Humanos chegaram à América do Norte 115 mil anos antes do que se pensava

Museu de História Natural de San Diego / EPA

-

Os primeiros seres humanos podem ter chegado à América do Norte há 130 mil anos, quando sempre se pensou que tinham aparecido há 15 mil, indica um estudo do Museu de História Natural de San Diego, nos EUA.

A nova informação baseia-se na descoberta, num reservatório em San Diego, no estado norte-americano da Califórnia, de restos de mastodonte – um mamífero parecido com o elefante mas com tamanho superior – com cerca de 130.000 anos, cujos ossos e dentes foram cortados com ferramentas manuseadas por humanos, como martelos e bigornas.

Uma equipa de investigadores liderada por Thomas Deméré chegou a essa conclusão depois de examinar os restos fósseis de um mastodonte e ferramentas de pedra encontradas em 1992 perto de San Diego. A análise determinou que uma espécie não identificada de hominídeos habitava a região nessa época.

O estudo divulgado esta quarta-feira propõe que poderia tratar-se de populações de “Homo erectus”, de neandertais ou hominídeos de Denisova, originários da Sibéria.

Steven Holen, autor principal do estudo e diretor do Centro para a Pesquisa do Paleolítico Americano, em Hot Springs, referiu que os hominídeos, de que não foram encontradas ossadas, poderão ter vindo da Ásia através da ligação terrestre conhecida como “Beringia” que ligava a Sibéria ao Alasca, onde hoje existe o estreito de Bering, ou terem chegado por via marítima ao longo da costa.

Até agora, os especialistas estimavam que os primeiros seres humanos tinham chegado à América do norte há 15.000 anos, no entanto os avanços tecnológicos têm permitido constatar que os ossos do mastodonte têm cerca de 130.000 anos.

“Os indícios encontrados no local indicam que algumas espécies de hominídeos viviam na América do Norte 115.000 anos antes do que se pensava”, disse a presidente e diretora executiva do museu, Judy Gradwohl.

A falta de colagénio nos ossos impediu a datação dos restos fósseis por radiocarbono, mas novas técnicas de urânio-tório permitiu estabelecer a sua antiguidade em cerca de 130.000 anos, com um erro de aproximadamente 9.400 anos.

Durante este período, concluíram os especialistas, havia humanos na América do Norte com destreza manual e conhecimento experimental para usar ferramentas grandes e extrair a medula óssea dos ossos de animais de grande porte.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não é “poderiam tratar-se de”, é “poderia tratar-se de”. O verbo tratar, quando é sinónimo de lidar com, só se pronuncia na 3ª pessoa do singular.

Responder a ZAP Cancelar resposta

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …

China usa comités partidários para manipular empresas estrangeiras

Em outubro, quando a Liga Norte-Americana de Basquetebol (NBA) tentou voltar atrás no apoio aos protestos em Hong Kong, foi criticada por se submeter ao regime autoritário da China. Mas são cada vez mais as …

Ângelo Rodrigues, Flamengo e Tinder. Os temas mais procurados pelos portugueses no Google

Ângelo Rodrigues, Flamengo, como saber onde votar, como funciona o Tinder e "Game of Thrones" estão entre os tópicos que os utilizadores portugueses do Google mais pesquisaram ao longo de 2019. Os dados são divulgados …