Ilusionista britânico diz que vai travar o Brexit com o poder da mente

Uri Geller é um ilusionista israelista, com nacionalidade britânica, que se tornou famoso nos anos 1970 em programas de televisão em que realizava demonstrações dos seus alegados poderes paranormais.

Agora, Geller deixa um aviso a Theresa May: “Gosto muito de si, mas não vou permitir que conduza o Reino Unido ao Brexit”. Numa carta aberta, o ilusionista disse que sentia “fisicamente e muito intensamente” que a maior parte dos britânicos são anti-Brexit e prometeu parar o processo telepaticamente.

“Por mais que eu a admire, vou impedi-la telepaticamente de fazer isto – e acredite sou capaz de executá-lo. Antes de tomar este drástico curso de ação, apelo para que pare o processo imediatamente enquanto pode”, escreve o The Guardian.

Geller, que atualmente vive em Israel, morava em Sonning, que fica no distrito eleitoral de Maidenhead em maio. Na sua carta, disse que conheceu a primeira-ministra há 21 anos. “Três anos antes de se tornar primeira-ministra, previ a sua vitória quando lhe mostrei a colher de Winston Churchill no meu Cadillac”.

Ele também alegou que está a usar o poder da sua mente para garantir que “Jeremy Corbyn nunca recebe as chaves para o número 10 Downing Street” – a residência oficial do líder do executivo britânico.

Geller ganhou destaque nos anos 1970 com um ato baseado nos seus aparentes poderes psíquicos e habilidades de telepatia, que até foram testadas pela CIA.

A carta aberta é conhecida numa altura em que mais de 3,5 milhões de pessoas assinaram uma petição online, lançada a 21 de março, contra o Brexit.

Ativado pelo Governo britânico em 2017, o artigo 50.º do Tratado da União Europeia determina dois anos de negociação para a efetivação da saída, prazo que acaba a 29 de março deste ano e que está inscrito na legislação britânica.

No entanto, na sequência de um pedido de adiamento de Theresa May, os líderes europeus propuseram adiar o Brexit até 22 de maio — caso Londres aprove o Acordo de Saída – ou até 12 de abril, caso o texto seja novamente chumbado. A primeira ministra britânica aceitou, apesar do seu pedido inicial apontar para 30 de junho a data limite.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal deverá perder dois milhões de habitantes até 2080

A população residente em Portugal poderá baixar dos atuais 10,3 milhões de habitantes para 8,2 milhões em 2080, de acordo com projeções do Instituto Nacional de Estatística (INE) esta terça-feira divulgadas. Os mesmos dados indicam, porém, …

Ministro da Economia admite nacionalizar empresas em caso de necessidade para combater surto

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, admitiu esta terça-feira a possibilidade do Estado vir a nacionalizar empresas, caso seja necessário para combater as consequências económicas do surto de Covid-19. "O Estado tem ferramentas …

Coutinho quer voltar à Premier League (e já há cinco clubes na corrida)

Philippe Coutinho está interessado em regressar à Premier League, havendo já cinco clube ingleses na corrida pelo internacional brasileiro. Manchester United, Arsenal, Chelsea, Tottenham e Leicester são os clubes interessados em levar Coutinho de volta …

China criou um sistema para rastrear doenças infecciosas. Falhou (e já se sabe porquê)

Em 2002, o vírus SARS saiu da província chinesa de Cantão e propagou-se por 37 países, provocando 774 mortos e mais de oito mil infetados. Para que não voltasse a acontecer, o país criou um …

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …