Os humanos do futuro vão ter guelras, pés com membranas e olhos de gato

O ser humano pode vir a desenvolver guelras, mãos e pés com membranas e olhos semelhantes aos dos gatos, com uma pálpebra transparente, numa evolução fisiológica para sobreviver a condições climáticas muito diferentes das actuais.

Estas são previsões do paleo-antropologista Matthew Skinner, professor na Universidade de Kent, no Reino Unido, que considera que as mudanças climáticas ou outros fenómenos excepcionais, como o impacto de um asteróide ou a colonização de outros planetas, vão motivar alterações fisionómicas drásticas nos seres humanos.

Desafiado pelo programa Extant Season 2, do Canal Syfy, Skinner diz que um cenário de subida dramática do nível do mar pode levar os humanos a desenvolver mãos e pés com membranas e guelras artificiais para poderem sobreviver dentro da água.

“Podemos desenvolver um tapetum lucidum, uma camada adicional na retina, como os olhos dos gatos, que melhoraria a nossa visão em condições de baixa luz, tal como debaixo de água”, refere Skinner no programa televisivo.

“Devido ao ambiente frio por se estar submergido em água regularmente, manteríamos uma camada de “gordura de bebé” até à idade adulta como um isolante”, acrescenta.

O professor também acredita que teríamos menos pelos corporais para facilitar a deslocação na água e que as guelras acabariam por retirar capacidade aos pulmões, por não serem necessários, o que motivaria o encolhimento da caixa das costelas.

Sem dentes e com caras de bebé

A colonização de outros planetas como Marte, caso a vida na Terra se torne impossível, é outra circunstância abordada por Matthew Skinner que motivaria o encurtamento das pernas por não serem tão usadas devido à falta de gravidade.

O corpo humano tenderia então a perder tamanho, no geral, num fenómeno semelhante ao chamado “nanismo insular”, que se verifica com alguns mamíferos quando vivem em ambientes com poucos recursos e poucos predadores.

Haveria ainda desenvolvimento de dedos grandes dos pés suplementares, que se moveriam como polegares, para permitir aos humanos agarrarem-se em ambientes sem gravidade.

“Os desenvolvimentos tecnológicos que nos permitiriam habitar noutro planeta também sugeririam que exigências básicas de dieta seriam providas através de substâncias não sólidas manufacturadas e equilibradas nutricionalmente”, salienta o paleo-antropologista

Skinner prevê que isso levaria a mudanças nos dentes, que desapareciam, e à redução dos maxilares e da boca.

“Teoricamente, poderíamos parecer-nos mais com recém-nascidos cujas bocas só precisam de engolir, contudo continuam a ter cérebros grandes”, explica o professor da Universidade de Kent, notando que o rosto ficaria mais pequeno.

Skinner considera que, no cenário de impacto de um asteróide com a Terra, que poderia dar início a uma nova Idade do Gelo, as poeiras que bloqueariam o Sol provocariam a descida drástica das temperaturas.

Em tal cenário, a sofisticação tecnológica seria seriamente abalada, devido à perda de materiais e de capacidade de produção.

A força física ganharia então importância para a sobrevivência humana, o que levaria homens e mulheres a ficarem maiores e ambos os sexos desenvolveriam mais pelos no corpo.

A falta de Sol tornaria a pele e os cabelos mais claros para melhorar a absorção de vitamina D e o nariz e a face, em geral, aumentariam de tamanho para aquecer o ar frio.

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …

Itália vai construir um túnel submarino para unir Sicília ao continente

Itália está a planear construir um túnel para ligar a região insular da Sicília ao continente italiano. O projeto de cinco mil milhões de euros vai ser pago com a parte do Fundo de Recuperação …

Point Roberts tinha um pé nos EUA e outro no Canadá (mas agora não "pertence" a nenhum)

Point Roberts, em Washington, está numa posição única. Localizada na ponta da Península de Tsawwassen, a cidade fica totalmente abaixo do paralelo 49, a linha que separa o Canadá dos Estados Unidos. Agora, a cidade …

Milhares de processadores quebraram um trilião de chaves para resgatar um Zip com bitcoins

Um misterioso homem perdeu o acesso a um ficheiro Zip onde estavam encriptadas as suas chaves privadas de bitcoins. Os 300 mil dólares foram resgatados por dois especialistas em criptografia — e por muitos milhares …

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …

Lotação do Avante reduzida a um terço. Visitantes terão uma "área superior à que está estabelecida para as praias"

O PCP anunciou que vai limitar a entrada na sua anual Festa do "Avante!" a um terço da capacidade total, em virtude do contexto de pandemia de covid-19. O espaço de 30 hectares das Quinta da …

Governo da Guiné Equatorial demitiu-se em bloco

O Governo da Guiné Equatorial, liderado pelo primeiro-ministro Francisco Pascual Obama Asue, apresentou a sua demissão em bloco. Em declarações aos jornalistas, o ministro da Comunicação e porta-voz do Governo em funções, Eugenio Nze Obiang, explicou …

PSP apresenta queixa contra jornal Público por causa de cartoon no "Inimigo Público"

A PSP anunciou esta sexta-feira que vai apresentar queixa contra o jornal Público pela publicação, no suplemento Inimigo Público, de um cartoon com uma figura vestida de uniforme, “aparentemente relacionado com uma ação com conotação …