Indonésia planeia construir santuário de Fátima em Larantuca

jbeaulieu / Flickr

Larantuca, na ilha de Flores, na Indonésia

Larantuca, na ilha de Flores Oriental, na Indonésia

A diocese e a regência de Larantuca, na ilha indonésia das Flores, planeiam construir em 2014 um santuário que sirva de local de peregrinação e que faça de Larantuca uma “cidade de Maria”, tal como a localidade portuguesa de Fátima, afirmou à Lusa o bispo local.

Inspirado no acordo de geminação de cidades assinado em 2011 entre Larantuca e Ourém, D. Franciscus Kopong Kung espera que as duas localidades sejam conhecidas pelo elemento que as une, Maria.

O bispo da capital da regência de Flores Oriental quer que Larantuca se torne no centro da Igreja Católica “não apenas na Ásia, mas também à volta, porque”, frisa, “para além de Fátima, temos Larantuca como um dos locais de peregrinação do mundo “.

A “pequena capela”, que o responsável da diocese de Larantuca assegura ser possível concluir “em apenas um ano”, terá cerca de 100 lugares, mas, à semelhança da Capelinha das Aparições, no Santuário de Fátima, terá uma área aberta circundante capaz de acolher “mais de mil” pessoas.

Frisando que o foco não está somente no turismo, mas sobretudo na fé, D. Franciscus Kopong Kung deseja que a capela se torne num local de peregrinação durante todo o ano e “não apenas na Semana Santa”, altura em que a cidade atrai milhares de turistas.

O santuário ficará localizado na montanha, alcançável andando 15 minutos desde o centro da cidade, terá missas e confissões regulares e ao lado será construído um convento, segundo o sacerdote.

A capela não irá acolher a imagem de Maria oferecida em 2011 pelo bispo de Fátima e que se encontra na catedral de Larantuca devido ao tamanho, daí que o presbítero pretenda solicitar uma imagem maior a Portugal.

O regente das Flores Oriental, Joseph Lagadoni Herin, destaca que a construção da “capela de Fátima em Larantuca” insere-se no acordo com Ourém, por isso espera convidar o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, para o lançamento da primeira pedra.

No âmbito do acordo com Ourém, uma delegação de Flores Oriental deslocou-se a Portugal em 2012, altura em que dois investidores que acompanharam a comitiva mostraram interesse em aprender a “desenvolver ‘souvenirs’ feitos à mão relacionados com a religião” e ainda em aprender a fazer azeite, acrescenta.

“Nós temos uma relação emocional com Portugal. A herança aqui é de Portugal. Já fizemos uma cooperação para as cidades geminadas (…) Espero que possamos ajudar-nos mutuamente para desenvolver os nossos países, especialmente entre Ourém/Fátima e Larantuca”, realça Joseph Lagadoni Herin.

O acordo de geminação prevê, para além de cooperação no turismo religioso e na economia, a promoção de intercâmbios na área da educação, com oferta de bolsas de estudo, e de pesquisas conjuntas sobre a cultura e a história que une as duas regiões.

Na capital da regência de Flores Oriental existem 254.958 católicos, o que corresponde a cerca de 85% da população, segundo o bispo, que partilha o nome com o Papa e que gostaria de ver o responsável máximo da Igreja Católica na sua diocese.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …