Identificadas 44 variantes genéticas associadas à depressão

Uma equipa de cientistas identificou o maior número de variantes genéticas associadas à depressão, que abre as portas à identificação de novos alvos terapêuticos.

Foram identificadas 44 variantes genéticas associadas à depressão, 30 das quais desconhecidas até agora, naquela que é a maior investigação sobre o impacto do ADN neste transtorno mental.

Esta grande descoberta vai permitir delinear novos estudos terapêuticos, de forma a compreender melhor que tipo de interação entre os fatores genéticos e ambientais são responsáveis por desencadear esta doença no ser humano.

As conclusões deste megaestudo internacional foram apresentadas num artigo científico, publicado esta quinta-feira na Nature Genetics.

Segundo o Público, estudos anteriores tinham já descoberto 14 variantes genéticas associadas a esta condição e investigações em gémeos tinham também mostrado que 40% da variabilidade no risco de depressão pode mesmo resultar da genética.

Mas os cientistas quiseram ir mais longe. Assim, cerca de 200 investigadores de todo o mundo reuniram-se no Consórcio de Genómica Psiquiátrica para levar a cabo esta investigação, liderada pelo cientista Patrick Sullivan, do Instituto Karolinska, na Suécia, e por Naomi Wray, da Universidade de Queensland, na Austrália.

A equipa analisou cerca de 135 mil pessoas com depressão e mais de 344 mil pessoas sem a doença, utilizando sete bases de dados distintas. A análise mostrou que há no genoma humano 44 variantes genéticas associadas à depressão. Além disso, confirmou-se que o giro do cíngulo anterior e o córtex pré-frontal são as regiões cerebrais mais envolvidas no desenvolvimento desta doença.

As descobertas não ficaram por aqui e os cientistas chegaram à conclusão que a depressão partilha zonas do genoma humano que estão também associadas à esquizofrenia e à doença bipolar.

As conclusões mostraram que um índice de massa corporal elevado e um menor nível de educação podem estar associados ao desenvolvimento da depressão.

“Esta meta-análise da associação de todo o genoma está entre as maiores já conduzidas na genética psiquiátrica e fornece um conjunto de resultados que ajuda a redefinir a base fundamental da depressão”, consideram os autores no artigo científico, ressalvando que é apenas o primeiro passo no esclarecimento da base genética da depressão.

No entanto, Patrick Sullivan, num comunicado da Universidade de Carolina do Norte, admite que “este estudo é decisivo” na resolução deste problema que afeta cerca de 14% da população mundial em algum momento da sua vida. Isto porque “agora temos um olhar mais aprofundado do que tínhamos sobre a base desta doença humana terrível”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova ponte sobre o Douro não vai estar concluída em 2022

As câmaras do Porto e Gaia admitiram esta quinta-feira que a nova ponte sobre o rio Douro "dificilmente" vai estar pronta em 2022, como estava previsto, apontando para 2020 o lançamento do concurso público. O ponto …

Tribunais com luz verde para aceder a dados escolares de menores. Governo ignora alerta sobre Protecção de Dados

A Justiça vai ter acesso directo e automático às informações escolares de menores por via da "desmaterialização da informação" prevista no Simplex. A medida foi aprovada numa nova portaria conjunta dos ministérios da Justiça e …

"Ridícula". Donald Trump critica escolha de Greta Thunberg para Personalidade do Ano

O Presidente norte-americano, Donald Trump, comentou esta quinta-feira, a escolha da Greta Thunberg como “Personalidade do Ano” pela revista Time, aconselhando a jovem sueca a controlar a “raiva” e ir ao cinema. A ativista já …

Bruno de Carvalho sabia que o plantel "não estava com ele", diz Podence em tribunal

O futebolista Daniel Podence disse em tribunal, esta quinta-feira, que o antigo presidente do Sporting sabia "perfeitamente que o plantel não estava com ele", na altura da invasão à academia do clube, em Alcochete. Na 12.ª …

"É o que dá ser novata". Líder parlamentar do PAN engana-se no tema do debate

A líder parlamentar do PAN, Inês Sousa Real, protagonizou um momento caricato na Assembleia da República, esta quinta-feira, quando subiu à tribuna e começou a sua intervenção sobre pessoas sem-abrigo quando o debate era sobre …

Pelo menos um morto e 25 feridos na explosão em prédio na Alemanha

Pelo menos uma pessoa morreu e 25 ficaram feridas esta sexta-feira na sequência de uma explosão num edifício residencial em Blankenburg, na Alemanha. Uma explosão num prédio de habitação na cidade de Blankenburg, região da Sáxonia, …

Infarmed retira do mercado 7 cremes para crianças da Wells, Barral e Dermosense

O Infarmed detetou irregularidades em sete produtos cosméticos hidratantes para crianças, ordenando a retirada do mercado de dois cremes de rosto para bebé, da Barral e da Wells, e a retirada voluntária de dois outros …

Ninguém sabe o que fazer com duas estátuas de Salazar

Nem o Estado, nem a Câmara Municipal de Santa Comba Dão parecem saber o que fazer com duas estátuas de António de Oliveira Salazar. Haveria planos para as exibir no Museu Salazar, mas como o …

Tancos. Principal suspeito vai ser libertado em janeiro

João Paulino, o principal suspeito do roubo de material militar dois paióis de Tancos, e mais sete suspeitos vão ser libertados a 28 de janeiro. A informação é avançada esta sexta-feira pela revista Sábado, que dá …

Filhos de imigrantes nascidos em Portugal podem ser portugueses desde que um progenitor seja residente

A Assembleia da República aprovou, esta quinta-feira, na generalidade, as alterações à lei da nacionalidade do PAN e do PCP, e rejeitou, com os votos do PS, o projeto do Livre. Horas antes da votação em …