Harry Potter ganha novo (e estranho) capítulo

(dr) Warner Bros. Pictures

Harry Potter e o retrato daquilo que parecia ser um grande monte de cinzas é o título do mais recente pedaço da história protagonizada pelo famoso feiticeiro. Mas não foi J.K. Rowling que o escreveu.

Os autores do mais recente capítulo de Harry Potter foram predictive keyboards, uma forma de inteligência artificial.

Este tipo de teclados (o Teclado Google, para Android, é um exemplo) funciona com base no histórico de palavras utilizadas. No fundo, e simplificando, não é mais do que o conjunto de sugestões que vão aparecendo no telemóvel enquanto escrevemos uma mensagem.

Este tipo de sugestões preditivas deveriam ser úteis, mas, na maioria dos casos, apenas servem para escrevermos “Acabei de ver How Tô geral away Witherspoon mureta” e só nos apercebermos que How To Get Away With Murder mudou de nome depois de enviarmos a mensagem.

Ora estes teclados foram utilizados por uma equipa da Botnik – comunidade de artistas que, em conjunto com máquinas, desenvolvem conteúdos novos e (propositadamente) estranhos – para escrever uma nova história de Harry Potter.

Usámos predictive keybords que ‘estudaram’ os sete livros de Harry Potter para criar esta nova história”, pode ler-se num tweet da Botnik Studios. Mais de 90 mil pessoas reagiram à publicação com likes ou comentários muito positivos. “Isto é, sem sombra de dúvidas, a melhor coisa que já li” é um exemplo de um deles.

Para além destes teclados, uma equipa de escritores colaborou no capítulo. Foram eles que editaram a “salada de palavras” normalmente gerada pelos predictive keyboards, e lhe deram sentido e fio condutor.

A história, que pode ler online, tem início num cenário em que o céu é preto e cheio de sangue. Ron encontra-se junto a um castelo a fazer uma “dança frenética tipo sapateado” e, mal vê Harry aproximar-se, “começa a comer a família de Hermione”.

Talvez por isso (ou não, nunca saberemos), um pouco mais à frente o narrador afirma que “para Harry, Ron era um barulhento, lento e suave pássaro”. O pior é que Harry “não gostava de pensar em pássaros”.

A aventura continua e, após se depararem com a porta do castelo fechada (com uma password que Hermione lamenta, “MULHER BIFE”), Voldemort entra em ação. “És um feiticeiro mau e ruim”, acusa Harry, de forma selvagem. Os parágrafos seguintes ficaram marcados por situações tão ou mais caricatas.  E não poderia mesmo ser de outra forma.

Hermione encheu a cara de lama e Harry apelidou Ron de “o jeitoso”, elogio que prontamente retirou enquanto mergulhava a amiga em molho quente. Quem nunca? O final da história foi protagonizado pelo famoso feiticeiro: “Eu sou o Harry Potter, as artes negras que se preocupem, oh boy!”, gritou, após ter caído de umas escadas em espiral.

Resta-nos esperar pelo que J.K. Rowling terá a comentar. Para já, podemos dizer que a autora está, literalmente, sem palavras.

PARTILHAR

RESPONDER

Covid-19. Autocarros com ucranianos retirados da China recebidos à pedrada

Dezenas de manifestantes envolveram-se em confrontos com a polícia, esta quinta-feira, numa localidade no centro da Ucrânia, onde 70 pessoas vão ficar sob quarentena depois de terem regressado da China. Com receio da propagação do Covid-19, …

Músicos estrangeiros precisarão de visto e de poupanças para tocar no Reino Unido

A partir de 2021, os músicos estrangeiros que pretendam atuar no Reino Unido precisarão de visto. Três meses antes de submeterem o pedido, terão também de provar que têm 1000 libras (1180 euros) em poupanças, …

Tribunal Supremo Eleitoral recusa candidatura de Evo Morales ao Senado

O ex-Presidente da Bolívia considerou "um golpe contra a democracia" a decisão do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) de recusar a sua candidatura a senador nas eleições de maio. "A decisão do Tribunal Supremo Eleitoral é um …

Juízes exigem sindicância urgente ao sorteio na Relação de Lisboa

A Associação Sindical dos Juízes (ASJP) exigiu, esta sexta-feira, ao Conselho Superior da Magistratura (CSM) uma "sindicância urgente" aos procedimentos de distribuição de processos no Tribunal da Relação de Lisboa. A posição da Associação Sindical dos Juízes …

Deputado do PSD que avançou com proposta de referendo à eutanásia acabou a assumir alcoolismo

Pedro Rodrigues, deputado social-democrata e antigo líder da JSD, assumiu publicamente, através do Facebook, ter um problema de alcoolismo. Num texto publicado no Facebook, o social-democrata explica que faz esta revelação por estar a ser vítima …

Morreu doente que parou o Parlamento para pedir tratamento para a hepatite C

José Carlos Saldanha ficou conhecido, há cinco anos, por interromper o ministro da Saúde numa sessão do Parlamento para pedir tratamento para a hepatite C. A informação foi confirmada à agência Lusa por fonte oficial do …

Com dívidas ao Fisco, cavaleiro João Moura "sem dinheiro" para alimentar cães. Arrisca 2 anos de prisão

O cavaleiro João Moura está acusado do crime de maus-tratos e abandono de animais depois de lhe terem sido retirados 18 cães galgos, em aparente estado de subnutrição. Um dos animais acabou por morrer, pelo …

Desmantelada fábrica ilegal de tabaco. Funcionava num bunker

Uma operação levada a cabo pela Guardia Civil esta terça-feira desmantelou uma fábrica ilegal de tabaco, em Espanha, e deteve a organização clandestina que a geria: vinte pessoas foram detidas, de nacionalidades britânica, lituana e …

China diz que surto está "sob controlo" após 14 províncias não reportarem novos casos

O surto do coronavírus Covid-19 está "sob controlo", depois de a atualização diária mostrar que 14 das 34 províncias e regiões autónomas do país não detetaram novos casos, anunciaram esta sexta-feira as autoridades chinesas. O vice-diretor …

Após 2 anos preso, Pedro Dias assume três homicídios e diz-se arrependido

Pedro Dias, conhecido pelos homicídios de Aguiar da Beira, manifesta-se arrependido pelos crimes por que foi condenado a 25 anos de prisão, após cumprir dois anos da pena. Um arrependimento que é também um assumir …