Rui Pinto vai ser extraditado para Portugal (apesar da “questão de vida ou morte”)

O hacker português Rui Pinto, colaborador do Football Leaks e indiciado de seis crimes, vai ser extraditado para Portugal para responder perante a justiça portuguesa, decidiu esta terça-feira o Tribunal Metropolitano de Budapeste, numa audiência pública.

Rui Pinto, que está em prisão domiciliária, em Budapeste, na Hungria, desde 18 de Janeiro, deverá ser imediatamente detido quando chegar a Portugal.

A sessão arrancou às por volta das 10:15 (09:15 em Lisboa) e serviu para as partes apresentarem ao tribunal os respetivos fundamentos.

Rui Pinto opôs-se à extradição: “É uma questão de vida ou de morte que não me envie para Portugal”. O pirata informático, suspeito de estar envolvido no caso dos e-mails dos Benfica, disse ser alvo de ameaças de morte – “eu sou um alvo a abater”. “Obviamente estamos a falar de uma máfia e todos os cuidados têm que ser poucos”, sustentou.

“As autoridades portuguesas nunca me tentaram contactar. Sabem a minha morada em Portugal, o meu número de telemóvel, mas nunca me enviaram uma carta. Peço à juíza que não me envie para Portugal. É uma questão de vida ou de morte“, apelou.

Aos jornalistas portuguesas presentes, disse que França lhe propôs a integração num programa de proteção de testemunhas. “Infelizmente, as autoridades portuguesas meteram-se no meio”, criticou, dizendo que “os alarmes soaram” no Ministério Público quando surgiram notícias que ligavam Rui Pinto ao caso dos emails do Benfica.

“Infelizmente, não posso confiar nas autoridades portuguesas. Já deram provas de que em casos relacionados com futebol são completamente parciais”, afirmou.

Rui Pinto tomou como exemplo o caso e-Toupeira, no qual, disse, “há uma clara apatia das autoridades portuguesas”, notando que falta de “vontade” para perseguir os alegados criminosos. O mesmo acontece com o fundo Doyen: “Existem provas claríssimas que esse fundo é gerido pela máfia do Cazaquistão, mas, apesar disso, as autoridades portuguesas não quiseram investigar”, disse.

Rui Pinto foi detido em 16 de janeiro, na sequência de um mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) por duas situações: acesso aos sistemas informáticos do Sporting Clube de Portugal (SCP) e do fundo de investimento ‘Doyen Sports’ e posterior divulgação de documentos confidenciais, como contratos de jogadores do SCP e do então treinador Jorge Jesus, assim como de contratos celebrados entre a ‘Doyen’ e vários clubes de futebol.

Em 13 de fevereiro deste ano, o tribunal húngaro rejeitou o recurso do Ministério Público daquele país para que Rui Pinto passasse a prisão preventiva, mantendo o português em prisão domiciliária, enquanto aguarda o desenrolar do processo de extradição para Portugal, ao qual se opôs.

Rui Pinto terá acedido, em setembro de 2015, ao sistema informático da “Doyen Sports Investements Limited”, com sede em Malta, que celebra contratos com clubes de futebol e Sociedades Anónimas Desportivas (SAD). O ‘hacker’ é também suspeito de aceder ao email de elementos do conselho de administração e do departamento jurídico do Sporting e, consequentemente, ao sistema informático da SAD ‘leonina’.

Rui Pinto está indiciado de seis crimes: dois de acesso ilegítimo, dois de violação de segredo, um de ofensa a pessoa coletiva e outro de extorsão na forma tentada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Coitado? Cometeu crimes, tem de ser julgado por isso.. ponto!
      Agora as autoridades na posse da informação que ele tem devem seguir em frente e condenar quem tiver de condenar, sejam clubes ou dirigentes dos mesmos.
      Mas este tipo cometeu vários crimes e por isso mesmo tem de ser julgado, a lei existe para ser cumprida não é deixar passar apenas porque expos algo, ele não é policia e não pode andar a fazer de policia!
      Quando acedeu a esses dados porque motivo não enviou para as autoridades?
      Andou a fazer chantagem com a doyen para lucrar.
      Depois com as credenciais de acesso que obteve de forma ilicita quando se conectou à rede wifi da representante do fundo, entrou no home banking e transferiu dinheiro.
      O que ele fez é crime e deve ser julgado por isso, não se faça de anjinho agora!

Nós, Cidadãos! convida Aliança para coligação. Partido de Santana ainda está "a examinar"

O partido Nós, Cidadãos! desafiou a Aliança para uma coligação eleitoral “ao centro”, mas fonte oficial da força política liderada por Santana Lopes esclareceu que ainda está “a examinar”. O presidente do Nós, Cidadãos!, Mendo Castro Henriques, confirmou à …

Benfica desmente negociações com Atlético de Madrid por João Félix

O Benfica desmentiu, em nota divulgada esta segunda-feira, todas as notícias que dão conta de uma transferência iminente de João Félix para o Atlético de Madrid. João Félix tem feito capa em vários jornais espanhóis, que insistem …

Não havia tantos pré-avisos de greve desde o tempo da troika

Nas próximas semanas, são poucos os dias úteis que não têm pelo menos uma greve. Se o ritmo se mantiver, este será o ano da legislatura com mais pré-avisos. Dos hospitais aos tribunais, passando pelos transportes …

“Maré vermelha” interdita banhos em várias praias do Algarve

As praias entre a Ilha do Farol e Vilamoura, no Algarve, estão interditadas a banhos devido a uma concentração de uma alga marinha que pode ser perigosa para a saúde. As praias algarvias entre a Ilha …

Gulbenkian vende petrolífera Partex por 555 milhões de euros

A Fundação Gulbenkian assinou, esta segunda-feira, um acordo para a venda da Partex com a PTT Exploration and Production por 555 milhões de euros. Em comunicado hoje divulgado, a Fundação Gulbenkian informou que "a operação terá um …

Ex-diretor revela carta que desmente Berardo sobre créditos na CGD

O ex-diretor de grandes empresas da CGD afirmou que José Berardo enviou uma carta dirigida a Carlos Santos Ferreira, ex presidente do banco, a solicitar a abertura do crédito de 350 milhões de euros para …

Suecos burlaram multinacionais em 1,7 milhões de euros a partir de Setúbal

Um casal de suecos burlou várias empresas multinacionais com um esquema de roubo de emails praticado a partir de Setúbal. Estas empresas chegaram a transferir 1,7 milhões de euros até à detenção do casal. Michel M., …

Huawei admite quebra de receitas superior a 26 mil milhões de euros

O fundador da Huawei admitiu esta segunda-feira uma quebra de receitas em 30.000 milhões de dólares (26.760 milhões de euros), face à pressão de Washington, que acusa o grupo de telecomunicações de estar exposto à …

Relação agrava pena de subcomissário da PSP que agrediu adeptos do Benfica

O Tribunal da Relação de Guimarães agravou para três anos e meio a pena de prisão, suspensa na sua execução, de um subcomissário da PSP por agressão a dois adeptos do Benfica naquela cidade, em …

Indonésia devolve aos EUA cinco contentores com resíduos não declarados

A Indonésia devolveu cinco contentores de lixo aos Estados Unidos (EUA) por terem sido encontrados resíduos não declarados no seu interior, informaram esta segunda-feira fontes oficiais. O porta-voz do ministério do Meio Ambiente indonésio, Djati Witjaksono …