Investigador do Porto vence bolsa com projeto sobre leucemia

O investigador Delfim Duarte, da Universidade do Porto, venceu a Bolsa D. Manuel de Mello, no valor de 50 mil euros, com um trabalho que visa analisar o papel de uma proteína no reaparecimento da leucemia mieloide aguda.

Em entrevista à Lusa, Delfim Duarte, investigador do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) e interno de dermatologia no IPO-Porto, explicou que o projeto distinguido pretende “explorar o papel da proteína CD18 na adesão celular”, ou seja, no processo de interação e ligação entre as células da leucemia e da medula óssea.

“A adesão celular é muito importante, porque é graças a ela que as células da leucemia recebem sinais que lhes permitem proliferar, expandir e, por outro lado, sobreviver à quimioterapia”, frisou Delfim Duarte, também docente da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

A leucemia mieloide aguda, doença “rara” e “bastante agressiva”, tem uma maior incidência em pessoas com mais de 65 anos e é provocada pela “proliferação descontrolada de glóbulos brancos”, tendo como consequência para o doente a perda de células normais do sangue, o aparecimento de cansaço, hemorragias e várias infeções.

Segundo Delfim Duarte, o facto de os vasos sanguíneos da medula óssea, quando expostos a estímulos inflamatórios, aumentarem a expressão desta proteína leva os investigadores a acreditar que a proteína CD18 poderá vir a “promover a ligação entre o micro-ambiente inflamado e as células da leucemia”.

“Esta ligação entre as células e o micro-ambiente vai favorecer o aparecimento de sinais que permitem a resistência à quimioterapia e o reaparecimento da leucemia”.

À Lusa, Delfim Duarte adiantou que caso se prove a “importância da proteína na adesão celular e na sobrevivência à quimioterapia”, será então possível usar fármacos e terapêuticas dirigidas com o objetivo “desprender as células da leucemia do microambiente”.

“Se ela for realmente importante para a leucemia, então o objetivo é derrotá-la, usando a estratégia de a retirar dessa adesão para depois a combater”, salientou o investigador.

Além de averiguar o papel da proteína CD18 no reaparecimento da leucemia mieloide aguda, a investigação, que vai decorrer nos próximos dois anos, pretende ainda perceber qual a “percentagem de doentes que a expressam”.

“Já temos alguns dados que sugerem que em alguns subtipos de leucemia mieloide aguda, a sua expressão está aumentada. Queremos ver se é só nesses subtipos ou se é em todos”, acrescentou Delfim Duarte.

A Bolsa D. Manuel de Mello é atribuída anualmente pela Fundação Amélia de Mello com o objetivo de contribuir para a investigação e progresso das Ciências da Saúde, e destina-se a premiar jovens médicos, até aos 40 anos, que desenvolvam projetos de investigação clínica, no âmbito das Unidades de Investigação e Desenvolvimento das faculdades de medicina portuguesas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Humanos podem ter evoluído com menos pêlos por causa do nojo feminino

Uma equipa de investigadores descobriu novas evidência que sugerem que a aversão feminina fez com que os humanos evoluíssem com menos pêlos. Os cientistas pediram a mulheres que avaliassem a atratividade de 30 rostos masculinos para …

Fuga em massa. 75 prisioneiros escapam de prisão no Paraguai

As autoridades do Paraguai anunciaram que pelo menos 75 detidos fugiram da prisão Pedro Juan Caballero, localizada perto da fronteira com o Brasil, sendo que muitos dos fugitivos pertencem a um conhecido grupo de crime …

Pneumonia viral já chegou à Coreia do Sul. China regista terceira morte

A Coreia do Sul confirmou esta segunda-feira o primeiro caso de um novo tipo de pneumonia viral, que apareceu na China em dezembro e já provocou a morte a três pessoas no país. De acordo com …

Há uma espécie de árvore praticamente imortal (e o seu segredo foi descoberto)

Uma equipa de investigadores descobriu o segredo da Ginkgo biloba, a espécie de árvore que é praticamente imortal. Esta espécie existe desde o tempo dos dinossauros. A Ginkgo biloba, também conhecida popularmente por nogueira-do-japão, é uma …

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …