Principais indicadores da crise climática estão a atingir “ponto de inflexão”, revela estudo

Um novo estudo sobre os sinais vitais do planeta revelou que muitos dos principais indicadores da crise climática estão a piorar e a aproximar-se ou ultrapassar os pontos de inflexão, à medida que as temperaturas aumentam.

No geral, o estudo descobriu que 16 dos 31 sinais vitais planetários estudados, incluindo concentrações de gases de efeito estufa, quantidade de calor do oceano e massa de gelo, atingiram novos recordes preocupantes, noticiou esta quarta-feira o Guardian.

“Há evidências crescentes de que nos estamos a aproximar ou já ultrapassamos os pontos de inflexão associados a partes importantes do sistema terrestre”, disse em comunicado William Ripple, ecologista da Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos (EUA), coautor da nova pesquisa.

De acordo com Ripple, “uma grande lição da covid-19 é que mesmo uma redução colossal nos transporte e no consumo não é suficiente e que, em vez disso, são necessárias mudanças no sistema”.

Embora a pandemia tenha paralisado as economias, o uso de combustível fóssil diminuiu apenas ligeiramente em 2020. Contudo, a emissão de dióxido de carbono, metano e óxido nitroso estabeleceu novos recordes, tanto nesse ano como em 2021, segundo um relatório publicado na BioScience.

Este novo estudo constatou que os animais ruminantes, uma fonte significativa de gases que aquecem o planeta, são agora mais de 4 mil milhões, sendo a sua massa total maior do que a de todos os humanos e animais selvagens juntos. A taxa de perda da Amazónia aumentou em 2019 e 2020, atingindo 1,11 milhões de hectares desmatados em 2020.

A acidificação dos oceanos, combinada com as temperaturas mais altas, ameaça os recifes de coral dos quais mais de milhões de pessoas dependem.

Para mudar o curso da emergência climática, os autores indicaram que são precisas mudanças profundas, sendo necessário estabelecer um preço global para o carbono, que esteja vinculado a um fundo que financie políticas de mitigação e de adaptação ao clima.

Os autores destacaram ainda necessidade de eliminar os combustíveis fósseis e desenvolver de reservas globais para proteger e restaurar sumidouros naturais de carbono e a biodiversidade. A educação climática também deve fazer parte dos currículos escolares em todo o mundo, frisaram.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …