/

Investigada manipulação de vídeo do Chega com imigrante do Bangladesh

13

Miguel A. Lopes / EPA

André Ventura (Chega).

André Ventura (Chega).

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) abriu um procedimento oficioso para investigar a utilização, nas redes sociais do Chega, de um vídeo com informação manipulada de um imigrante do Bangladesh.

O vídeo inclui imagens captadas pela SIC durante a campanha para as eleições europeias passadas e que foi divulgado pelo Chega nas suas redes sociais. Este conteúdo inclui apenas uma parte das imagens da interacção entre um imigrante do Bangladesh e o líder do partido, André Ventura.

As imagens divulgadas pelo Chega acabam por sugerir que o imigrante mentiu quanto à sua nacionalidade e profissão. Na legendagem que o Chega fez, o homem afirma ser indonésio e pescador, apesar de ter dito aos jornalistas que era nacional do Bangladesh.

O Chega deixa de fora a parte em que André Ventura o questionou directamente sobre se trabalha na pesca, com o homem a responder que trabalha nas estufas e que ajuda outros imigrantes indonésios que, esses sim, são pescadores.

Contactada pela Lusa sobre o tema, fonte oficial da ERC esclarece que o seu Conselho Regulador vai abrir “um procedimento oficioso para a averiguação” da divulgação nas redes sociais do Chega de “informação manipulada” com imagens da SIC.

A entidade nota ainda que “tornará oportunamente pública a decisão que venha a adoptar sobre este caso”.

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) também lamentou e denunciou “o ataque e calúnia” de que os jornalistas foram alvo nas declarações do presidente do Chega, considerando que foram “profundamente injustas” e reveladoras de “um retrocesso nos valores democráticos“.

André Ventura acusou os jornalistas de serem “inimigos do povo”, recorrendo a uma expressão reiteradamente utilizada pelo antigo Presidente dos EUA, Donald Trump.

Na origem da acusação estiveram perguntas de jornalistas sobre o vídeo manipulado com as imagens captadas numa acção de campanha na Póvoa de Varzim, no distrito do Porto.

Na altura, Ventura recusou que o vídeo tenha sido manipulado e insistiu que o homem lhe disse ser da Indonésia e “depois disse que era do Bangladesh”, preferindo virar-se contra a comunicação social, em especial a SIC, classificando como “miserável” o trabalho feito por esta estação televisiva.

ZAP // Lusa

 

13 Comments

  1. A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) podia investigar os meses em que a comunicação social andou a propagar mentiras de um grupo sem verificar a veracidade ou verificar do outro lado o que se passava. Nada? A 8 meses não havia luz, agua, comida, medicamentos, combustível e como continuam a carregar os telemóveis, carros a circular, roupa lavada, gordinhos….. E nenhum jornalista pensou ou questionou? Ou não lhes é permitido?

    17
    3
  2. Se a ERC vai por aí muito haverá a dizer sobre a SIC/Expresso e outros média que apenas mostram aquilo que dá sensacionalismo ou intriga, para cativar atenção e aumentar audiências, isso não é manipulação ???
    O facto da SIC/Expresso não se assumir como média com ideologia de esquerda mas pelo contrário induzir o povo a acreditar que são imparciais não será manipulação??
    Felizmente o povo português começa aos poucos a abrir os olhos e aperceber-se das ditas manipulações, por alguma razão a SIC tem perdido a liderança das audiências.

    9
    2
  3. Isto é o Chega, mentirosos. E esta é uma mentira pequena, a mais ridícula é dizerem que vão acabar com a corrupção (quem pode acreditar nesta promessa? Algum país já consegui “acabar com a corrupção”?).

    7
    2
  4. Manipulação é o que o André Ventura faz recorrentemente, desde este caso, a pousar para fotos numa igreja (vergonhoso), ele que de santo não tem nada, e envergonha os verdadeiros crentes, a armar-se em vitima, o caso do ataque com rateres foi anedótico.
    Como é possível no seculo 21 ainda darem valor a pessoas que só pretendem espalhar o ódio e a desinformação?

    9
    5
  5. Os imigrantes ainda não perceberam que o problema deles não é o Chega, mas o ps, que deixou que a imigração ilegal, o trâfico de pessoas, a exploração e a escravatura de trabalhadores estrangeiras, bem como a entrada de gangs criminosos estrangeiros crescesse descontroladamente em Portugal, lesando principalmente os que mais precisam de ser protegidos. É uma vergonhao o que o ps permitiu que acontecesse em Portugal nos últimos dois anos. Diria até que é criminoso.

    8
    3
  6. Um personalidade que perante as televisões se ajoelha dentro de uma igreja para os palerminhas pensarem que está com Deus, á pouca vergonha a que se chega, Deus não representa o ódio o racismo a xenofobia, vêm para aqui apoiar esta espécie que de Católico nada tem.

    4
    6
  7. ‘SARÁ’ assim ? tem assim tanta certeza ? a situação atual é mesmo merdosa. Concordo. Só que acho que um partido, que começou com um programa de ação tão limitado, com quadros rebuscados de partidos ditos ‘do sistema’ , cheio de lutas e ajustamentos internos, ‘o basta’, nada teria feito para melhorar a situação, penso eu, ‘de que !’.

  8. Pois … eu penso que o André Ventura tem a maioria dos portugueses com ele na questão dos emigrantes. A SIC e SIC Notícias nunca gostou do André Ventura e a prova é não o convidarem para entrevistas e este vídeo é outro exemplo do lixo da SIC. O Ricardo Araújo Pereira no seu programa ” isto é gozar com quem trabalha ” da SIC recusou-se a convidar o candidato às Eleições Europeias do Chega para participar do programa, quando assim foram todos os outros partidos com assento na Assembleia da República. Isto é Democracia ? Não !!! O partido Chega tem 50 deputados eleitos pelo povo na Assembleia da República ! Portanto, André Ventura tens voz fala, grita se fôr preciso mas, não te cales perante estes tipo de tabús que mais nenhum partido tem CORAGEM de falar e, quando falam, é a medo – para não ferirem suscetibilidades.

    5
    2
  9. Estranho, o CHEGA foi quem acusou, em primeiro lugar, a SIC detre filmado e nao ter mostrado todas as imagens que filmou, tendo o CHEGA acusado a SIC de ter manipulado a entrevista, e agora…, a SIC nao e investigada e o CHEGA vai ser investigado!!!!!, assim vai a Imprensa em Portugal, e quem a “fiscaliza” e financia…

    2
    1
  10. Se vão atrás do Ventura por causa disto, têm de ir atrás de todos os órgãos de comunicação social, todos os políticos, por aí fora. Eu sou a favor dessa medida, mas é caricato isto só se ter tornado um problema por ser o Chega. O Costa, o Sócrates, fartaram-se de mentir, omitir, e nunca houve indignação da ERC. Esquerda caviar a funcionar.

  11. AJOC, vai “rezar” para outro lado, onde estavas tu quando o BE fez uma exposicao LGBT dentro de uma Igreja???!!!!, parece que o unico que veio a Publico condenar essa VERGONHA foi o Ventura, aquele que parece ter estudado num Seminario, aquele que tem um Padre como mentor Espiritual,

  12. Mas, porquê que o André Ventura não pode rezar numa Igreja ? Ele ASSUME que reza, que é católico praticante ! Qual é problema ??? Também filmam o Presidente da República a rezar numa Igreja, ele também é católico praticante e ninguém faz disso uma barulheira ! Não, até acham bonito, comovente … porquê que não filmam o António Costa numa mesquita ? O André Ventura não esconde as suas opiniões e nem se esconde por trás do politicamente correcto.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.