do acordo com a Seg. Social, sinais da crise, mas já tivemos. Conheço outras IPSS onde acontece o mesmo. Claro que os preços eram diferentes para os utentes dentro do acordo e para os utentes fora do acordo, agora proibir e multar??? muito estranho. Existe algo que a noticia não está a explicar

  32. A noticia veiculada é absolutamente é falsa, porque propositadamente distorcida. Uma IPSS que presta apoio soail em qualquer área, neste caso um lar, ou centro de Dia, o que seja, tem um “alvará/licença/acordo de cooperação”, atribuído pela Seg. Social para apoiar os idosos, nos termos legais definidos, em ordem à salvaguarda dos direitos dos utentes. Um desses termos, é não exceder a capacidade,ou seja, o número de utentes definido, pois que o quadro de pessoal também é dimensionado em função desse número de utentes, da mesma forma que numa creche há uma educadora e uma vigilante por sala e não é permitido ter mais do que um determinado número de crianças bebés/crianças. Ora, se a IPSS ultrapassa esse número, quer dizer que está a desviar recursos humanos comparticipados pela Segurança Social, ou seja, por todos nós, e com os nossos impostos, para outros utentes, que pagam e bem as suas mensalidades. Diga-se que as IPSS tem um espacial estatuto, são obrigadas a prosseguir o interesse público em nome e por conta do Estado que as apoia, ( gastamos mais de 2 mil milhões de euros , por ano com as IPSS), além de terem isenções ficais pelo seu estatuto de utilidade pública. O Sr. padre não pode ignorar que excedia a lotação, que é uma infração grave . Dizer que não sabia, quer dizer que não tem condições para estar à frente de uma instituição, pois se não conhece as regras que regem a sua atividade, que acolhe idosos, aos quais deve prestar determinados cuidados de higiene, conforto e para as quais a IPSS é subsidiada por todos nós. Se celebrou um acordo com a SS, deve cumprir os termos desse acordo, pois se algo acontecer o Estado também responde. O que é também lamentável é que os Srs jornalistas não saibam fazer o seu trabalho de investigação, para informarem corretamente os cidadãos.

  33. Pois, não percebe a Sra, que está por dentro, nem percebe ninguém de fora,. Mas as IPSS devem ser as primeiras a dar o exemplo, pois são entidades com um especial estatuto e especiais apoios do Estado, para exercerem esta sua atividade. Não o fazem por amor à camisola e desinterassadamente, não neste caso, nem na maioria dos casos. Ajudar “os pobres” é a forma de viver num país que procura viver de mão estendida, em vez de dar condições para que os cidadãos possam exercer direitos. Esta IPSS foi coimada, e lembrem-se qeu o tribunal concordou, reduzindo embora o valor da coima, é porque foi considerado que prevaricou. Quando a SS atribui uma licença com uma certa lotação é porque considera que essa é a capacidade máxima que a IPSS pode apoiar, por condições de espaço, recursos humanos, segurança, etc.Nada é feito ao acaso. Era bom saber quanto se gasta com as PSS. É um negócio de grande dimensão que a coberto da solidariedade passa completamente ao lado da maioria dos cidadãos. Há que ser sérios!

  34. Realmente não tenho palavras para responder a esta injustiça. È uma vergonha, eu simplesmente não pagava, coisa mais ridícula, que só num país como o nosso é que pode acontecer uma coisa assim. Esses senhores ponham a mão na consciência e deixem fazer bem ao pobres, já que os ricos podem continuar a roubar que não pagam multa nenhuma e podem fazer o que querem, que não são incomodados por nada nem por ninguém. Uma tristeza.

  35. Há pessoas que vivem como se não morressem e dizem que o que importa é… a torto e a direito, porque quando morremos tudo acaba como os coelhos. Esses que não entendem o valor da vida e defendem a morte, eutanásia, aborto, e tudo o que for usar de forma errada o mundo em que vivemos. E acham que têm razão e revoltam-se quando lhes mostram o que é certo. Chamam certo ao que é errado.

  36. Eu não acredito que se pague multas por dar de comer aos pobres é bom saber que as pessoas assim jà fazem mais cuidado e quer este Paìs receber migrantes deviam de ter vergonha estamos em crise coitados, quem faz estas leis estão ao abrigo não têem coração haviam de ter vergonha o Mundo inteiro devia de ser sabedor desta história para saberem que Portugal considerado um Paìs tão Católico e acolhedor deixa morrer os seus filhos de fome

  37. o sr. padre por acaso nao tem maneira de enviar esta noticia ao PAPA FRANCISCO? pois creio que iria ficar muito feliz por saber que os nossos pobres estavao a ser ajudados por pessoas com bom coração. Ao mesmo tempo ficaria de boca aberta pela resolução dos factos. este caso é de bradar aos céus. quem é esse imbecil desse fraco funcionario da ss autor de tremenda injustiça? que é que ele merece do povo principalmente dos atinjidos ? umas boas cassetadas no lombo, quando o encontrassem na cidade de Viseu ou de S.Pedro do SUL assentado á mesa num belo restaurante a encher a mula do bom e do melhor á custa do mesmo povo. as injustiças deste Pais, teem que combater á cassetada.

  38. nao há ninguem que seja capaz de apertar o rabo a esse cachorro. umas porradas nas costelas faziam-lhe muito bem para aprender a medir a fome dos pobres. Esse verme devia morrer á fome. canalha e todos os alcunhas do nosso vocabulario, não chegam para lhe aplicar.

  39. Acho muito bem. Porque é que não criam um imposto (ou mesmo uma pena de prisão) para quem der dinheiro a um pobre, ou água a uma pessoa sedenta, ou de qualquer modo mostrar um pouco de solidariedade em relação ao próximo. Para as galés com eles!

  40. Vergonha que país é o nosso multar quem faz o bem matar a fome a quem a têm essa gente trás mesmo as iniciais certas (SS) se pagassem no dinheiro dos faqueiros de prata e matasse a fome os pobres é que eles eram finos eu digo sempre que tenho orgulho ser português mas comesse com dúvidas vergonha vergonha

  41. Multa-se quem mata a fome a quem a tem e permite-se que os presidentes da república sejam parasitas do erário público depois de terminarem os seus mandatos.

    • Meu caro Raul,
      há que ajudar os “Soares” e “Cavacos” deste Mundo. É que depois da exposição publica enquanto presidentes, não haverá certamente quem lhes dê qualquer tipo de trabalho. Aquilo se não somos nós a sustentar, não tem qualquer rendimento…tadinhos !

  42. Para quem diz que não se faz cumprir a lei da concorrencia em Portugal » TOMA !

    Há que pensar nas outras instituições, que se lhes acabam os pobrezinhos para ajudar.

RESPONDER

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …

Arbitragem, relvado e azar. Sérgio Conceição explica deslize com o Belenenses

Desde a arbitragem ao relvado e de o azar à falta de discernimento, Sérgio Conceição explicou o empate contra o emblema de Belém. A equipa de arbitragem foi a principal visada. O FC Porto não foi …

A nova primeira-ministra da Finlândia é a pessoa mais nova de sempre a ocupar o cargo

A ministra dos Transportes da Finlândia, de 34 anos, foi escolhida para ser a próxima primeira-ministra do país, o que fará dela a pessoa mais nova de sempre — e terceira mulher — a ocupar …