Há um ano que sapatilhas da Nike dão à costa nos Açores (e ninguém sabe porquê)

Há um ano que dão à costa, na Ilha das Flores, vários artigos de calçado. Mas o fenómeno é alargado a outros países. A explicação pode estar num navio e numa tempestade.

O mundo anda intrigado com o estranho fenómeno das sapatilhas Nike que, desde há um ano, dão à costa nos Açores. A explicação pode estar num navio e numa tempestade.

A BBC, que investigou o caso, encontrou Guilherme “Gui” Ribeiro, habitante da Ilha das Flores, que, em setembro de 2018, começou a reparar que havia artigos de calçado a dar à costa. Primeiro, pensou que seria apenas consequência do desperdício criado pelos humanos no oceano.

Contudo, as sapatilhas, “havaianas” e outros tipos de calçado apareciam com regularidade, sempre das mesmas marcas, dos mesmos modelos e, nalguns casos, com a mesma data de fabrico – e pareciam nunca ter sido usados.

Gui Ribeiro percebeu que não se tratava de um acontecimento isolado. Nos meses que se seguiram, recolheu mais de 60 sapatilhas da Nike, além de outras marcas.

Mas as sapatilhas não surgem apenas nos Açores. Também já foram encontradas em praias das Bermudas, das Bahamas, França, Irlanda, Inglaterra, Escócia e das Ilhas do Canal. A origem parece ser um navio. “Segundo a pesquisa que fiz, tudo indica que podem ter vindo de alguns dos 70 a 76 contentores que caíram do Maersk Shanghai“, explica Gui Ribeiro.

O Maersk Shanghai é um navio de cargas que, a 3 de março de 2018, foi caçado por uma tempestade perto da costa da Carolina do Norte, dos EUA. Uma parte dos seus contentores caiu ao oceano e, na altura, nove foram encontrados, mas sete foram dados como afundados. O conteúdo dos contentores parece, agora, estar a aparecer em várias praias do Oceano Atlântico.

Embora não seja possível confirmar com certeza que todas as sapatilhas tenham vindo do Maersk Shanghai, a Triangle e a Great Wolf Lodge, duas marcas de calçado, confirmaram que os exemplos dos seus produtos que foram recuperados tinham vindo do barco.

Lauren Eyles, da Sociedade de Conservação Marinha (SCM), acredita que este estranho caso “vai ter um impacto negativo na fauna e flora marinhas”. “Os sapatos vão desintegrar-se em micro-plásticos, ao longo dos anos, o que terá impacto enorme na fantástica vida selvagem que há no Reino Unido e em todo o mundo”, afirma Eyles à BBC, ainda que “não haja informação suficiente para tirar conclusões específicas”.

Fonte da Organização Marítima Internacional, regulador de navios das Nações Unidas, disse que “há que fazer mais para identificar e reportar contentores perdidos”. O organismo garante que já “adotou um plano de ação para lidar com o lixo marinho de plástico de navios”.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Negociações falharam. Sindicatos dos motoristas entregam pré-aviso de greve

Os sindicatos representativos dos camionistas não chegaram a acordo com a ANTRAM e entregaram um pré-aviso de greve, com início em 12 de agosto, após uma reunião de quase cinco horas, sob a mediação do …

Tribunal do Porto condena 119 pessoas por corrupção com cartas de condução

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou 119 pessoas, entre instrutores, examinadores e alunos de escolas de condução do Grande Porto, a penas de prisão efetiva e suspensa por participarem num esquema de corrupção …

Este pequeno verme é a criatura mais barulhenta dos oceanos

O oceano é um lugar surpreendentemente barulhento. Há baleias cantoras, camarões-pistola que produzem estrondos sónicos e cardumes de peixes barulhentos.  Mas das criaturas grandes e pequenas que habitam os nossos oceanos, poucas se tornam mais barulhentas …

Já sabemos qual vai ser o primeiro fruto a ser plantado na EEI (e é picante)

Se tudo correr como planeado, em novembro deste ano, a Estação Espacial Internacional (EEI) vai ficar um bocadinho mais picante. De acordo com o Science Alert, os investigadores querem enviar para a Estação Espacial Internacional (EEI) …

O Hubble encontrou um buraco negro que não devia existir

Algo estranho está a acontecer a 130 milhões de anos-luz da Via Láctea na galáxia espiral NGC 3174. Há um disco fino de material a rodear o seu pequeno e esfomeado buraco negro. Discos como os …

Alimentos para bebés têm excesso de açúcar, alerta a OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) detetou em quatro cidades da Europa que pelo menos um em cada três alimentos infantis tem níveis de açúcar excessivos e são comercializados de forma incorreta como adequados para …

Estilo de vida saudável pode compensar risco genético de Alzheimer

Novas pesquisas sugerem que um estilo de vida saudável pode reduzir em um terço o risco de doença de Alzheimer ou outras formas de demência, mesmo existindo genes que aumentem o risco destas doenças. Investigadores britânicos …

Lançada Barbie em homenagem a David Bowie

A Matel acaba de lançar uma Barbie em homenagem ao músico britânico David Bowie, que faleceu em 2016, noticia esta semana a Associated Press. De acordo com a agência noticiosa, a nova da Barbie visa celebrar …

Netflix retrata a trágica história de Nicolau II, o último czar da Rússia

A Netflix acaba de lançar The Last Czars, uma série documental sobre a história de Nicolau II e a sua família, que acabou por ditar o fim da dinastia de 300 anos dos Romanov e …

Português desce e Matemática volta à positiva nos exames do 9.º ano

As médias dos alunos do 9.º ano nos exames desceram este ano a Português e subiram a Matemática, voltando a uma média positiva, mas com uma taxa de reprovação ainda a rondar os 30%. Os exames …