Plano de Hitler para criar bomba nuclear e destruir Londres quase resultou

Adolf Hitler pretendia desenvolver uma bomba nuclear e Londres seria o seu principal alvo. Esta é a nova descoberta que surge exposta num documentário do canal The National Geographic que se debruça sobre as armas secretas dos nazis perdidas no fundo do mar.

O documentário “Drain the Oceans”, do canal The National Geographic, que está a ser exibido nesta altura, conseguiu desenterrar do leito do oceano um navio nazi afundado em 1944 por resistentes noruegueses que lutavam contra a ocupação alemã.

Retirado do fundo de um lago em Oslo, na Noruega, o navio ainda continha no seu interior 40 barris de água pesada, também conhecida por água deuterada, pelo facto de o hidrogénio ser substituído pelo isótopo deutério que é utilizado como moderador em reactores nucleares.

Os especialistas ouvidos para o documentário do The National Geographic constatam que a água pesada descoberta no navio seria suficiente para transformar a Alemanha numa potência nuclear. E suspeitam que haverá mais barris de água pesada espalhados pelo fundo do mar, depois de terem caído do navio.

Após a invasão da Noruega em 1940, Hitler ordenou às tropas para se instalarem na central nuclear de Vemork, onde os noruegueses tinham começado a produzir água pesada. Esta central acabou por ser bombardeada, mas já depois de os nazis terem retirado do local grande parte da água pesada que lá se produzia.



Em 1944, o próprio Winston Churchill, então primeiro-ministro britânico, terá ordenado a resistentes noruegueses para colocarem uma bomba num dos navios de Hitler. Foi, assim, que o navio se afundou, num incidente que afectou fortemente os planos nucleares dos nazis.

Churchill não estaria a par dos projectos de Hitler, mas caso não tivesse tomado aquela decisão, Londres poderia ser um dos principais alvos do ataque nuclear dos nazis, como reporta o jornal The Sun.

A realização do documentário do The National Geographic foi feita com recurso a tecnologia de ponta, para conseguir descobrir os últimos segredos das armas que os nazis perderam para o mar.

Túneis secretos para testar “armas milagrosas”

Entretanto, um explorador britânico, Warren Tepper, encontrou na Alemanha, por baixo da cidade de Duisburg, uma rede de túneis secretos, onde os nazis terão testado novas armas nos últimos dias da II Guerra Mundial.

O regime nazi terá procurado desenvolver “armas milagrosas” neste labirinto subterrâneo, numa tentativa de vencer a guerra contra os Aliados quando já estava a perder terreno.

“Parece que andavam a disparar armas de grande calibre lá em baixo que terão ecoado através dos túneis e sido extremamente barulhentas”, refere Warren Tepper ao The Sun.

Os túneis podem também ter sido usados para encontros secretos de Hitler.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O ferry “Hydro” que transportava o comboio onde seguia a agua pesada foi afundado na parte mais funda do lago “Tinnsjø”. Faleceram quatro Alemães e catorze Noruegueses. O filme, “Os heróis de Telemark”, realizado em 1965 retrata esta operação militar.

  2. Não fiquem somente atrás de Hitler, Hitler, Hitler, pois já sabemos o que ele fazia. Exponham as atrocidades da ditadura comunista de Stalin, que matou mais de 20 milhões… gulags… fome… extermínio… genocídio…
    Vocês têm medo de expor crimes comunistas? É politicamente incorreto?

  3. Tirando que não se fazem bombas atómicas com água pesada, o deutério quando muito serve para fazer bombas de hidrogénio, também chamadas de termonucleares porque precisam duma quantidade enorme de energia para iniciar a fusão do hidrogénio.
    E isso trás-nos ao problema que os nazis tinham, atualmente *todas* as bombas de hidrogénio usam uma mini-bomba atómica para iniciar a fusão, e tanto quanto se sabe, os nazis nunca estiveram sequer perto de ter uma bomba atómica.
    Ou seja, estavam a muitos anos de lá chegar, tanto que mesmo os americanos que tinham e usaram bombas atómicas em 1945, só conseguiram testar uma bomba de hidrogénio em 1952, 7 anos depois do fim da guerra.

    • A água pesada não era para fazer as armas atómicas, nem a notícia o diz. Ela era necessária para o desenvolvimento das armas atómicas.

  4. ERRO: em Vemork havia uma central hidroeléctrica e uma fábrica de água pesada, NÂO uma central nuclear. Em 1940, estava-se ainda muito longe da primeira central nuclear!

  5. É isso mesmo estão sempre a bater no Hitler, falem dos crimes que aquele tirano maldito do Stalin cometeu contra o seu próprio povo, ainda hoje na Rússia profunda a pessoas a sofrer por causa da tirania daquele maldito. Muito se fala da libertação dos campos de extermínio pêlos soviéticos mas esqueci-se de dizer que libertaram mas o Stalin abriu para meter todos aqueles que se opunham au seu regime de matar e torturar.

RESPONDER

Governo quer fazer alterações na duração de cargos de dirigentes

As mudanças que estão a ser preparadas passam por reduzir a duração dos cargos em substituição e, por outro lado, pelo ajustamento do período das comissões do serviço em função da avaliação. Segundo o Jornal de …

Responsável pelas manifestações em Lisboa é coordenador no Gabinete de Apoio à Presidência da CML

O responsável pelas manifestações na cidade de Lisboa é coordenador técnico no Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara liderada por Fernando Medina. De acordo com o semanário Expresso, António Santos tem sido, nos últimos …

Sporting e Braga jogam Supertaça em Aveiro no dia 31 de julho

A Supertaça Cândido Oliveira, que vai ser disputada entre Sporting e Sporting de Braga, vai ser disputada em Aveiro, a 31 de julho, anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). "A decisão da Supertaça Cândido de …

Um quarto da população portuguesa já tem a vacinação completa

Em Portugal, 42% das pessoas já receberam a primeira dose de uma vacina contra a Covid-19 e 25% — cerca de um quarto da população — estão completamente vacinados. De acordo com o mais recente relatório …

Cardiologista do Tottenham admite ponto final na carreira de Eriksen

O cardiologista do Tottenham, Sanjay Sharma, admite um ponto final na carreira de Christian Eriksen, que caiu inanimado no jogo entre a Dinamarca e a Finlândia. O encontro entre Dinamarca e Finlândia, da primeira jornada do …

ARS Norte conta avançar com recuperação de consultas em atraso ainda este mês

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte conta avançar durante este mês com o programa especial de incentivos financeiros para recuperação de consultas presenciais nos cuidados de saúde primários (CSP), propondo-se recuperar metade da …

Cristiano Ronaldo no Euro 2020

"Rei do Euro". Ronaldo fez história na Hungria (e ainda vai durar "mais uns 3 aninhos")

Cristiano Ronaldo marcou dois dos golos de Portugal na vitória frente à Hungria por 3-0, na estreia da Selecção no Euro 2020, e tornou-se no melhor marcador de sempre dos Campeonatos Europeus de futebol. Aos …

"Insultos são a arma dos fracos". Ministro defende lei das minas e lança farpas a Catarina Martins

Matos Fernandes defende acerrimamente o novo decreto lei da exploração mineira e lança farpas a Catarina Martins, que o criticou: "Insultos são a arma dos fracos". No domingo, o Bloco de Esquerda anunciou que ia pedir …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Ronaldo e agitadores derrubaram a muralha

Rajada final garantiu vitória lusa na estreia. Ronaldo a bisar e a quebrar três recordes. Todos os jogos da primeira jornada. Visto da Linha de Fundo. A paciência tem limites Hungria 0 – 3 Portugal (Raphaël …

O ex-líder do PAN, André Silva.

"Ficaram a usufruir de uma renda". André Silva arrasa deputados dissidentes do PAN

Cristina Rodrigues e Francisco Guerreiro, deputados eleitos pelo PAN, "sempre estiveram concertados" e deixaram o partido por "ambições pessoais", ficando a "usufruir de uma renda" à custa desses lugares políticos. A acusação é de André …