IA pode converter quase tudo numa famosa obra de arte

A inteligência artificial pode transferir estilos artísticos para uma cena 3D, incluindo transformar um trator ao estilo da “Noite Estrelada” de Van Gogh.

A transformação de uma versão 3D na sua pintura favorita pode ser possível graças à inteligência artificial (IA), que consegue transferir estilos artísticos para cenas em 3D.

A IA já foi utilizada para transferir um estilo artístico para imagens que podem ser vistas a 360 graus, mas o projeto mais recente conseguiu recriar os pequenos detalhes, ao pintar digitalmente cenas em diferentes estilos.

Kai Zhang na Universidade de Cornell e os seus colegas demonstraram o sistema de transferência de estilo em cenas 3D através de objetos como flores, tratores e esqueletos de dinossauros, recriados utilizando obras de arte como “A Noite Estrelada” de Van Gogh e “O Grito” de Edvard Munch.

A melhoria da qualidade veio do facto de a IA ter a capacidade de comparar diretamente os detalhes entre a imagem original e as cenas 3D.

Para comparação, uma técnica de IA mais antiga perde muitos desses detalhes originais ao converter as características da imagem num conjunto estatístico mais compacto para análise, segundo o estudo, publicado no arXiv em junho.

“Estamos a tentar capturar o estilo subtil e artístico, como os traços da pintura ‘A Noite Estrelada'”, realça Zhang. “Isto é realmente importante para a perceção humana, porque os nossos olhos são muito sensíveis aos detalhes locais”.

A equipa apresentou às pessoas vídeos de cinco estilos de arte diferentes para cinco cenas 3D diferentes, utilizando tanto as novas técnicas de IA como as mais antigas, através de um inquérito online, segundo noticia a New Scientist.

Cada uma das comparações de transferência de estilos recebeu 12 classificações em média, com as pessoas a favorecerem a nova técnica de IA mais de 86% das vezes, em comparação à técnica mais antiga.

Esta técnica de transferência de estilo pode encontrar utilizações na indústria de filmes de animação e jogos, onde os artistas de efeitos visuais poderão usar uma transferência de estilo como modelo inicial, antes das mudanças feitas à mão.

O método para a transferência de estilo pode também aplicar-se às transferências de estilo foto-realista. Por exemplo, Zhang prevê mudar uma vista 3D da Estátua da Liberdade ao meio-dia para uma vista 3D da Estátua da Liberdade ao pôr-do-sol.

Mas não é o processo mais fácil para criar estas cenas em 3D. A captura de uma cena visível a 360 graus requer ou múltiplas configurações de câmaras ou a ajuda de um instrumento que possa pairar e capturar vistas de múltiplos ângulos. A execução do algoritmo pode demorar até 20 minutos.

“Este é um processo muito demorado, porque os artistas podem querer ‘brincar’ com estilos diferentes durante o processo de tentativa erro”, diz Zhang.

A esperança é melhorar a eficiência desta criação de conteúdos 3D, para que as pessoas possam eventualmente utilizar a aplicação em tempo real nos seus telefones.

  Alice Carqueja, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.