“Imposto Mortágua” rendeu mais 12 milhões de euros ao Estado em 2019

O Adicional ao Imposto Municipal sobre Imóveis (AIMI), conhecido como ‘imposto Mortágua’, rendeu 151,56 milhões de euros em 2019, segundo as estatísticas publicadas no Portal das Finanças.

Segundo noticiou esta terça-feira o Expresso, o valor alcançado em 2019 é 8,5% maior do que o atingido em 2018 (acréscimo de quase 12 milhões de euros), visto que no primeiro ano que o imposto entrou em vigor, foram cobrados 131,37 milhões de euros. Os montantes arrecadados financiam o Orçamento do Estado (OE).

A subida da receita do AIMI reflete os novos escalões do imposto em vigor desde o ano passado, depois de os partidos da esquerda terem aprovado duas propostas do PCP e do Bloco de Esquerda, introduzindo um agravamento para os imóveis de valor mais elevado.

Existem agora duas taxas de 1% para os imóveis cujo valor patrimonial tributável é superior a um milhão e inferior a dois milhões e de 1,5% quando o valor exceder os dois milhões de euros. O AIMI é calculado pelo Fisco tendo em conta o valor patrimonial tributário dos prédios que constem das matrizes a 01 de janeiro do ano a que imposto diz respeito, aplicando-se aos prédios urbanos habitacionais e a terrenos para construção.

No total, foram tributados 517 543 imóveis, avaliados em mais de 32 mil milhões de euros, tendo sido o AIMI cobrado a 76 304 proprietários, dos quais 63 051 empresas e 13 253 particulares.

Já o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) permitiu um encaixe de quase 1 528 milhões de euros, em 2019, mais 0,97% face ao ano anterior. O valor patrimonial tributário de 446,2 mil milhões de euros (subiu 2%) correspondeu a mais de 15,7 milhões de prédios.

Quanto ao Imposto sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT), correspondeu a um encaixe de 1 109,6 milhões de euros, no ano passado, mais 7% face a 2018.

 

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. 151 milhões de euros roubados aos portugueses!
    151 milhões de euros que entraram na máquina do estado e que pouco contribuíram para melhorar as condições de vida dos portugueses!
    151 milhões de euros que os portugueses poderiam ter em poupanças, ter gasto em comida, em roupa, em educação, em saúde, em habitação, em lazer, mas que servirá em grande medida para distribuir pelo aparelho partidário que domina a função pública, para a administração fazer negócios ruinosos, para financiar a corrupção, para dar vida de luxo a alguns privilegiados.
    Enfim, a Mortágua é tipo um Robin dos Bosques ao contrário: rouba ao povo para dar aos déspotas!
    Sonho com o dia em que o povo consiga manter no bolso o que merece, pois é no bolso de cada um que o dinheiro é mais bem gerido!

RESPONDER

Bolsonaro diz estar de "consciência tranquila". Brasil com quase 100 mil mortos

O Presidente do Brasil afirmou, esta quinta-feira, que está de "consciência tranquila", num momento em que o país sul-americano está quase a chegar aos 100 mil mortos por causa da pandemia de covid-19. "Estamos de consciência …

PSP já apanhou mais de três mil pessoas a conduzir sem carta este ano

O número de pessoas detetadas a conduzir sem carta aumentou 22% nos sete primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. "De 1 de janeiro a 31 de julho de 2020, …

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …