Imagens mostram construção de instalação nuclear secreta em Israel

Israel está a construir instalações nucleares secretas em Israel, diz a Associated Press depois de analisar imagens de satélite. Os trabalhos estão a decorrer a poucos metros do antigo reator do Centro de Pesquisa Nuclear Shimon Peres, no deserto de Negev, perto da cidade de Dimona.

A escavação, que tem as dimensões de um campo de futebol e provavelmente vários pisos de profundidade, pode vir a abrigar vários laboratórios subterrâneos que reprocessam as hastes do reator para obter plutónio para o programa nuclear israelita.

Outras imagens do Planet Labs sugerem que a obra começou no início de 2019 e tem progredido lentamente desde então. Segundo a Associated Press, a finalidade da infraestrutura ainda não é percetível.

(dr) Planet Labs Inc

Imagens de satélite mostram a construção perto do Centro de Pesquisa Nuclear Shimon Peres, no deserto de Negev, perto da cidade de Dimona

Questionado pela agência de notícias sobre as obras que estão a decorrer, o Governo israelita não respondeu às perguntas.

Israel mantém a sua política de ambiguidade nuclear, nunca tendo até agora confirmado ou desmentido possuir armas atómicas. É um dos quatro países que não assinaram o Tratado de Não Proliferação Nuclear – um acordo internacional que tem como objetivo travar a posse de armas nucleares.

Segundo o The Times of Israel, ainda não é claro qual é o objetivo desta infraestrutura, mas alguns especialistas avançam as suas especulações. “Acredito que o governo israelita esteja preocupado em preservar e manter as atuais capacidades nucleares do país”, disse Avner Cohen, professor no Instituto Middlebury, à AP.

Sob a liderança do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Israel mantém as críticas ao programa nuclear iraniano, que, ao contrário do seu, é monitorizado por inspetores das Nações Unidas. Por esta razão, os especialistas voltaram a exigir que o país apresentasse publicamente os detalhes do seu programa.

“Cabe ao governo israelita falar sobre o que está a fazer nesta central secreta de armas nucleares”, disse Daryl G. Kimball, diretor executivo da Associação de Controlo de Armas com sede em Washington.

Com a ajuda de França, Israel iniciou a construção secreta da instalação nuclear no final da década de 1950 no deserto desabitado perto de Dimona, a 90 quilómetros de Jerusalém. Durante anos, o país ocultou dos Estados Unidos, agora seu principal aliado, o propósito militar do local, chegando a alegar que se tratava de uma fábrica de tecidos.

Acredita-se que Israel seja um dos nove países do mundo com armas nucleares, mas dado ao sigilo das operações, ainda não está claro quantas armas possui. Contudo, vários analistas estimam que tenha material suficiente para pelo menos 80 bombas nucleares.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Se tivessem ficado limitados a continuar espalhados pelo mundo, a humanidade não estaria confrontada com mais este problema. Mais proliferação de armas…

  2. Citando: “Sob a liderança do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Israel mantém as críticas ao programa nuclear iraniano, que, ao contrário do seu, é monitorizado por inspetores das Nações Unidas.”

    Nem vale a pena dizer mais nada. Acham que tem de haver regras especiais para eles. Querem regras diferentes para eles e para os Iranianos, só porque sim. Sempre tiveram a mania da superioridade étnica, os Judeus. O “povo escolhido por Deus” – veja-se bem o calibre da presunção.

RESPONDER

Farense 0-1 Sporting | Beto e Adán gigantes em noite de recorde leonino

O Sporting sofreu bastante para levar os três pontos na visita ao Farense. O líder do campeonato marcou um golo, por Pedro Gonçalves, dominou durante a primeira parte, mas na segunda deixou os algarvios criarem …

Uma simples mudança está a evitar a morte de um macaco em vias de extinção

Cientistas conseguiram dar uma tábua de salvação a uma espécie de macaco em risco de extinção, cujos espécimes são frequentemente atropelados por automóveis nas estradas de um parque nacional em Zanzibar. De acordo com a Lista …

Antigo rito sagrado "entre irmãos" pode ter sido, na verdade, o casamento homossexual

A adelfopoiese era uma cerimónia praticada historicamente na tradição cristã para unir duas pessoas do mesmo sexo - normalmente homens - num relacionamento reconhecido pela igreja, análogo ao irmão. Segundo documentos históricos, com 20 anos, Simeão …

Talin fechou uma estrada para que sapos e rãs possam atravessar em segurança

A capital da Estónia fechou uma estrada movimentada, durante as noites do mês de abril, para garantir que milhares de sapos e rãs conseguem atravessar em segurança para o local onde se vão reproduzir. Geralmente, são …

Organizador do White Lives Matter está a formar um novo grupo fascista (que quer uma guerra racial)

Organizador do White Lives Matter está a formar um novo grupo fascista, que procura agradar à opinião pública e quer ver uma guerra racial nos Estados Unidos. O organizador do abortado comício White Lives Matter, em …

Bezos nega que funcionários sejam vistos como "robôs". Mas Amazon deve tratá-los "melhor"

O ainda presidente executivo da Amazon, Jeff Bezos, enviou uma última carta aos acionistas da empresa, negando que os funcionários sejam "tratados como robôs", conforme alegaram alguns trabalhadores e críticos da empresa. Segundo Bezos - que …

A imponência do Titanic pode ter acelerado o fim da sua história

Com quase 269 metros de comprimento, o tamanho do Titanic - considerado o maior navio do mundo em 1912 - pode mesmo ter acelerado o fim da sua história. O Titanic media quase 269 metros de …

Pogba diz que a sua relação com Mourinho "mudou da noite para o dia"

O futebolista francês recordou a relação "muito boa" que tinha com o treinador português quando este era treinador do Manchester United, mas que acabou por mudar, segundo as suas palavras, "da noite para o dia". Numa …

Empreiteiros, cuidado. Vem aí o Baubot, um robô para a construção civil

A startup austríaca Printstones, que desenvolve robôs de impressão 3D desde 2017, revelou o seu mais recente protótipo: Baubot, um robô para a construção civil. A principal missão do Baubot é auxiliar e automatizar a indústria …

Oito meses depois da explosão em Beirute, o Líbano ainda é um pesadelo tóxico

A explosão em Beirute foi apenas mais uma página no longo e sombrio livro da má gestão de resíduos tóxicos no Líbano. Ainda há produtos químicos perigosos no porto de Beirute. Já lá vão oito meses …