Há sobras de comida que sabem realmente melhor no dia seguinte (e os cientistas já sabem porquê)

Não é mito. Existem realmente sobras de comida que sabem melhor no dia seguinte e um especialista da Universidade de Oxford (Reino Unido) – que adora caril – explica o porquê à luz da Ciência.

De acordo com Charles Spence, que desenvolveu uma investigação para a cadeia de supermercados Asda, o fenómeno agora comprovado está relacionado com a dispersão do sabor e da humidade da comida depois de refrigerada e novamente aquecida.

“Como amante do caril, sei que o caril pode ficar muito melhor à medida que o prato se desenvolve entre a sua preparação e o seu reaquecimento (…) Pratos que sabem melhor após serem reaquecidos são os húmidos e muitas vezes incorporam uma gama complexa de ingredientes”, disse o especialista, citado pelo portal Prima.

“Se deixarmos um caril no frigorífico durante a noite, os sabores dispersam-se de maneira mais uniforme. Embora um caril possa ter até 20 ou 30 especiarias diferentes, a ideia é que eles devem fundir-se para que nenhum elemento seja identificável na mistura”.

O mesmo acontece com outros pratos, como uma lasanha ou esparguete à bolonhesa, sintetiza a revista Visão. “Quanto mais tempo uma carne ficar mergulhada num determinado molho, mais esta fica marinada e mais ganha sabor“.

“Quando um caril ou um estufado está a borbulhar ao lume, o colagénio da carne quebra-se. Quando ela fica a repousar no frigorífico, ganha uma gelatina que, depois de reaquecida, derrete e cria uma textura sedosa na boca”.

E exemplifica ainda: “Toda a gente já ouviu falar de batatas fritas triplamente cozinhadas e, para certos pratos, funciona da mesma forma (…) As sobras de lasanha também acabam por ser triplamente cozinhadas. Primeiro, cozinha-se lentamente a carne, segue-se algum tempo no forno e, finalmente, o reaquecimento no dia seguinte”.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

FC Porto-Olympiacos e Benfica-Standard Liège vão ter adeptos nas bancadas

Os encontros entre o FC Porto e o Olympiacos e o Benfica e o Standard Liège, para a Liga dos Campeões e a Liga Europa, vão poder ter adeptos nas bancadas. Este domingo, o FC …

Uma carta de desamor ao BE e uma geringonça despedaçada. OE passa, mas com margem mínima

O PCP vais abster-se e o Bloco de Esquerda vai votar contra. O Orçamento do Estado para 2021 deverá passar na generalidade, mas com uma margem estreita de três votos. O Orçamento do Estado para 2020 …

Monstros marinhos no deserto? Restos de ancestral do peixe-boi encontrados em deserto no Egito

De acordo com um novo estudo, há 40 milhões de anos, o Deserto Oriental Africano era o lar dos ancestrais dos peixes-boi e dos dugongos.  No ano passado, uma equipa de arqueólogos encontrou fósseis de um antigo …

Mourinho voltar a criticar o VAR (e lembra penálti do City frente ao FC Porto)

O treinador do Tottenham, o português José Mourinho, voltou a criticar o VAR, recordando o penálti assinalado contra o FC Porto no jogo frente ao Manchester City a contar para a fase de grupos da …

Salgado e outros banqueiros suspeitos de desviar milhões de euros do BES Angola

O ex-presidente do BES, Ricardo Salgado, o ex-líder do BESA, Álvaro Sobrinho, o ex-administrador do BES, Amílcar Morais Pires, e o ex-administrador do BESA, Hélder Bataglia, são suspeitos de desviar milhões de euros do BES …

Uma mão cheia de vitórias. Benfica procura melhor arranque na I Liga em 38 anos

O Benfica, líder do campeonato, vai procurar manter o pleno de vitórias na I Liga portuguesa de futebol na receção ao Belenenses SAD, na partida de encerramento da quinta jornada, disputada nesta segunda-feira às 20h15. Com …

Açores. Direita tem mais mandatos do que a esquerda. PSD quer dialogar (mas Chega exclui coligação)

A Assembleia Legislativa dos Açores passará a ter representantes de sete forças políticas, com o Chega, a Iniciativa Liberal e o PAN a chegar pela primeira vez ao parlamento regional onde o PS já não …

Descoberta nova proteína capaz de alterar o ADN e prevenir doenças

Um grupo de investigadores da Universidade de Sevilha, em colaboração com equipas das Universidades de Murcia e Marburg, identificou uma nova proteína que permite recompor o ADN. A proteína em questão chama-se criptocromo, e evoluiu …

Federação dos Médicos alerta que SNS não "consegue responder ao maior desafio que já viveu"

O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), Noel Carrilho, demonstrou este domingo preocupação pela falta de meios no Serviço Nacional de Saúde (SNS), que considera não conseguir responder ao "maior desafio que já viveu". "Desde …

Vacina de Oxford produz "resposta imune robusta" em maiores de 55 anos

A vacina desenvolvidade pela Universidade de Oxford em colaboração com a farmacêutica AstraZeneca produz "uma resposta imune robusta" em pessoas com mais de 55 anos. De acordo com o Financial Times, a vacina desenvolvida pela Universidade de …