Inteligência Artificial aprende a distinguir o rugido dos leões

O rugido de um leão é um dos sons mais atrativos da natureza. Uma equipa de cientistas da Universidade de Oxford descobriu formas precisas de identificar o rugido de cada leão através da Inteligência Artificial (IA). 

Investigadores da Universidade de Oxford desenvolveram um dispositivo – biologger – que grava áudios e dados de movimento. Este aparelho permite que os cientistas associem com segurança cada rugido ao leão correto, fazendo referência cruzada de dados de áudio e movimento através de grandes conjuntos de dados de gravações de rugidos.

Depois de recolher vários dados, os cientistas treinaram um algoritmo de reconhecimento de padrões para “aprender” os rugidos de cada animal e, de seguida, testaram-no em sequências inéditas para determinar se a forma do contorno como um todo é uma característica distintiva, explica o Phys.

Os resultados mostraram que é possível classificar os rugidos de acordo com a identidade individual com 91,5% de precisão. Segundo o artigo científico, publicado recentemente na Bioacoustics, a forma geral da frequência fundamental (f0) do contorno do rugido pulmonar é consistente com os rugidos individuais e suficientemente diferente de outros indivíduos para permitir uma classificação precisa da identidade individual.

Esta descoberta revela um possível mecanismo de reconhecimento de voz individual entre os leões africanos. Os cientistas sublinham que os animais podem ser capazes de aprender variações subtis na frequência fundamental dos rugidos de outros leões e, assim, associar variações a identidades individuais.

“O número de leões africanos está a diminuir e o desenvolvimento de ferramentas económicas para monitorizar e proteger as populações é uma prioridade de conservação. A capacidade de avaliar remotamente o número de leões individuais numa população a partir dos rugidos pode revolucionar a maneira como as populações de leões são avaliadas”, disse o cientista Andrew Loveridge.

“Ser capaz de distinguir com precisão entre rugidos individuais usando algoritmos pode facilitar o desenvolvimento de técnicas alternativas para avaliar a densidade populacional e rastrear movimentos individuais na paisagem”, rematou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …

Marta Temido antevê dias complicados e alta pressão sobre o SNS (e admite novas medidas)

A ministra da Saúde disse que se vive "um momento muito difícil da evolução da pandemia em Portugal e na Europa" e que "os próximos dias se anteveem complicados e com elevada pressão sobre o …

O maior navio de guerra americano disparou o seu primeiro míssil

O maior navio de guerra norte-americano, o USS Zumwalt, disparou pela primeira vez um míssil. O projétil disparado intercetou com sucesso o alvo de teste. Em 2015, o maior e mais futurista contratorpedeiro da Marinha norte-americana …

Republicanos no Senado preparam-se para um possível "mundo pós-Trump"

Enquanto os republicanos enfrentam um eleição que pode trazer más notícias para o Presidente e o seu partido, alguns começam a se distanciar de Donald Trump, ao mesmo tempo que tentam não atrair a sua …

Dez curiosidades sobre o asteróide Bennu

A primeira missão da NASA a enviar uma amostra de um asteroide antigo chegou ao seu alvo, o asteroide Bennu, no dia 3 de dezembro de 2018. Esta missão, OSIRIS-REX (Origins, Spectral Interpretation, Resource Identification, Security-Regolith …

Eleições do Benfica antecipadas para 28 de outubro

As eleições para os órgãos sociais do Benfica foram antecipadas para 28 de outubro, uma quarta-feira, face à proibição de circulação de pessoas entre concelhos no dia inicialmente agendado para o ato eleitoral. "A Mesa da …