Homem de 30 anos fingia ser veterinário para adotar cães. Está a ser investigado pela morte dos animais

Um homem de 30 anos está a ser investigado pela PSP de Leiria por alegadamente se fazer passar por veterinário para adotar cães. Várias denúncias dizem que os matava e filmava no processo.

R. P., da zona da Marinha Grande, é acusado por associações de defesa dos animais locais de se fazer passar ora por veterinário, ora por treinador canino, para conseguir adotar cães que depois acabavam sempre por morrer. Nas redes sociais, onde a sua imagem está a ser partilhada com legendas como “sociopata” ou “assassino”, terá partilhado vídeos dos animais a agonizar ou até mesmo depois de mortos.

“Estamos perante uma pessoa que adota animais, que ‘lhe morrem nas mãos’ (segundo ele) e, em vez de procurar ajuda imediata, filma e envia vídeos dos mesmos”, denunciou no passado dia 16 de agosto, na PSP dos Marrazes, em Leiria, a APAMG — Associação Protetora de Animais da Marinha Grande.

Na queixa, noticiada pelo Jornal de Leiria, a associação garante que a situação é de “extrema urgência”. De acordo com o JL, num dos filmes o falso veterinário mostra um cão em sofrimento, em vez de lhe prestar auxílio e sem aparentemente mostrar qualquer sinal de compaixão; no outro, exibe perante a câmara um outro cão, ao que tudo indica, já morto, virando-o de um lado para o outro.

Para além dos vídeos, a APAMG terá entregado à PSP, como prova, os registos de várias conversas mantidas nas redes sociais entre R. P. e pessoas que tinham cães para adotar e voluntários de associações de defesa dos animais.

De acordo com o jornal, Céline Henriques, outra voluntária da causa animal, que também apresentou uma queixa contra o falso veterinário em julho deste ano por burla, falsa identidade e ameaça com arma branca, terá mesmo investigado por conta própria e contactado a mãe, o irmão e uma ex-namorada de R. P., os primeiros com residência na Suíça, a segunda a morar na Alemanha.

Segundo o Jornal de Notícias, terá sido a ex-companheira a revelar que os maus-tratos a animais seriam um hábito antigo do homem, que terá, por esse motivo, recebido acompanhamento médico especializado enquanto vivia na Alemanha.

A ex-namorada terá surpreendido o homem a injetar insulina num cão, que só sobreviveu por ter sido assistido por um veterinário, tendo depois apresentado queixa contra ele em Berlim.

De acordo com o JN, poderá ser esse o modus operandi de R.P. Desconhece-se o número de animais que foram vítimas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …