Guterres confirma vontade de concorrer à presidência da ONU

O antigo primeiro-ministro confirmou a disponibilidade para avançar com uma candidatura à liderança das Nações Unidas, mesmo sabendo que não vai ser um caminho fácil.

O ex-Alto Comissário da Nações Unidas para os Refugiados, António Guterres, confirmou esta segunda-feira que está disponível para se candidatar ao lugar de secretário-geral da ONU, atualmente ocupado por Ban Ki-moon.

As declarações do antigo primeiro-ministro surgem assim depois do anúncio do Governo em avançar com os apoios a essa candidatura.

Guterres considera que esta candidatura é uma “obrigação” para pôr em prática a experiência e capacidades que tem para ajudar causas nobres ao serviço das Nações Unidas.

“Tudo o que aprendi ao longo da vida, em todas as enormes oportunidades que me foram oferecidas, me cria a obrigação de estar disponível, numa lógica que sempre foi de serviço público e num mundo em situação muito difícil, de pôr a render essas experiências e capacidades ao serviço das causas mais nobres, que são a paz, direitos humanos, causas humanitárias e sustentabilidade do planeta”, afirmou, citado pelo Diário de Notícias.

No entanto, o socialista sabe que esta candidatura não vai ser fácil, essencialmente por dois grandes obstáculos, mas que aceita com “grande honra” esta candidatura por parte do Executivo.

“Não posso ser contrário à ideia de que também as mulheres têm que ter uma oportunidade em relação aos altos cargos”, sublinha Guterres, citado pela TSF, sabendo que há uma grande vontade no seio da organização de o próximo candidato ser uma mulher.

Além disso, existe a vontade de o sucessor para o cargo ser proveniente da Europa de Leste, como solução para um equilíbrio geoestratégico dentro da organização.

“Por outro lado, há questões de organização das Nações Unidas em relação às diversas regiões. Tudo isto tem uma grande complexidade. (…) A minha atitude é muito simples: é de disponibilidade”.

O ex-comissário do ACNUR salienta, porém, que acumula já um grande conjunto de experiências que podem ser vantajosas como candidato, desde ter vivido uma revolução em Portugal, passando pela “primeira linha” da consolidação da democracia, o facto de ter sido líder de um partido, primeiro-ministro e ter trabalhado dez anos “em apoio aos refugiados”.

Questionado pelos jornalistas se estava preparado para este novo desafio, Guterres foi prático: “São coisas para as quais nós nunca estamos inteiramente preparados”.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cofundador do Twitter doa 28% da riqueza para causas solidárias. Incluindo combate à Covid-19

O cofundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou que vai doar mil milhões de dólares (920 milhões de euros), 28% da sua riqueza pessoal, para causas solidárias, incluindo a luta contra a pandemia da Covid-19. Numa mensagem …

Reclusos libertados e cortes de água, luz, gás e internet suspensos

Esta quarta-feira, no Parlamento, a esquerda viabilizou o projeto do Governo para libertar reclusos. O PS vai ainda viabilizar as propostas do PCP e do BE que suspendem cortes na água, luz, gás e internet. A …

Pandemia deixa passaporte português mais "forte". É o sexto mais poderoso do mundo

A pandemia desencadeada pelo novo coronavírus oriundo da China (covid-19) tornou o passaporte português mais forte. O documento português subiu uma posição no ranking da Henley Passport Index, estando agora o documento na sexta posição dos …

SAD do Leixões avança para lay-off

A SAD do Leixões propôs ao plantel "que nos próximos três meses, abril incluído, pagaria metade do salário em cada mês, valores que seriam repostos ao longo do trimestre que se seguiria". O plantel do Leixões, …

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …