Invasões e treinador agride adepto: o “louco” Everton-Crystal Palace

(dr) Crystal Palace F.C.

Patrick Vieira, treinador do Crystal Palace

Everton estava a perder ao intervalo por 0-2, venceu por 3-2 e assegurou a permanência. Patrick Vieira deu um pontapé a um adepto.

O Everton-Crystal Palace não só assegurou à equipa da casa a permanência na Premier League, mas também protagonizou provavelmente as imagens mais incríveis desta temporada no Reino Unido.

Primeiro, os golos. O Crystal Palace marcou dois na primeira parte: Mateta apontou o primeiro aos 20 minutos, após um pontapé de canto, e Ayew beneficiou de uma falha do guarda-redes do Everton para marcar o segundo golo aos 35 minutos.

A perder por 0-2 ao intervalo, o Everton foi para o balneário com 36 pontos e, nesse cenário, iria ficar com apenas mais um ponto do que a primeira equipa na zona de descida (Leeds United, 35 pontos).

Mas ainda faltavam 45 minutos. Aos 53’ Keane reduziu; aos 74 minutos Richarlison empatou e, a apenas cinco minutos do final, Calvert-Lewin confirmou a reviravolta.

E aí o relvado foi invadido. Os adeptos do Everton sabiam que o 3-2 já assegurava a manutenção deste clube histórico (mais quatro pontos do que o Leeds, a uma jornada do final) e invadiram o campo.

O jogo foi retomado pouco depois mas, até ao final, não houve mais golos e os adeptos da cidade de Liverpool voltaram a invadir o relvado, depois do último apito.

No meio da festa, Patrick Vieira protagonizou um momento que lhe deverá causar problemas.

O treinador do Crystal Palace foi provocado por um adepto do Everton e reagiu com um pontapé (entre as reacções de outros adeptos da casa, houve um seguidor do Everton que apareceu com uma criança às cavalitas, a tentar acalmar o ambiente).

A Associação de Futebol inglesa já estará a investigar o que aconteceu nesta quinta-feira: esta agressão e as invasões de campo.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.