Homossexuais têm menos problemas na cama

Wikimedia

-

Os homens heterossexuais queixam-se mais de ejaculação prematura do que os homossexuais e as mulheres heterossexuais apresentaram mais queixas de dor sexual, dificuldades de orgasmo e de excitação sexual do que as lésbicas, segundo um estudo inédito.

Os resultados do estudo sobre a “Prevalência de Problemas Sexuais e mau estar associado em heterossexuais, gays e lésbicas”, elaborado pelo Laboratório de Investigação em Sexualidade Humana (SexLab), serão sexta-feira apresentados durante uma reunião científica.

A investigadora do SexLab Maria Manuela Peixoto, responsável pelo estudo, desenvolvido no âmbito do seu projeto de doutoramento em psicologia, disse à Lusa que os resultados preliminares apontam para “semelhanças e diferenças ao nível dos problemas sexuais experienciados por heterossexuais, gays e lésbicas”.

O estudo, que teve como base numa amostra online de 908 homens (435 homossexuais e 473 heterossexuais) e 1.399 mulheres (390 lésbicas e 1.009 heterossexuais), avaliou os principais problemas sexuais dos homens e mulheres.

No sexo masculino foram avaliados a disfunção erétil, a ejaculação prematura, a ejaculação retardada e o baixo desejo sexual, enquanto nas mulheres foram abordadas as dificuldades de orgasmo e de excitação sexual, bem como o baixo desejo sexual e a dor sexual.

A investigação analisou ainda o nível de mal-estar (distress) associado a cada problemática.

Os resultados demonstraram que os homens heterossexuais apresentam mais queixas de ejaculação prematura, comparativamente aos homossexuais.

Por seu lado, as mulheres heterossexuais apresentaram mais queixas de dor sexual, dificuldades de orgasmo e dificuldades de excitação sexual, quando comparadas com as lésbicas.

“A prevalência dos problemas sexuais diminuiu significativamente após o controlo dos índices de mal-estar“, lê-se nos resultados preliminares do estudo.

Satisfação dos parceiros

Outro aspeto abordado neste estudo, mas cujos resultados ainda não foram trabalhados, prende-se com uma teoria já aflorada na década de 70 pelo médico William Howell Masters e a psicóloga Virginia Eshelman Johnson, sobre a satisfação dos parceiros.

“O que nós verificámos – e vem de um trabalho da década de 70 – é que os casais de gays e lésbicas dedicam-se mais à satisfação do parceiro, com mais preliminares, o que pode indicar uma satisfação sexual superior”, disse Maria Manuela Peixoto.

Este estudo teve como principal objetivo contribuir para a compreensão do funcionamento sexual em heterossexuais, gays e lésbicas.

Além do objetivo de aumentar o conhecimento científico na área, este estudo pretendeu ainda contribuir para a formação mais específica dos profissionais de saúde.

A reunião científica dedicada ao tema “Investigação em Sexualidade Humana: Passado, presente e futuro” é organizada pelo SexLab e realiza-se no Porto.

Criado pelo Centro de Investigação em Sexualidade Humana da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, em parceria com a Universidade de Aveiro, o SexLab é o primeiro laboratório em Portugal a conduzir de forma regular estudos de natureza experimental e psicofisiológica em sexologia.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Na minha opinião, só é homossexual que tem problemas na cama.
    Teve Deus tanto trabalho em desenhar 2 coisinhas tão perfeitinhas para encaixar uma na outra, para esta gente agora não as saber usar. Isto é a mesma coisa que ter um Porche e não andar a mais de 40km/hora com ele.
    Tenho alguns amigos/as/conhecidos que por volta dos 50 anos viraram para homossexuais e quanto mais eu tento perceber a mente dessas pessoas mais tenho a certeza que a relação heterossexual não passou de um mal entendido para eles/as, ou seja, como não eram felizes, foram experimentar o outro lado e mesmo quando não estão satisfeitos com a relação homossexual por vergonha, para não darem o braço a torcer (porque para eles, isso é que é uma vergonha), mantêm-se homossexuais.
    É verdade que às vezes o sexo é uma coisa complicada e algumas pessoas nunca souberam verdadeiramente o que é o prazer sexual. Não há prazer como o prazer de um casal heterossexual, mas quando há de facto prazer. E eu sou uma pessoa sortuda nesse aspeto, acredito que nem todos os casais lá cheguem. Quando um casal heterossexual está a fazer amor e chegam ao climax ao mesmo tempo, principalmente quando a mulher conduz o processo e o seu órgão começa a sugar o órgão masculino e nas suas profundezas, com uma força impressionante, agarra a glande masculina e contrai e descontrai/contrai e descontrai/contrai e descontrai…ah…qualquer pessoa masculina ou feminina que tenha esta experiência não vai ser homossexual de certeza. só o encaixe perfeito do órgão masculino no órgão sexual feminino pode dar o maior prazer do mundo. Os homossexuais não sabem o que perdem…

    • Ó c’um cara***** Isto é com cada um. Ó amigo, cada um leva onde quer e onde lhe der mais jeito e prazer e você não tem nada a ver com isso. Meta-se lá na cama com a sua mulher no descontrai / contrai… e deixe os outros levarem onde quiserem.

  2. Você também não sabe o quão prazeroso é o sexo entre duas pessoas do mesmo sexo
    .
    E poupe-nos com o seu proselitismo religioso que esta página é sobre sexualidade e satisfação entre os pares heterossexuais e homossexuais.
    E ninguém vira coisa alguma. O que acontece é que muita gente se descobre/se assume homossexual tardiamente. Há casos também em que certas pessoas por serem bissexuais vivem/se relacionam com parceiros do mesmo sexo e seja um “choque” para quem achava que os mesmos eram heterossexuais por terem tido relacionamentos com pessoas do sexo oposto.
    Recomendo-lhe que leia algo sobre a diversidade sexual humana, que se informe bem, que abandone os seus preconceitos, abra a sua mente, veja a sexualidade humana com mais naturalidade, respeito e tolerância. E não continue a misturar religião com sexualidade. Há um longo caminho a percorrer para atingir a compreensão do maravilhoso e complexo mundo da sexualidade humana, mas certamente vai valer a pena. E até pode aproveitar para comprovar que a homossexualidade não é algo exclusivo da espécie humana. A homossexualidade foi observada e documentada também em muitas espécies animais.

    • Nunca vi um leão a comer outro… não no sentido literal… isso provavelmente até já vi. Quando a fome aperta tudo marcha. Fome no sentido literal subentenda-se…

      • Eu também nunca vi leão usar roupas. Seres humanos usam. O sexo humano vai além da reprodução. Além de comportamento homossexual em outras espécies.

RESPONDER

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …

Viseiras de Leiria despertam cobiça. Bélgica e EUA queriam comprar toda a produção

Várias empresas de moldes e plásticos da região de Leiria estão a fabricar viseiras de protecção contra a Covid-19. Uma adaptação em tempos de pandemia que está a levantar atenção no estrangeiro, com EUA e …

Apple vai começar a produzir um milhão de máscaras por semana

O presidente da Apple, Tim Cook, anunciou que a empresa poderá produzir um milhão de máscaras por semana a partir do próximo fim de semana. Tim Cook explicou, na sua conta da rede social Twitter, que …

Robert Weighton é o homem mais velho do mundo. Tem 112 anos

Com 112 anos completados no dia 29 de março, o britânico Robert Weighton tornou-se o homem mais velho do mundo. Robert Weighton nasceu no dia 29 de março de 1908, em Kingston-Upon-Hull, no Yorkshire. Ao longo …

ISEG prevê queda do PIB entre 4% e 8% em 2020

O Grupo de Análise Económica do instituto da Universidade de Lisboa revelou o intervalo indicativo de variação do PIB usando duas evoluções diferenciadas da crise, com duração mínima de dois meses. A economia portuguesa deverá ter …

Boris Johnson nos cuidados intensivos

O primeiro-ministro britânico, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para os cuidados intensivos. Boris Johnson, que está infetado com covid-19, foi transferido esta segunda-feira para a unidade de cuidados intensivos, depois de …

Estado de emergência impede lojistas de terminarem contratos de arrendamento

Os lojistas que fecharam os seus estabelecimentos por causa da pandemia não podem acabar com os contratos de arrendamento por causa da queda das receitas. De acordo com o Diário de Notícias, o decreto-lei do Governo …

Hi Fly quer usar A380 na Portela para transportar equipamento, mas ANA não autoriza

Um estudo da fabricante de aviões Airbus dá o A380 como compatível no aeroporto de Lisboa. No entanto, a ANA alega que teria de fazer "obras avultadas" para autorizar a operação do A380 na Portela. A …