Hackers holandeses espiaram hackers russos a interferir nas eleições americanas

Em mais um caso que nos lembra que muitas vezes a realidade supera a ficção, surgem agora dados segundo os quais as interferências de hackers russos nas eleições norte-americanos vão muito para além do que se poderia imaginar… e terão mesmo sido testemunhadas por um grupo de hackers holandeses.

Quando em novembro de 2014 se preparavam para lançar um ataque ao Departamento de Estado norte-americano, os hackers russos Cozy Bear estavam longe de imaginar que as suas actividades estavam a ser observadas por hackers holandeses.

Enquanto nos EUA o assunto das interferências russas nas últimas eleições é ainda tratado como um misto de teoria da conspiração e fake news, surge agora a notícia de que hackers dos serviços de inteligência Holandeses se conseguiram infiltrar na rede dos Cozy Bear, e espiar todas as suas actividades.

A escala destas operações entra na categoria de “isto dava um filme”. Segundo uma investigação do jornal holandês de Volkskrant e do programa televisivo Nieuwsuur, do canal estatal NOS, os hackers holandeses chegaram ao ponto de ganhar acesso a circuitos de câmaras de vigilância que lhes permitiram identificar visualmente cada um dos hackers russos que estava a ser monitorizado digitalmente.

A infiltração dos hackers da agência de inteligência holandesa, diz o jornal, terá permitido acompanhar detalhadamente as actividades dos hackers russos – entre as quais, todo o planeamento e interferência nas eleições presidenciais norte-americanas, que culminaram com a derrota de Hillary Clinton e eleição de Donald Trump.

Segundo o jornal holandês, os Cozy Bear, grupo de hackers russos especializado em atacar governos e empresas em todo o mundo, terão conseguido infiltrar-se na Casa Branca a partir do ataque de novembro de 2014 ao Departamento de Estado.

Após este ataque, os hackers conseguiram enviar a um funcionário da Casa Branca um email a partir dos servidores do Departamento de Estado, com um link para uma página comprometida. Confiando na origem do email, o funcionário seguiu o link, em cujo destino entregou aos hackers as credenciais de acesso a serviços da Casa Branca.

Estas informações, que foram passadas aos serviços norte-americanos, permitiram que alguns ataques iminentes dos hackers russos fossem contrariados ou evitados – restando agora saber até que ponto este tipo de interferências externas terão ou não tido influência determinante na chegada à Casa Branca de um presidente que as trata como fake news.

Quem não terá ficado muito radiante com o desfecho da sua proeza, conta o de Volkskrant, são os hackers holandeses, que se sentem traídos – não só porque a valiosa informação que recolheram não foi melhor utilizada, mas principalmente por terem sido expostos pelos seus “aliados” norte-americanos, e colocado os russos de sobre-aviso.

As informações cedidas pelos holandeses aos serviços de inteligência norte-americanos são uma das razões pelas quais o FBI iniciou uma investigação às suspeitas de interferência russa nos resultados das eleições presidenciais de 2016.

Donald Trump, entretanto, continua a sustentar que a interferência russa na sua eleição é fake-news, e responde-lhes até dando ordens para o despedimento de Robert Mueller, o chefe da equipa nomeada para a investigar a alegada ingerência do amigo Vladimir Putin.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Pronto… E agora fica tudo na mesma como a lesma. Ou seja, tudo como dantes, quartel general em Abrantes. Que é como quem diz, mudam as moscas mas a Trumpa é sempre a mesma… Ou ainda, os cães ladram e a caravana pasta. Ou não era bem assim?..

    A múmia oxigenada vai continuar a aquecer o lugar como se nada disto tivesse qualquer relevância. Sinais dos tempos em que vivemos, em que nada quer dizer nada e em que num minuto nos indignamos e no outro metemos um like para não ter de pensar mais nisso.

  2. Estão é a tentar-se escapar porque o dossier que deu início às investigação dos hackers russos vai provavelmente ser exposto ao público americano. Isso os jornais já não mostram. Agora vai dizer que está era a verdadeira justificação.

RESPONDER

Um megassatélite em órbita de Ceres daria "um ótimo lar" para seres humanos

Enquanto Elon Musk, CEO da SpaceX, olha para Marte, o físico e astrobiólogo Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico da Finlândia, está de olho no planeta anão Ceres. Seres humanos a viver noutros planetas do Sistema …

O vento solar é estranhamente atraído para o Pólo Norte (e não se sabe porquê)

Durante anos, os cientistas pensaram que o vento solar era igualmente atraído para os Polos Norte e Sul da Terra. No entanto, estudos recentes mostram que estas partículas parecem preferir o Norte - e não …

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …