Superbactéria encontrada em máquina de lavar afeta 13 crianças

Um caso recente de uma superbactéria num hospital na Alemanha revela que, às vezes, mais vale lavar as roupas no ciclo quente, sobretudo quando pertencem a pessoas doentes ou mais vulneráveis.

De acordo com o Science Alert, depois de 13 recém-nascidos e uma criança de um hospital na Alemanha terem sido infetadas com a superbactéria Klebsiella oxytoca, uma investigação descobriu que a máquina de lavar roupa no mesmo andar onde se encontravam foi a principal culpada.

Os investigadores identificaram vestígios do patógeno nas superfícies e nas sobras da água da máquina de lavar. Ao que tudo indica, a bactéria terá sido transmitida através dos chapéus e meias de malha que estavam na máquina.

Felizmente, nenhuma das crianças ficou gravemente doente, mas a situação é um aviso para a necessidade de diretrizes e padrões rígidos quando se trata de limpar roupa e outros objetos, sobretudo em locais onde se encontram pessoas doentes e mais vulneráveis.

Quando a máquina de lavar foi removida do hospital, a colonização por K. oxytoca desapareceu. O estudo de caso concluiu que enxaguar as roupas no final da lavagem com água fria, sem detergente, pode ter permitido que a bactéria prosperasse. A humidade dos quartos do hospital, ao permitir que a água residual condensasse na vedação de borracha da porta, também não terá ajudado.

“Este é um caso altamente incomum para um hospital, pois envolve uma máquina de lavar de uso doméstico”, diz a higienista Ricarda Schmithausen, da Universidade de Bonn.

Tal como destaca a investigadora, o eletrodoméstico em questão não atendia aos padrões de higiene atuais do país para uso hospitalar, embora estivesse tecnicamente localizada fora da lavandaria principal e usada apenas para as roupas das mães e dos bebés.

Neste caso, as consequências foram mínimas. No entanto, uma infeção causada por esta superbactéria pode causar problemas gastrointestinais e respiratórios (ou até morte), havendo poucos antibióticos que possam ser usados no seu tratamento.

O Science Alert destaca que, como é óbvio, os riscos das superbactérias num hospital são bastante diferentes daquilo que podemos esperar em nossa casa. Os ciclos de baixa temperatura ainda são perfeitamente adequados para roupas comuns, desde que sigamos as instruções de lavagem.

Porém, este caso mostra que talvez seja necessário analisar mudanças no design e nos processos das máquinas de lavar para impedir que esses dispositivos alojem superbactérias, especialmente nos casos de pacientes (e isso aplica-se a casas e hospitais).

“Se se trata de pessoas idosas, com feridas abertas ou cateteres na bexiga, ou pessoas mais jovens, com lesões supurantes ou infeções, a roupa deve ser lavada a temperaturas mais altas, ou com desinfetantes eficientes, para evitar a transmissão de patógenos perigosos”, diz o higienista Martin Exner, da Universidade de Bonn.

A investigação foi publicada na revista científica Applied and Environmental Microbiology.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É muito simples a desinfecção de roupas.
    Se deve usar alvejante sem cloro para roupas coloridas e com cloro para roupas brancas.
    Por este motivo as roupas hospitalares são brancas, para melhorar a qualidade da desinfecção.

RESPONDER

Rios ocultos de água quente estão a derreter o gelo da Antártida

O gelo antártico está a ser desestabilizado por rios ocultos e invertidos de água quente que correm por baixo das plataformas, derretendo-as. Os cientistas conhecem estes canais basais nas plataformas de gelo há vários anos, mas …

Enorme impacto cósmico pode ter assolado a Terra há 12.800 anos

Uma equipa de cientistas descobriu excesso de platina em material sedimentar extraído de depósitos de turfa localizados em Wonderkrater, Limpopo, na África do Sul, revelou uma nova investigação. De acordo com um novo estudo, cujos resultados …

Astronauta capta o colossal "Olho do Sahara" a partir da EEI

A Agência Espacial Europeia publicou neste domingo uma fotografia da colossal estrutura de Richat, uma formação geológica enigmática no centro da Mauritânia, conhecida como o "Olho do Sahara". A estrutura, que tem cerca de 40 quilómetros …

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …