Jogos, festas e lutas. Inscrição revela como foram os últimos anos de Pompeia

Nas décadas anteriores à erupção do Vesúvio, que enterrou Pompeia em cinzas, o dia-a-dia da cidade estava cheio de festas e lutas, de acordo com uma inscrição na parede de um túmulo que foi decifrada recentemente.

A inscrição, que foi encontrada em 2017, descreve uma enorme festa para um jovem rico que tinha atingido a idade de maioridade. De acordo com a inscrição, o aniversariante fez uma grande festa que incluiu um banquete para 6.840 pessoas e um espetáculo no qual 416 gladiadores lutavam durante vários dias.

A inscrição também fala de tempos mais difíceis, incluindo um período de fome que durou quatro anos e outro espetáculo de gladiadores que terminou num tumulto público, de acordo com Massimo Osanna, diretor geral do Parque Arqueológico de Pompeia, num artigo publicado na edição de 2018 da Journal of Roman Archaeology, publicado uma vez por ano.

De acordo com o LiveScience, Osanna decifrou a inscrição e e discutiu algumas das descobertas que a inscrição revela, incluindo novas informações que podem permitir aos investigadores determinar quantas pessoas habitavam em Pompeia.

A inscrição diz que, quando o homem rico tinha idade suficiente para usar a “toga virilis” (uma toga usada por um cidadão adulto do sexo masculino), fez um enorme espetáculo de banquetes e gladiadores. O banquete foi servido “em 456 sofás de três lados, para que em cada sofá 15 pessoas se reclinassem”, segundo a inscrição, traduzida por Osanna.

Esta informação pode ajudar os cientistas a determinar quantas pessoas viveram em Pompeia nas décadas anteriores à sua destruição. A inscrição afirma que 6.840 pessoas participaram do banquete. Como um banquete como este provavelmente só seria servido a homens adultos com direitos políticos, e esses homens provavelmente constituíam cerca de 27% a 30% da população de Pompeia, Osanna estima que a população total tenha sido de cerca de 30 mil pessoas.

O espetáculo de gladiadores realizado pelo homem rico era “de tal grandiosidade e magnificência que poderia ser comparado com o de qualquer uma das colónias mais nobres fundadas por Roma, desde a participação de 416 gladiadores”, diz a inscrição. Um espetáculo deste tamanho demoraria vários dias, segundo Osanna, que acrescentou que se cada gladiador lutasse um contra o outro, haveria 213 lutas separadas.

A inscrição também menciona uma fome, durante a qual o homem rico ajudou os seus companheiros cidadãos de Pompeia a vender  trigo a preços com desconto e a organizar a distribuição de pães gratuitos. Um famoso mosaico de Pompeia mostra três pessoas, incluindo uma criança, numa barraca à espera de pão e é possível que o mosaico mostre o evento mencionado na inscrição.

Apenas 20 anos antes da erupção do Vesúvio, em 59 d.C., um tumulto eclodiu durante um espetáculo de gladiadores. O antigo historiador romano Tácito também mencionou esta revolta no seu livro “Anais”. A inscrição diz que, como uma penalidade pelo tumulto, o imperador Nero “ordenou que as autoridades romanas deportassem da cidade todas as famílias de gladiadores”. “Nero também ordenou que vários cidadãos de Pompeia envolvidos no tumulto deixassem a cidade.

A inscrição afirma que o homem rico conversou com Nero e convenceu o imperador a permitir que alguns dos cidadãos deportados voltassem a Pompeia.

Osanna acredita que o nome e a posição do homem rico foram gravados numa parte do túmulo, que agora está destruída, uma vez que o túmulo foi saqueado no século XIX.

A identidade do homem rico poderia ser Gnaeus Alleius Nigidius Maius, um homem mencionado noutras inscrições de Pompeia. Maius é descrito como um homem de grande riqueza e poder que viveu por volta de 59 d.C. Trabalhos arqueológicos anteriores mostram que um túmulo pertencente ao pai adotivo de Maius, Marcus Alleius Minius, está localizado próximo ao túmulo com a inscrição.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …