A Internet faz 29 anos (mas só metade do mundo tem acesso)

Tim Berners-Lee, inventor da World Wide Web, alertou que metade da população deverá estar ligada à Internet ainda este ano, mas que o acesso global só estará completo em 2042.

No dia em que a World Wide Web completa 29 anos de existência, o seu criador lançou um alerta global para os principais desafios que a Internet ainda tem pela frente.

Numa carta a que o Correio da Manhã teve acesso, Tim Berners-Lee congratula o facto de metade da população ter acesso à Internet, mas avisa que esta divisão está a agravar as desigualdades sociais. “Se não investirmos seriamente para acabar com este fosso, só em 2042 todos estarão ligados e uma geração inteira terá ficado para trás”, avisa.

O cientista britânico considera que estas desigualdades representam uma séria ameaça global. A falta de acesso afeta sobretudo o género feminino, habitantes de zonas rurais e de países menos desenvolvidos.

“Estar offline hoje é estar excluído das oportunidades de aprender e ganhar, de ter acesso a serviços importantes e de participar no debate democrático”, afirma.

A Fundação Web, uma organização que promove o desenvolvimento e acesso da Internet no mundo, foi criada por Berners-Lee e trabalha com a ONU. No ano de 2016, a ONU declarou o acesso à internet um direito humano, ao nível da água potável, eletricidade, habitação e alimentação.

Está associada à Aliança para uma Internet Acessível – Alliance for Affordable Internet, que declarou que todas as pessoas deveriam ter pelo menos um gigabyte de dados móveis, cujo custo ainda é primitivo para muitas pessoas no mundo.

“O problema é que nem todos os atores nesta área estão a fazê-lo com a rapidez necessária e a tratar dos temas necessários para que o acesso não só aumente, mas seja também equitativo”, afirmou à Lusa a diretora executiva da Aliança, Sónia Jorge.

A diretora sublinhou que a igualdade digital está ligada à inclusão de diferentes estratos sociais e género para que beneficiem das oportunidades da sociedade digital. “Não é só dar acesso, mas dar um acesso que depois facilite oportunidades e benefícios de forma igual para todas as populações e regiões”, disse.

Em vez de completar o acesso universal à Internet em 2042, o objetivo é que este possa ser feito antes e sem grandes diferenças. “Os desafios que temos de abordar não só são desafios do nosso setor, mas são desafios a nível de desenvolvimento global“, argumentou.

Barners-Lee mantém debaixo de olho políticas e modelos de negócio que promovam o acesso da Internet aos mais pobres, nomeadamente soluções de acesso público, como redes comunitárias e iniciativas públicas de internet sem fios, de ações de formação dedicadas a mulheres, contrariando o domínio de certas plataformas.

Além do controlo que exercem sobre a circulação de informação e ideias, há plataformas que usam a sua posição para travar a concorrência. No entanto, o britânico reconhece que algumas empresas, nomeadamente o Twitter e o Facebook, estão a tentar reagir, embora em conflito com a própria política de produzir lucro.

“Um quadro legal ou regulamentar que responda por objetivos sociais poderia ajudar a aliviar essas tensões”, sugere. Por outro lado, questiona o modelo de negócio predominante da economia digital, que depende da publicidade para criar receitas, apelando à criatividade.

Quero que a Web espelhe as nossas esperanças e concretize os nossos sonhos, em vez de ampliar os nossos medos e de aprofundar as nossas divisões”, escreve Berners-Lee.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas que grande confusão que por aqui vai…

    ZAP, Tim Berners-Lee não inventou a internet. A internet é um sistema global de computadores interligados em rede, e foi inventada nos EUA, tendo nascido a partir de um projeto militar, o ARPANET.

    O que Tim Berners-Lee inventou foi a World Wide Web, ou seja, o conceito de sites web acessíveis através de URLs, com cross-linking entre sites.

    A World Wide Web é uma aplicação sobre a internet, tal como o é o Email.

RESPONDER

ADN revelou quem teve casos extraconjungais nos últimos 500 anos

Os cientistas revelaram que membros da sociedade tinham mais probabilidade de ter filhos fora do casamento ao estudar o ADN de pessoas da Europa ocidental nos últimos 500 anos. A densidade populacional do local onde uma …

O Ártico pode ficar sem gelo no verão de 2044

As mudanças climáticas provocadas pelo Homem estão muito perto de tornar o Ártico livre de gelo, já a partir do verão de 2044. Um artigo científico, publicado recentemente na Nature Climate Change por investigadores da Universidade …

Estamos sozinhos no Universo? Cientistas detalham que exoplanetas poderiam albergar vida

Através da modelagem climática, uma equipa de cientistas da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, apontou que tipo de planetas têm maior probabilidade de serem habitáveis. A descoberta pode ajudar os astrónomos a selecionar áreas …

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …