Hospitais adiam exames oncológicos para lucrar com rastreios

“É uma vergonha o que se está a fazer”, denuncia o presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia, revelando que vários hospitais do país estão a adiar exames ao cólon e ao reto a doentes em tratamento oncológico para darem prioridade a colonoscopias de prevenção e de rastreio do cancro.

A denúncia do presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), Luís Tomé, é divulgada pelo Expresso e dá conta de que os hospitais públicos estão a deixar os seus pacientes em lista de espera para darem prioridade a colonoscopias de rastreio, de modo a obterem mais lucro, já que estes exames são pagos a dobrar pelo Ministério da Saúde.

Uma colonoscopia regular é paga a 169 euros, o mesmo valor que recebem os privados com acordo com o Estado, mas quando é feita para prevenção e detecção precoce de lesões cancerígenas é paga a 378 euros, aponta o semanário.

A diferença de pagamento “visa aumentar a adesão das equipas a uma tarefa extra e está a surtir efeito”, nota o Expresso, sublinhando que estes exames preventivos chegam a ser feitos ao sábado nalguns hospitais.

“É uma vergonha o que se está a fazer”, critica Luís Tomé. “Se tivéssemos capacidade instalada nos hospitais não teria problema algum, mas faltam anestesistas, colonoscópios, o material não é renovado”, lamenta o presidente da SPG, falando de “uma política desastrosa, com um enorme desperdício de dinheiro“.

As Administrações Regionais de Saúde (ARS) justificam a medida com a importância do rastreio nos casos de cancro. “É fundamental para reduzir a mortalidade e morbilidade por cancro do cólon e reto, doença que ainda está numa fase ascendente”, aponta fonte da ARS de Lisboa citada pelo Expresso.

Mas para Luís Tomé “querer fazer estas colonoscopias nos hospitais públicos é um preconceito ideológico“. “Os consultórios cobram menos e até têm mais qualidade”, refere este responsável, notando que “os médicos são os mesmos que trabalham nos hospitais, que têm obrigação de formar e que põem os internos a fazer as colonoscopias”.

ZAP //

 

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Grstão privada de hospitais públicos!
    Desde que me apercebi da monstruosidade que representa para a deontologia médica a dependência dos gestores não médicos [ECÓNOMOS, como eram designados], critico-a e ridicularizo-a: é transformar a medicina numa atividade comercial, tal como uma corticeira tem de produzir rolhas, batoques e corticite, a medicina terá de produzir, «ao cronómetro»: nº de consultas, requisiçõe de exames, emissão de receituário e internamentos, se pssível com cirurgias e internamentos curtos com altas precoces, para fidelizar o «cliente».

    • “Gestão privada de hospitais públicos!”
      É… por acaso, tal practicamente todas as PPP’s, isso tem dado muito bom resultado – para os privados, claro!!
      Basta olhar para o que se passou (passa) no hospital de Braga!…

  2. Isto é mas é para dar prioridade a cativações e passagem de exame do senhor Centeno nas provas europeias! Assim seremos bons em finanças, o resto pouco ou nada importa!.

      • Não estás a falar para o teu pai, portanto para além de seres estúpido, ignorante e fanático recusando ver a realidade aprende a ter respeitinho pelos outros pois ainda não chegamos a nenhuma ditadura comunista onde todos sejamos obrigados a falar por igual.

RESPONDER

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …

Cientistas mediram o período de tempo mais curto de sempre

Uma equipa de físicos e metrologista da Universidade Goethe de Frankfurt, na Alemanha, anunciou que conseguiu medir o menor período de tempo já determinado - são 247 zeptosegundos, segundo os cientistas. O processo físico cuja …

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …