Invenção financiada por Bill Gates pode invisivelmente resolver a malnutrição

oninnovation / Flickr

O fundador da Microsoft, Bill Gates

Uma invenção financiada por Bill e Melinda Gates pode ser a solução para resolver o problema da malnutrição a nível mundial. O próximo passo é conseguir o apoio dos Governos locais.

A malnutrição é um problema que continua a assolar várias comunidades, principalmente em alguns países subdesenvolvidos. No entanto, há quem esteja a levar a cabo esforços para resolver esta situação. Bill Gates e a sua esposa, Melinda, são duas das pessoas em muito responsáveis por isso.

O casal multimilionário financiou uma invenção que pode revolucionar a forma como se combate a malnutrição. Basicamente são minúsculas cápsulas com micronutrientes que podem ser incluídas em qualquer tipo de alimento. O próprio Bill Gates, segundo a Inverse, experimentou comer uma fatia de pão com a cápsula e nem notou diferença.

Os programas de malnutrição são muitas vezes subfinanciados, apesar de nos seus casos mais graves, poder levar a distúrbios cognitivos e à cegueira. Com o apoio do casal Gates, a luta contra a malnutrição ganha uma nova força, principalmente depois das enormes perspetivas que esta invenção nos dá.

O estudo que explica a inovação foi publicado esta semana na revista Science Translational Medicine. Ana Jaklenec, autora principal do estudo, explica que a deficiência de nutrientes não pode ser resolvida com uma simples solução técnica, o que dificulta a abordagem ao problema.

A cápsula inventada por Jaklenec e pela sua equipa mantém os micronutrientes intactos até chegarem ao estômago das pessoas. Esta era uma grave condicionante, já que estes pequenos nutrientes tendiam a desaparecer devido a armazenamento impróprio ou pelo facto de, nestes países, os alimentos serem cozinhados em lume brando durante muito tempo.

Jaklenec realça que o financiamento do casal Gates foi fundamental para chegarem a este estágio, já que o desenvolvimento desta invenção levou a uma frustrante tentativa-erro, que se revela muito dispendiosa. “Trabalhamos diretamente com o Bill Gates em muitas dessas questões. Ele foi tremendo: o apoio, a orientação e até a crítica de como podemos fazer as coisas melhor”, reconheceu a investigadora.

O derradeiro teste de sabor foi feito com o próprio Bill Gates, que provou uma fatia de pão com a cápsula dentro, sem sequer o perceber. “Foi ótimo vê-lo experimentar o pão. Destacou a sua dedicação e envolvimento no nosso projeto. Foi muito inspirador para mim e para a nossa equipa”, atirou Jaklenec.

Ainda assim, continua a ser um desafio fazer chegar estas cápsulas às pessoas mais necessitadas. Para tal, são necessário grandes redes logísticas, envolvendo a colaboração dos Governos locais.

“Fazer com que dois mil milhões de pessoas ou mesmo dez por cento daquelas pessoas deixem de ser deficientes em micronutrientes poderia ter outros impactos positivos, não apenas na saúde, mas na economia, na educação e noutros aspetos que também poderiam ajudar indiretamente as empresas”, explicou Jaklenec.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

    • Ó palhaço, mas vale estares calado. O Bill Gates podia ter ficado quieto a gozar o dinheirão que tem, mas em vez disso, mexeu-se, arranjou dores de cabeça, e doou milhares de milhões para tentar erradicar a poliomielite em África e na Índia, e é por causa de palhaços como tu que o programa não funcionou. Não há aqui nenhuma conspiração, o Bill Gates não está injectar químicos nocivos nas criancinhas em África, como palhaços como tu apregoam. Tu, e outros iguais a ti, são parcialmente culpados por ainda existir poliomielite em África. Criam estes boatos sem fundamento, e como resultado espalha-se o medo irracional e de repente ninguém quer as vacinas. Enfim.

      Se o gajo é rico e fica com o dinheiro todo para ele, é um parasita que vive à custa do povo, se tenta doar dinheiro e ajudar alguém, é um imperialista que tem como objectivo controlar a população do terceiro mundo. É preso por ter cão e por não ter.

Morreu Catarina Sena, subdiretora-geral da Saúde, aos 47 anos

Catarina Sena, subdiretora-geral da Saúde, morreu esta segunda-feira, aos 47 anos, vítima de doença prolongada. Administradora hospitalar e especialista em planeamento em gestão, era subdiretora-geral da Saúde desde 2008, tendo trabalhado com Francisco George e …

Quarentena deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus estão a deixar a Terra mais silenciosa - pelo menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. A atividade humana, como a circulação de pessoas e …

Descobertas duas anãs brancas que orbitam entre si a cada 20 minutos

Cientistas do Harvard & Smithsonian Center, nos Estados Unidos, descobriram uma anã branca binária composta por duas estrelas com um núcleo de hélio que orbitam entre si a cada 1.201 segundos, isto é, pouco mais …

Dispositivo de grafeno pode transformar sinais de Wi-Fi em energia

A tecnologia do carregamento sem fio não é muito mais útil do que conectar o telemóvel a um cabo, já que, de qualquer das maneiras, precisamos de estar em contacto com o carregador. No entanto, …

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …