Hospedeiras da Air France obrigadas a usar véu e roupas largas em Teerão

Companhia aérea francesa vai reabrir rota entre Paris e Teerão e estabeleceu uma regra que está a causar indignação entre as suas assistentes de bordo.

A partir de 17 de abril, a Air France vai reabrir a sua linha aérea entre Paris e Teerão, uma novidade que podia ser completamente banal no mundo da aviação, não fosse o facto de uma nova regra entre o pessoal da cabine estar a causar indignação.

De acordo com a agência EFE, citada pela Lusa, as assistentes de bordo da companhia francesa vão ter de usar um véu e vestir roupa larga a partir do momento em que pisem solo iraniano.

A nova medida está a gerar um conflito laboral, sobretudo com o sindicato dos trabalhadores que manifesta muita preocupação perante esta situação.

Segundo a Lusa, as hospedeiras que se recusem a fazê-lo arriscam-se a sanções com efeitos no salário e na sua carreira profissional.

Numa primeira reação, a Air France expressou surpresa pela posição assumida pelo sindicato, uma vez que a obrigatoriedade do véu “não é novidade” noutros destinos para onde a companhia voa.

A direção da companhia sublinhou ainda que a “tolerância e respeito pela cultura e costumes dos países em que está presente é um dos valores fundamentais” assumidos pela transportadora, observando que outras companhias também acataram as restrições.

ZAP

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

    • Estou completamente de acordo por 2 razões:
      1ª – A ser assim, as hospedeiras têm que se “entrouxar ou mascarar” no avião antes de descer, pq os muçulmanos são tão ignorantes que não podem ver pernas de mulher. Não entendo… para a velhacaria estão atrasados centenas de anos, mas para fazer mal ao mundo e destruí-lo, estão mto à frente em armamento e planeamento. É só maldade!
      2ª – Se as mulheres têm que se tapar todas antes de saírem do avião, então as muçulmanas qdo aterrarem em chão “livre” que se dispam e vistam roupas normais, tal como nós cá usamos. Se é obrigatório cá para este lado, que seja tb obrigatório para o lado deles. Até pq nós não sabemos o que está debaixo de uma burka. Como as coisas estão quem nos diz que não é um(a) ou vários (as) bombistas suicidas que vêm debaixo do trapo? Eles exigem que respeitem as leis deles; então pq vivendo na Europa não respeitam eles as leis europeias. Seria cómico se não fosse trágico!!! Eles vêm viver para a Europa e eles é que impõem a sua vontade, não está lindo? Somos mais tótós do que eles e depois a nossa sociedade tb tem mta culpa, pq começam logo a dizer que descriminamos, que somos racistas, que não respeitamos o próximo… Então e eles que vêm viver para a Europa e ainda exigem mesquitas para rezar, outros rezam nas ruas de Paris… é onde calha, ignorando tudo e todos. Em Paris têm um bairro só deles, onde nem a polícia lá entra e onde eles se regem pelas suas próprias leis. A Europa tem-se acomodado mto, deixando fazer tudo o que lhes apetece e os resultados estão à vista!!! Se todos fizesse como o presidente da Noruega, que diz que deixa construir mesquitas na Noruega, qdo construírem igrejas na Arábia Saudita. Haja respeito e coerência, bolas!!!!

  1. Sabem que mais ?! BARDAMERDA ! E quando é que os outros respeitam os nossos costumes ? Porra. Já ando farto disto, estamos a precisar de um exercito de “terroristas” cristãos ocidentais pra ir espalhar o terror no Oriente ?

  2. Cada um manda em sua casa.
    Fazem eles muito bem em exigir em ser respeitados na sua casa.
    Por cá, com o politicamente correcto, abrem as pernas a todo o caracol que reivendique direitos, e não defendem a cultura ancestral europeia.
    Lá fora já mudam os menus das escolas para serem de comida halal, avisam as alunas para se taparem (para não ofender outros), e aceitam dinheiro da Arábia Saudita para construir mesquitas em terras maioritariamente cristãs…(entre outras coisas)
    No Golfo Pérsico não se constroem igrejas em terras do islão…
    Por cá devíamos utilizar os mesmos critérios que lá utilizam para nosotros.

  3. Nada contra, desde que as hospedeiras árabes, na Europa, se libertem das vestes castradoras da liberdade. Comportamento deve gerar comportamento recíproco sob pena da Europa se sujeitar a minorias fanáticas.

  4. Acho muito bem desde que as gajas iranianas seja obrigadas a viajar para o ocidente no mínimo de biquini! Ou então nuas o que ainda seria mais agradável! PQP para a Air France!

  5. No desempenho das suas funções e fora do seu país, sim dou o meu acordo à exigência. Eu pessoalmente estou a “levar” com a dona da PT, a “altice”, que não respeita valores, pessoas e não sei se eles próprios, e tenho de os aguentar e SOFRER na pele o que os ditadores ditam. Para mim o que me mais custa, sáo os BOYS da jogada.
    Mas quanto a isto não há Passos, Pires de Lima ou Costa que dêem volta, é o deixar acabar a empresa mãe da tecnologia de TELECOMUNICAÇÕES de todos os tempos.
    Já não interessa, está de rastos. Pois pensem bem o que aí vem. Cumprimentos a todos e valha-nos os CTT.

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …