Indonésia tenta parar violência na Papua com envio de tropas e corte da Internet

Ali Weda / EPA

O corte do acesso à Internet na Papua e territórios adjacentes e o envio de pouco mais de um milhar de efetivos do exército são a resposta do Governo indonésio à onda de distúrbios que vem a assolar as principais cidades da Papua Ocidental, aos quais se juntam alguns focos solidários recentes em Jacarta.

Segundo noticiou o Expresso na quinta-feira, é assim que a Indonésia pretende combater a segunda vaga de protestos violentos desta semana, que começaram na madrugada desta quinta-feira, considerados os piores de sempre nesta guerrilha que dura há anos.

Os manifestantes exibiam os pendões proibidos com a Estrela da Manhã estampada em frente ao palácio oficial da capital indonésia ao mesmo tempo que gritavam “Nós não somos vermelhos e brancos!”, numa alusão à cores da bandeira indonésia.

Dezenas de pessoas foram presas no passado por agitarem a bandeira proibida, incluindo um famoso prisioneiro, Filep Karma, que ficou no cativeiro mais de dez anos até ter sido libertado em 2015.

Na quarta-feira, a violência dos protestos aumentou quando os participantes incendiaram um mercado em Fakfak, no meio da batalha campal que a polícia e os manifestantes travavam nas ruas. Repetiram-se as cenas que agitam a província desde o passado: a polícia lançou gás lacrimogéneo depois de os manifestantes terem destruído ATM públicas.

Cerca de cinco mil pessoas participaram nos protestos no centro e arredores de Timika, onde um repórter da AFP testemunhou o arremesso de pedras ao edifício do Parlamento local e a tentativa de destruir os gradeamentos que o cercam. Depois de atingir casa e lojas pelo caminho, a multidão dispersou quando a polícia disparou tiros de aviso para o ar.

A Al Jazeera reportou que 45 cidadãos foram detidas pelas forças de segurança, “incluindo alguns que são acusados de planear os protestos e danificar edifícios”.

Sofwan Azhari / EPA

O corte da Internet nalgumas regiões pretende evitar que se espalhem notícias falsas que possam desencadear mais manifestações violentas.

“É triste que o Governo indonésio só oiça as décadas de frustração que acumulam quando estas pessoas retaliam”, disse ao Channel New Asia (CNA) o investigador da organização não governamental de defesa dos direitos humanos em Jacarta Human Rights Watch.

Na origem desta crise estão os relatos segundo os quais a polícia atirou gás lacrimogéneo e deteve por um curto período 43 estudantes universitários das escolas superiores da Papua na segunda maior cidade do país, Surabaya, no sábado passado, o dia em que se comemora a independência da Indonésia.

A polícia estava equipada com escudos e bastões de choque quando invadiu os dormitórios dos estudantes, que eram acusados de terem alegadamente destruído uma bandeira da Indonésia. Ao mesmo tempo, pessoas que assistiam aos acontecimentos gritavam frases ofensivas e racistas aos estudantes, como “macacos!”.

As questões entre o território da Papua Ocidental e a Indonésia arrastam-se desde os tempos da independência do ex-colonizador Holanda, em 1960. A Papua, a parte mais pobre da Indonésia, clama desde então a independência e é, por isso, cenário de uma insurgência de baixa intensidade, embora permanente.

A atiçar a revolta está a atitude das forças de segurança, que são acusadas de “cometer abusos dos direitos humanos conta a sua população de etnia melanésia”, a qual acusa Jacarta de não partilhar os vastos recursos minerais explorados na região, escreveu o CNA.

Dezenas de milhares de cidadãos da Papua foram deslocados internamente durante combates intensos entre as tropas e guerrilheiros após uma fação rebelde ter morto, no ano passado, 19 trabalhadores da construção num campo numa região remota na selva.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas encontram no Ébola um aliado inesperado contra os tumores cerebrais

Cientistas encontraram um gene do vírus do Ébola que mostrou ser útil no combate contra os glioblastomas, que são tumores cerebrais que reaparecem após serem eliminados. O gliobastoma é um tumor que cresce e espalha-se depressa …

Estivadores do Porto de Lisboa iniciam greve de três semanas

Os estivadores do Porto de Lisboa iniciam, esta quarta-feira, uma greve de três semanas em protesto contra os salários em atraso e incumprimento dos acordos celebrados por parte da Associação de Empresas de Trabalho Portuário …

Michael Vang. Passou despercebido por Portugal, mas carrega os sonhos de toda uma etnia

Michael Vang é dos pouquíssimos jogadores de origem Hmong a jogar futebol profissionalmente. Agora nos Estados Unidos, o jovem teve uma passagem apagada por Portugal. Os Hmong são um grupo étnico asiático originário das regiões montanhosas …

Há pessoas sem a parte olfativa do cérebro que conseguem cheirar (e cientistas não sabem porquê)

Cientistas encontraram casos em que as pessoas não tinham bulbo olfativo, a parte do cérebro responsável pelo olfato, mas mesmo assim conseguiam cheirar. Anosmia consiste na perda total ou parcial do olfato e esta é uma …

Cientistas detetam estranhos movimentos de gás na Via Láctea (em redor de algo "invisível")

Os astrónomos detetaram movimentos de nuvens de gás incomuns perto do centro da Via Láctea, que podem sugerir a presença de um desconhecido buraco negro de classe intermediária. Os investigadores que rastrearam os gases no centro …

Hackers podem facilmente piratear satélites (e transformá-los em armas)

Piratear satélites pode não ser assim tão complicado quanto pensamos. Os hackers podem simplesmente desligá-los ou até mesmo usá-los como armas. No mês passado, a SpaceX tornou-se a operadora da maior constelação de satélites ativos do …

Gelo a cair num buraco faz barulhos estranhos (e parece uma batalha de lasers)

Alguma vez pensou o que se ouve quando deixamos cair gelo num buraco gelado profundo? Já não precisamos de pensar mais - e já podemos ouvir. O vídeo do pedaço de gelo a cair num buraco …

Tribunal recusa exumar corpo. Rosa Grilo conhece sentença a 3 de março

A leitura do acórdão no processo do homicídio do triatleta ficou agendada, esta terça-feira, para o dia 3 de março. De acordo com o Diário de Notícias, a defesa de Rosa Grilo pediu a exumação do …

Revelados documentos que provam a investigação de OVNIs por parte do Pentágono

Documentos recentemente divulgados mostram que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos (EUA) financiou estudos sobre Objetos Voadores Não Identificados (OVNI's), contradizendo declarações recentes do Pentágono. Em 2017, o New York Times revelou a existência de …

"Nem sei onde é Alcochete". Pinto da Costa ouvido como testemunha de Bruno de Carvalho

O presidente do FC Porto foi ouvido, esta terça-feira, como uma das testemunhas do ex-dirigente leonino no julgamento da invasão à academia do Sporting, em Alcochete, que está a decorrer no tribunal de Monsanto, em …