Há 26 medicamentos para o cancro à espera de comparticipação do Estado

PhotoXpress

-

Em Portugal, há 26 medicamento para o cancro que já estão disponíveis no mercado mas ainda aguardam uma decisão sobre a comparticipação do Estado para serem utilizados nos hospitais.

Em declarações ao jornal i, a Liga Portuguesa Contra o Cancro afirmou que os doentes esperam meses por autorizações para usar os novos medicamentos para o cancro e já há quem procure alternativas em hospitais privados para ter acesso aos fármacos.

“Muitas vezes, quando a autorização chega já não interessa. O período em que o doente poderia beneficiar já passou”, denunciou a instituição.

De acordo com o jornal, um dos processos que se arrasta há mais tempo é o da Abiraterona, um medicamento para o cancro da próstata comparticipado em 19 países europeus.

Em Portugal, custa mais de três mil euros por mês, e agora será comparticipado mas apenas para os doentes que já fizeram quimioterapia.

“É positivo mas devia ser dado antes da quimioterapia, que é quando há mais benefício, mas continuamos a ter enorme dificuldade de acesso”, destacou Gabriela Sousa, presidente da Sociedade Portuguesa de Oncologia.

O Infarmed reconhece o atraso na avaliação de comparticipações, mas sublinha que estão em curso medidas corretivas no sentido de tornar todo o processo mais ágil.

Segundo Vítor Veloso, da Liga Portuguesa contra o Cancro, enquanto o Infarmed e as farmacêuticas negoceiam os preços, os médicos têm de pedir autorização à administração do hospital, que por sua vez tem de pedir autorização ao regulador do medicamento, e “quando recebem luz verde, as instituições têm de comprar o medicamento ao laboratório ao preço com que chegou ao mercado”.

Há mortes que podiam ser evitadas ou pelo menos doentes que podiam ter um tempo de sobrevivência maior e com qualidade de vida”, acrescentou.

Só no primeiro trimestre do ano, as autorizações especiais de utilização de medicamentos para o cancro representaram uma despesa superior a 14,4 milhões de euros.

Em geral, a despesa com medicamentos para oncologia totalizou, nos primeiros quatro meses do ano, 84 milhões de euros, mais 11% do que no mesmo período do ano passado.

BZR, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. já no tempo do anterior governo eles estavam à espera. esta noticia tem pelo menos 2 anos de atrazo não percebo porquê. isto já não é noticia é uma peça de museu.

RESPONDER

GP de Portugal. Há 14 casos de covid-19 em equipas de Fórmula 1

Em conferência de imprensa, a Proteção Civil do Algarve revelou que foram identificados 14 casos de covid-19 entre pilotos e staff de equipas da Fórmula 1 que estiveram em Portimão. Foram identificados 14 casos de covid-19 …

Islâmicos "têm o direito" de matar franceses. Twitter retira comentário de ex-primeiro-ministro da Malásia

A rede social Twitter retirou um comentário controverso do antigo primeiro-ministro malaio ​​​​​​​Mahathir Mohamad, relativo ao debate desencadeado pelas palavras do Presidente francês, Emmanuel Macron, sobre o islão. Numa série de mensagens, em que Mahathir Mohamad …

Governo pondera decretar recolher obrigatório e restrições em mais municípios

O Governo está a avaliar avançar com o recolhimento obrigatório e alargar as restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, recusando, no entanto, um novo confinamento geral, disse hoje o …

Gigante americana Walmart retira (temporariamente) armas e munições das prateleiras

A gigante de distribuição norte-americana Walmart decidiu retirar temporariamente armas e munições das prateleiras das suas lojas, anunciou na quinta-feira um porta-voz da cadeia. A medida preventiva foi tomada a cinco dias de uma eleição presidencial …

BE afasta para já estado de emergência e defende requisição civil na saúde

A coordenadora do BE afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência e defendeu que o Governo utilize toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores …

Sismo de magnitude 7 abala Turquia e Grécia e provoca mini-tsunami. Pelo menos 4 pessoas morreram

Quatro pessoas morreram no oeste da Turquia, depois de um forte terramoto de magnitude 7 atingir o Mar Egeu na tarde desta sexta-feira. O abalo derrubou edifícios em áreas costeiras e fez pelo menos 120 …

EDP desiste de processo contra o Estado, mas vai levar tarifa social a Bruxelas

A EDP desistiu da litigância judicial com o Estado sobre a contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE), mas vai pedir à Comissão Europeia uma análise sobre o mecanismo de financiamento da tarifa social a …

"Fora com os pretos". Universidades e escolas de Lisboa vandalizadas com mensagens racistas

Várias universidades e escolas secundárias da região de Lisboa foram vandalizadas com mensagens de teor racista e xenófobo. "Viva a Europa Branca" ou "Fora com os pretos" são algumas das frases escritas. Várias pessoas denunciaram esta …

Preços das casas não baixam porque há Fundos a comprar tudo

Apesar de estarmos em plena crise pandémica, os preços das casas não têm sofrido uma baixa significativa. Uma realidade que se pode explicar pelo interesse de alguns Fundos na aquisição de imóveis, com a perspectiva …

Infetados, mortes e internamentos. Portugal bate recordes diários de covid-19

Portugal bateu o recorde diário de infeções, mortes e internamentos de doentes com covid-19. Registam-se mais 4.656 casos positivos, 40 óbitos e 1.834 pacientes internados. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 4.656 casos positivos e …