Há um ano que sapatilhas da Nike dão à costa nos Açores (e ninguém sabe porquê)

Há um ano que dão à costa, na Ilha das Flores, vários artigos de calçado. Mas o fenómeno é alargado a outros países. A explicação pode estar num navio e numa tempestade.

O mundo anda intrigado com o estranho fenómeno das sapatilhas Nike que, desde há um ano, dão à costa nos Açores. A explicação pode estar num navio e numa tempestade.

A BBC, que investigou o caso, encontrou Guilherme “Gui” Ribeiro, habitante da Ilha das Flores, que, em setembro de 2018, começou a reparar que havia artigos de calçado a dar à costa. Primeiro, pensou que seria apenas consequência do desperdício criado pelos humanos no oceano.

Contudo, as sapatilhas, “havaianas” e outros tipos de calçado apareciam com regularidade, sempre das mesmas marcas, dos mesmos modelos e, nalguns casos, com a mesma data de fabrico – e pareciam nunca ter sido usados.

Gui Ribeiro percebeu que não se tratava de um acontecimento isolado. Nos meses que se seguiram, recolheu mais de 60 sapatilhas da Nike, além de outras marcas.

Mas as sapatilhas não surgem apenas nos Açores. Também já foram encontradas em praias das Bermudas, das Bahamas, França, Irlanda, Inglaterra, Escócia e das Ilhas do Canal. A origem parece ser um navio. “Segundo a pesquisa que fiz, tudo indica que podem ter vindo de alguns dos 70 a 76 contentores que caíram do Maersk Shanghai“, explica Gui Ribeiro.

O Maersk Shanghai é um navio de cargas que, a 3 de março de 2018, foi caçado por uma tempestade perto da costa da Carolina do Norte, dos EUA. Uma parte dos seus contentores caiu ao oceano e, na altura, nove foram encontrados, mas sete foram dados como afundados. O conteúdo dos contentores parece, agora, estar a aparecer em várias praias do Oceano Atlântico.

Embora não seja possível confirmar com certeza que todas as sapatilhas tenham vindo do Maersk Shanghai, a Triangle e a Great Wolf Lodge, duas marcas de calçado, confirmaram que os exemplos dos seus produtos que foram recuperados tinham vindo do barco.

Lauren Eyles, da Sociedade de Conservação Marinha (SCM), acredita que este estranho caso “vai ter um impacto negativo na fauna e flora marinhas”. “Os sapatos vão desintegrar-se em micro-plásticos, ao longo dos anos, o que terá impacto enorme na fantástica vida selvagem que há no Reino Unido e em todo o mundo”, afirma Eyles à BBC, ainda que “não haja informação suficiente para tirar conclusões específicas”.

Fonte da Organização Marítima Internacional, regulador de navios das Nações Unidas, disse que “há que fazer mais para identificar e reportar contentores perdidos”. O organismo garante que já “adotou um plano de ação para lidar com o lixo marinho de plástico de navios”.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …

Dois youtubers detidos a tentar invadir a Área 51

Quatro dias antes do evento mundial, dois youtubers adiantaram-se e foram detidos na última terça-feira por tentarem invadir a Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos. Ties Granzier e Govert Sweep, dois holandeses de …

Onda de bebés nascidos com mãos deformadas abre investigação na Alemanha

As autoridades de saúde lançaram uma investigação depois de três bebés nasceram com deformações raras das mãos nos últimos quatro meses num hospital alemão. "Entre junho de 2019 e o início de setembro de 2019, um …

Explosão causou incêndio nas instalações onde a Rússia armazena a varíola e a ébola

Esta segunda-feira, uma explosão causou um incêndio no Centro Estatal de Investigação de Virologia e Biotecnologia, na Rússia. Estas instalações são dos poucos sítios onde a varíola e a ébola estão armazenadas. Uma explosão num tanque …

Ikea vs Kitea: batalha judicial entre suecos e marroquinos em Portugal

A marca sueca de imobiliário Ikea está a contestar nos tribunais portugueses o registo da marca marroquina Kitea. A semelhança entre os dois nomes não é uma mera coincidência, já que ambas vendem o mesmo …

EUA vão processar Edward Snowden por causa da sua autobiografia

O governo dos EUA vai processar Edward Snowden a propósito da autobiografia que chegou esta terça-feira a mais de 20 países. O processo judicial argumenta que autor violou acordos de confidencialidade. A autobiografia de Edward Snowden, …

27 anos depois, o maestro do trânsito regressa a Castelo Branco

A figura do polícia sinaleiro regressou a Castelo Branco 27 anos depois para coordenar o trânsito, numa iniciativa que surpreendeu os jovens condutores e peões, e que levou os mais velhos a aplaudiram e a …

Descoberto em Ílhavo primeiro sítio pré-histórico subaquático português

Uma equipa de arqueólogos descobriu vestígios de uma mancha de ocupação ou possível acampamento do neolítico a cerca de dois metros de profundidade na Ria de Aveiro, em Ílhavo. "Temos estado a apanhar algumas surpresas valentes. …