“Loucura absoluta”. Nobel da Física diz que os humanos nunca poderão “migrar” para exoplanetas

David Fernandez / EPA

Michel Mayor, vencedor do Prémio Nobel de Física de 2019, considerou, em declarações à agência AFP, que os humanos nunca serão capazes de viajar para fora do Sistema Solar e colonizar exoplanetas.

“Se falamos de exoplanetas, tem que ficar muito claro: não vamos migrar para lá”, afirmou, numa conferência de imprensa que decorreu em Espanha, explicando que esta impossibilidade se prende com a distância que separa a Terra dos demais exoplanetas, mesmo dos mundos que nos são mais próximos.

Se um dia a vida na Terra se tornasse impossível, seria uma “loucura absoluta” pensar que o Homem será capaz de estabelecer colónias em exoplanetas, disse o físico, citado pela AFP.

“Mesmo que tivéssemos a sorte de encontrar um planeta habitável que não estivesse muito longe, iríamos levar várias dezenas de anos-luz para lá chegar. Usando os meios que temos disponíveis atualmente, estamos a falar de centenas de milhões de dias”.

Foi em outubro de 1995 que o primeiro exolplaneta, algo que na altura parecia apenas uma ideia saída do mundo da ficção científica, foi descoberto. A descoberta foi da responsabilidade do cientista suíço e do estudante de doutoramento Didier Queloz.

Um quarto de século depois, mais de 4.000 exoplanetas foram detetados na nossa galáxia. “Juntamente com o meu colega, começamos essa busca por planetas, mostramos que é possível estudá-los, disse Michel Mayor.

No entanto, frisou, cabe à “próxima geração” responder à questão sobre se há vida noutros mundos. “Não sabemos. A única forma de o fazer é desenvolver estratégias que nos permitam detetar vida à distância. Por este mesmo motivo, apontou, é necessário cuidar do nosso planeta, que é “muito bonito e ainda absolutamente habitável”.

Na passada terça-feira, os cientistas James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz foram galardoados com o Prémio Nobel de Física pela “contribuição para a nossa compreensão da evolução do Universo e do lugar da Terra no Cosmos”.

ZAP //

PARTILHAR

64 COMENTÁRIOS

  1. Ele pode ser Nobel mas só de olhar pra cara desse velho já dá pra ver que ele tá preso a ideias bem iguais a sua idade. Velhas. Ele não sabe e não tem ideia dos avanços tecnológicos que se seguirão no futuro e que ele nem de perto irá ver. Pobre coitado preso no próprio ego achando que tudo vai permanecer o mesmo eternamente após sua morte. Ignorante.

    • Se vc prestar atenção no texto vai ver que ele diz que é impossível ” utilizando os meios que temos disponíveis nos dias que correm”.
      Ele não disse que o homem nunca conseguirá descobrir novos meios de transporte. Antes de agredir a inteligência dos outros, principalmente usando um argumento tão idiota como o de ser velho, deveria usar a sua inteligência para interpretar um texto.

    • Como eu, como brasileira, sinto vergonha do seu comentário. Nunca li tanta ignorância , preconceito e desconhecimento na minha vida. Vergonha!

    • Mario, publique o seu nome todo para podermos avaliar o seu Curriculum Lattes. Com o meu eu não tenho coragem de falar nada contra desse “coitado” como fala. Velhos tem mais sabedoria que você, isso é fato…

    • Legal meu caro continua assim que você será o o único a mudar de galáxia talvez o mundo da narnea e quem sabe aluga um robô da lego e consiga fazer esse lindo passeio a tecnologia que tem mundo e apenas para destruir o próprio planeta nada mais que isso

    • Sr Mário, entenda isto:
      – Antigamente, a travessia nos oceanos levavam alguns meses. No caso de exoplanetas mais próximos levariam alguns milhares de milhões de anos. Não é a mesma coisa.
      – Em viagens interestrelares, o organismo do ser humano não sobrevive. Falta de gravidade provoca perda óssea e muscular, já para não falar de outras doenças prejudiciais causadas pela radiação e transformações dos órgãos causadas pela microgravidade.
      – Mesmo se tivéssemos tecnologia que nos permitisse viajar anos-luz em apenas alguns minutos para chegar a um exoplaneta, não sobreviveriamos devido a incompatibilidade microbiológica pois não poderemos colher batatas nem cenouras nem comer criaturas estranhas porque o nosso organismo molecular foi desenvolvido na Terra de acordo com os níveis de atomesfera, dióxido carbono, pressão, gravidade, luminosidade, metano, fitoplâncton, bla bla bla. Eu pagaria o bilhete de ida e volta só para sobrevoar um exoplaneta e admirar a paisagem mas nuuuunnca poria os pés descalços lá.
      – O velhote do Nobel de física disse bem, que é loucura absoluta migrar para outro planeta se bem que temos aqui um muito bonito, deveríamos cuidar dele. Mostre respeito aos mais velhos, principalmente um Nobel de física!
      O Nobel de estupidez fica para comentadores de sofá.

    • E você deve ser um sonhador que gosta de citar Cristóvão Colombo como exemplo, pois ele não imaginava que voaríamos um dia em aviões! É uma visão limitada porque Colombo não tinha um conhecimento à frente como temos hoje! Sabemos hoje alguma limites básicos da física! A menos que você acredite em dobras espaciais, e que possamos dominá-las artificialmente e viajar através delas, então esqueça! E se você respeitasse mais os que têm mais idade e terreno científico, não passaria vergonha na internet na sua linha de argumentação empírica!

    • Além do que eu já disse, acrescento que é muito burro (sim eu sei a diferença de burrice para ignorância), porque não tem a menor noção de física e das distâncias cósmicas!

    • Quando vejo tanta besteira escrita por alguém, sinto pena dessa pobre alma. O pior de tudo isso é que pessoas como ele exercem hoje cargos estratégicos em nosso país.

    • A palavra “ignorante“ aplica-se completamente a si Sr Mário. Por deficiência de interpretação do texto gratuito desta notícia, e pela forma de avaliação que fez de uma pessoa quase certamente é bem mais sábia que você.
      Mas percebe-se que a certeza que mostra no seu texto é típica de ignorantes que pouco ou nada estudaram na vida, ou que pelo menos estão a passar uma fase menos boa na vida. Espero que seja esta última, e que lhe passe rapidamente, para poder desfrutar das capacidades que certamente tem, que a natureza tão gentilmente lhe presenteou, tal como a biliões de outras pessoas, e que muitas insistem em não usar devidamente essas capacidades.

      O Sr. investigador deixou outra mensagem mais importante, e NAO FOI a de que nunca poderíamos almejar alcançar outros planetas para habitar e viver lá. FOI a de que, “é necessário cuidar do nosso planeta, que é muito bonito e ainda absolutamente habitável”.
      Nós seres humanos, armados em todo poderosos e donos do planeta, estamos a dar cabo das condições para viver nele. O problema é que não temos um Plano B nem um planeta B, logo, se continuarmos a lixar o meio ambiente, a natureza simplesmente adaptar-se-á às suas novas condições físicas e alterará para estados não nos serão favoráveis, e o resultado levará certamente a uma adaptação traumatizante e extremamente dura para a população humana (se for só isso é até bom, pois poderá ser pior, pois escasseando recursos, a fome grassará, as doenças, e o pior, as guerras para lutar pelos recursos).
      Só espero que colectivamente percebamos ainda a tempo, as asneiras que temos andado a fazer, seja derivado do sobrepovoamento do planeta, seja do uso desenfreado, pouco eficiente e muitas vezes sem critério, dos recursos disponíveis no mesmo.
      Os sinais estão aí, com alguns indicadores que nunca foram alcançados no passado na ultimas várias dezenas de milhões de anos.
      É preciso que comecem as paredes da casa a ruir para percebermos que a casa está desmoronar-se?????????

    • Mário, lamentável teu comentário e pior teu preconceito com relação aos idosos. Será q vc vai conseguir ser um idoso com tanta ignorância? Sei, não…

    • Velho??? Rindo litros. Esse “velho” pode ser na idade cronológica, mas na idade mental está dezenas de anos-luz à frente de muitos jovens medíocres, retrógrados e acéfalos que já nasceram velhos. É uma dádiva da natureza e razão de admiração vermos esse ícone da ciência ainda ativo e muito mais produtivo que muitos boboquentos jovens. Independente das declarações de Maior, ele é o cara….

    • No futuro só o futuro poderá dizer. Ele foi claro na entrevista. Agora vamos dizer do presente a propósito vc nesse exato momento é o resultado de uma filosofia retrógrada e sem sentido. Dizer que esse pioneiro da evolução planetária está errado? Procure se informar melhor para não passar por mero crítico desenformado.

    • Meu amigo velho de ideias e Você,além da distância a maior impossibilidade e a radiação solar e e de outras estrelas.
      E bem provável que uma viagem. Até Marte já seja suficiente para a radiação matar boa parte dos astronautas
      No futuro talvez a milhares de anos quem sabe

    • Na verdade a fala dele é mais um alerta para a preservação do nosso planeta. Nós precisamos da Terra, ela não precisa de nós. Após nossa extinção e em até 10 milhões de anos ( 1 segundo para o tempo do Universo ) um visitante que aqui chegar encontrará um planeta com águas claras e límpidas e um ar puro com uma natureza exuberante e nenhum vestígio da passagem do ser humano pelo planeta.

  2. Uma pessoa para ter os títulos que esse nível possui, tem que saber muuiiiitoooo! Parabéns Doutor, seus cabelos brancos ratificam sua dedicação e sabedoria! Que o mundo tenha mais seres humanos como o Senhor!

  3. Daqui a 50 anos estaremos colonizando Marte, em seguida algumas luas de Júpiter ou Saturno, mas sair do sistema solar é coisa realmente quase impossível.

  4. Talvez ele esteja certo quanto aos indivíduos mas quanto à raça humana, quem sabe? Em um futuro não tão próximo mas talvez não tão longe os humanos poderão se lançar ao espaço. Ainda que demore milhares de anos é provável que cheguemos a outros planetas. E isto considerando que não poderemos dobrar o espaço.

  5. Quem imaginaria a 100 anos atrás os avanços que conquistamos em tecnologia e ciência, é claro que esse cientista está se referindo a nossa atual capacidade de alcançarmos tamanho avanço, mas para um bom entendedor (interpretação de texto) a palavra de um “velho” é ensinamento…

  6. Acredito que vamos conseguir sim em uma era mais distante alcançar maiores avanços nesta área. Se unissemos mais esforços de todas mentes do planeta neste sentido, seria fantástico.

    • Não seria mais fácil unir esforços das mentes brilhantes do nosso planeta pra conservar o que já temos? Descobrir exoplanetas para fim de estudos científicos é uma coisa, inventar teorias de colonização, enquanto temos tudo o que precisamos bem debaixo dos nossos pés, é outra!

  7. Como nos parece facil gerar comentários medíocres de outros. Creio que um nobel de física é um premio de no mínimo extraordinário. Algo que diria da minha humilde posição existencial…Show!!! Então me pergunto, será que comentários tão rasos poderiam estar aqui?

  8. Imagino que na atual circunstância que nos encontramos seria realmente impossivel colonizar exoplanetas.
    Mas nos estamos em constante evolucao
    Vale lembrar que todas tecnologias que conhecemos tem menos de 200anos.
    E evoluimos muito nesses ultimos 50
    Quem sabe mais uns 100 anos isso seta uma realidade corriqueira.

  9. Não seria mais fácil unir esforços das mentes brilhantes do nosso planeta pra conservar o que já temos? Descobrir exoplanetas para fim de estudos científicos é uma coisa, inventar teorias de colonização, enquanto temos tudo o que precisamos bem debaixo dos nossos pés, é outra!

  10. Procuramos desesperadamente por um planeta que possa receber a espécie humana, até ponderam os colonizar um planeta árido como Marte, não seria mais fácil gerir as condições de vida no nosso próprio planeta, sem prejudicar a procura de vida noutro?

  11. Como pode existir alguém tão mal educado como esse tal de Mário.
    Aí no início dos comentários.
    Mal educado e burro.
    Ainda tem leitor que pega manso com ele.
    Abraço.

  12. Esses cientistas palhaços, ficam inventando coisas e os governos ficam dando dinheiro para esses palhaços, vão arrumar o que fazer!
    Vão procurar a cura para as doenças! Vão investir esse dinheiro pra acabar com a fome no mundo!

  13. Acredito que a mensagem dele foi em um contexto de cuidarmos de nosso planeta e não em pensarmos em ir pra outro planeta no caso de destruirmos tudo aqui.

    Para que? Para destruirmos tudo de novo lá.

  14. Lendo o comentário do Mário, e a agressividade e desrespeito com que foi feito, coisa comum e normal hj em dia, acho que nunca vamos colonizar outros planetas, não pela distância, mas porque até lá vamos auto-extinguirmo-nos, comendo-nos todos à dentada

  15. Viva a ciência que não tem medo de mudar os seus próprios conceitos! Isaac Asimov em um de seus contos dizia que se um cientista idoso dizia que algo era impossível ele provavelmente estaria errado.
    Outra coisa que se discute muito em relação a colonização de outros planetas ė a viagem em si causaria tantas modificações que, o ‘humano’ que chegasse lá não seríamos nós….

  16. Sem sentido a afirmação dele, se realmente acha impossível pq passou a vida inteira estudando isto? Se não houver possibilidade, mesmo que remota, da humanidade visitar outras estrelas o conhecimento que este Sr

  17. Existe um ditado que diz: O dificil faço hoje, o impossível amanha.
    Tudo que a mente humana concebe é reslizavel é só um questão de tempo.

  18. Esses cientistas tem que parar de preocupar com outros planetas e se preocupar em usar a inteligência que tem para cuidar do nosso que aos poucos vai se acabando e esses governos parar de injetar dinheiro em besteira,e dar serviço de verdade para esses bando de atoua.

  19. Desculpe lá, mas ignorante é você! Aprenda a ler e a interpretar, não critique só por criticar. Se calhar é dos que acredita em OVNIs…

  20. Se pudéssemos enviar para os exoplanetas pessoas como o Mário, teríamos uma Terra habitável…hoje, com essas pessoas, a Terra está sendo um lugar difícil de se viver!

  21. Foi exagerado pq em se tratando de ciência o “ nunca” não existe . Há uma teoria que se refere aos Buracos de Minhoca “ onde o tempo não seria mais um problema , e outras mais . Enfim , fazendo um trocadilho , se haverá tempo só o tempo dirá . Por enquanto deveríamos cuidar mais do nosso pequenino planeta .

  22. Senhor Michel Mayor foi absoluto ,
    nas suas afirmações.
    Da mesma forma que extra terrestres não conseguem viver em nosso planeta , nós também não podemos habitar outros planetas. São enumeras as situações .
    Um exeplo mais simples seria nosso sistema imunológico , que levou milhares de anos para se adaptar ao nosso meio ambiente.
    Em outro ambiente hostil , nosso sistema de defesa estaria vulnerável.

  23. Na minha opinião que deve ser respeitada, Ninguém jamais podera entrar ou sair do nosso Reino chamado Terra, Porque ninguém pode romper o DOMO CELESTIAL QUE EXISTE NO FIRMAMENTO

  24. O homem e sua sabedoria, mesmo com uma tecnologia que pudesse viajar a 300.000 km/s levaria milhares de anos pra chegar. Fiquemos somente com os sonhos e venhamos a investir em nosso lindo planeta, criado por Deus. Vãs preocupações em querer conquistar inóspitos lugares, que Deus não nos reservou!

    • E quase todos brasileiros. Não é xenofobia, mas por que motivo o povo brasileiro comenta sempre tão veementemente notícias do espaço, et’s e coisas afins?!
      Eu começo a pensar que se há povo que é et ou já teve contactos com et’s então esse povo tem de ser o brasileiro. E assim, muito coisa estaria justificada…

  25. De facto nada como cuidar bem do que temos, o que infelizmente não está a acontecer e não pensar muito noutros locais tão distantes e inóspitos como aqueles que já deu para concluir alguma coisa. Dar-se ao luxo de destruirmos o bom que temos pensando ir encontrar refúgio no mau que está tão distante parece opção de loucos.

  26. Duas palavras que nenhum cientista deveria dizer… “Nunca e Impossível”. Porque a única coisa que nos impede de viajar a distâncias tão grandes é a falta de conhecimento e a tecnologia insuficiente. Infelizmente precisamos de tempo para conseguir esses dois elementos, fora isso é tudo questão de quando e como fazer. E a ciência serve para isso, descobrir quando e como será possível quebrar essas distâncias.

  27. Um ano-luz é uma medida de distância: é a distância que a luz percorre num ano. Por isso não se pode dizer: “Mesmo que tivéssemos a sorte de encontrar um planeta habitável que não estivesse muito longe, iríamos levar várias dezenas de anos-luz para lá chegar.” Deveria ser “várias dezenas de anos”.

  28. Tanta gente que se autointitula-se de sabedoria sobre este e muitos outros temas. Embora a investigação científica não consiga, nem conseguirá explicar todos os fenómenos, mesmo assim, a investigação científica é uma obra dos humanos que devemos respeitar e dar-lhe apoio. Sugiro que antes de opinar sobre qualquer assunto, em primeiro lugar devemos escutar/ler as opiniões dos verdadeiros cientistas; Pena é que muitos órgão de comunicação social não fazerem essa pesquisa antes de publicarem dada notícia…..bem sei a que se deve isso: os tele/ ou leitores ávidos de “notícias na hora” e fazer uma pesquisa bibliográfica ocupa muito tempo (eu que o diga, aquando da preparação da minha tese de doutoramento. O TEMPO DA CIÊNCIA NÃO É COMPATÍVEL COM O TEMPO DOS LEITORES, TELEESPETADORES, etc.

  29. Me expliquem uma coisa: se o homem foi à lua em 1969, com a tecnologia e recursos da época, porque não consegue ir hoje? Se não temos capacidade de chegar ao nosso próprio satélite, então como alcançar planetas distantes? Isso não faz sentido, alguma coisa não está batendo aí.

  30. Ele disse “Nunca” e não “ser impossível agora”, pois este último seria óbvio até as crianças. Quando diz “Nunca” se baseia nos conhecimentos e na física atual. Ele fala em “várias dezenas de anos” aos sistemas mais próximos porque a velocidade é subluminal, com motores de fusão, se fizerem, terá uma velocidade aproximada de 10% da luz, daí para chegar a alfa centauro (4,5 anos-luz) demoraria 45 anos (várias dezenas de anos). Olhe que esta é a estrela mais próxima. Fora outros problemas que não citou como os mini asteroides ao colidir com a nave em tal velocidade, a radiação, o confinamento etc. Leiam e entendam o que o físico disse. Segundo o mesmo devemos cuidar da Terra e buscar meios de detectar vida à distância.

RESPONDER

Sondas da missão a Mercúrio vão passar pela Terra (e vão ser visíveis a olho nu)

A missão conjunta europeia e japonesa BepiColombo está a caminho de Mercúrio. Porém, para chegar lá, terá de passar novamente pela Terra. Este evento acontecerá em 10 de abril e as pessoas nas latitudes do sul …

Xiaomi lança máscara elétrica que carrega via USB

A pandemia de Covid-19 tem impulsionado o surgimento de alguns recursos melhorados para fazer face ao combate do novo coronavírus. É o caso da nova máscara de esterilização elétrica da Xiaomi, que carrega via USB. A …

Em paradeiro incerto, ministra da Guiné-Bissau diz correr perigo de vida

Ruth Monteiro, ministra da Justiça e dos Negócios Estrangeiros no Governo da Guiné-Bissau deposto no golpe do dia 27 de fevereiro, está em parte incerta e diz correr perigo de vida. De acordo com o semanário …

Ovelhas e bactérias estão a ajudar a combater o coronavírus

Anticorpos que podem ajudar a combater o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19, estão a ser testados em ovelhas. Estes podem ser usados para desenvolver testes de diagnóstico. O SARS-CoV-2, o vírus que causa a …

Marcelo sai uma vez por semana, usa máscara e luvas nas compras (e passa a Páscoa em Belém)

O Presidente da República afirmou este sábado que, para se proteger do surto de covid-19, só sai em trabalho uma vez semana, usa máscara nas compras e vai passar a Páscoa confinado no Palácio de …

A procura por sumo de laranja está a disparar (e a culpa é do coronavírus)

A procura por sumo de laranja tem disparado nos últimos tempos, muito devido à pandemia de covid-19. As pessoas querem reforçar o seu sistema imunitário. Já quase ninguém está indiferente à ameaça da pandemia de covid-19, …

Nove pessoas com covid-19 curadas após receberem plasma de doentes recuperados

Pelo menos nove pessoas internadas nos cuidados intensivos em Itália com covid-19 já foram curadas, depois de receberem plasma de pacientes recuperados. De acordo com o jornal italiano Corriere della Sera, os doentes receberam o plasma …

Grace tem seis anos e pode ser a autora mais nova de sempre de um artigo científico

Uma menina de seis anos, que vive na Austrália, pode ser a autora mais nova de sempre a ter um artigo científico publicado numa revista da especialidade. Grace Fulton tem uma enorme paixão por animais e, …

Geco encheu Lisboa com autocolantes (e a polícia de Roma está a pedir ajuda para o encontrar)

A polícia de Roma está a pedir ajuda à Associação Vizinhos de Lisboa para encontrar o graffiter Geco, cujas pinturas e autocolantes se podem ver por toda a capital portuguesa, e que está em investigação …

TikTok "esconde" publicações de pessoas feias e pobres para atrair novos utilizadores

O TikTok deu indicações aos seus moderadores para 'esconder' as publicações de utilizadores feios, pobres ou com deficiências. As suas audiências eram manipuladas para que os seus vídeos fossem vistos por menos pessoas. Antes conhecido como …