Guimarães suspende todos os espectáculos após stand-up de Nilton e Pipoca Mais Doce no Multiusos

A Pipoca Mais Doce / Facebook

Nilton e Pipoca Mais Doce no Multiusos de Guimarães

O Multiusos de Guimarães recebeu cerca de mil pessoas para o espectáculo com os humoristas Nilton, Hugo Sousa e Ana Garcia Martins, conhecida como a blogger Pipoca Mais Doce. As imagens publicadas nas redes sociais levaram a autarquia a suspender todos os espectáculos no concelho.

O espectáculo de comédia realizou-se neste sábado, 10 de Outubro, no Multiusos de Guimarães.

Nesse mesmo dia, Portugal registou um recorde de mais de 1600 novos casos de covid-19 em apenas 24 horas.

Perante este número, muitas pessoas ficaram indignadas quando Ana Garcia Martins publicou nas redes sociais uma imagem que mostra o que parece ser um Multiusos cheio, para assistir ao espectáculo de comédia stand-up.

Depois das críticas, a autarquia anunciou a “suspensão temporária dos espectáculos em todos os equipamentos culturais do concelho”, apesar de reconhecer que a Cooperativa Tempo Livre, organizadora do evento, “cumpriu o plano de contingência aprovado pelas autoridades de saúde”.

Numa nota no Facebook, o Multiusos de Guimarães constata que, depois de meio ano sem espectáculos, o espaço cumpriu “todas as orientações e medidas de segurança impostas pela DGS [Direcção Geral de Saúde] e pela Resolução do Conselho de Ministros”.

“Num layout de sala com capacidade para 2466 lugares, só foram ocupados 964 lugares correspondendo a 40% da lotação“, frisa o Multiusos, notando que o espectáculo decorreu com “toda a segurança para os participantes” e elogiando “o excelente comportamento do público”.

Blogger lembra que a autarquia autorizou o espectáculo

Também Ana Garcia Martins refere no Instagram que “foi um espectáculo autorizado pela DGS, pela Câmara Municipal de Guimarães e por todas as autoridades competentes”.

“Nem eu nem os meus colegas trabalhamos na clandestinidade ou actuamos de forma ilegal”, aponta ainda a blogger, reportando-se à lotação reduzida a 40% da capacidade e realçando que “todas as pessoas usaram máscara” e que “havia dispensadores de gel desinfectante no recinto”, bem como uma distância de uma cadeira entre espectadores “tal como exigido pela DGS”.

Ana Garcia Martins aproveita para criticar a decisão da autarquia de suspender todos os eventos culturais. “Encerram-se sítios onde as pessoas estão em segurança e, quem sabe, no próximo fim-de-semana estão aglomeradas nas ruas e muito mais expostas ao vírus”, aponta.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por A Pipoca Mais Doce (@apipocamaisdoce) a

Nilton também critica a Câmara de Guimarães, considerando que “nem dava para engravidar a pessoa da cadeira do lado, tal era a distância”, conforme uma publicação no Facebook.

O humorista acrescenta que é “um disparate a Câmara ter fechado o Multiusos com base numa foto em que parece que a sala está cheia sem analisar as coisas decentemente”.

“Cumprirem-se as regras impostas e até mais que isso. Num pavilhão de 4 mil pessoas estiveram 800 e tal (por lei a organização poderia ter ido até às 2 mil)”, destaca ainda.

“Eu não fui o produtor do espectáculo, mas tenho uma produtora e estive parado 8 meses”, diz ainda Nilton, realçando que está “há 8 meses a pagar ordenados, a pagar a segurança social e todos os impostos devidos”. “Não tenho nenhum subsídio privado ou público nem tenho contrato algum com nenhum organismo estatal. Ou trabalho, ou não facturo“, aponta.

Apontando para o facto de podermos estar “cheios de malta à nossa volta nos cafés, nas esplanadas, nas touradas, nos comícios e arruadas dos partidos, nas manifestações, nos restaurantes e no Shopping”, Nilton também vinca que “segundo a DGS, 67% dos contágios que tem havido são em contexto de festa” entre “família” e “amigos”.

“Ninguém é obrigado a ir aos espectáculos”, menciona ainda Nilton, considerando, contudo, que “não podemos ficar parados indefinidamente e muito menos sermos guiados pelas opiniões das redes sociais”.

A Câmara justifica a decisão de suspender todos os espectáculos no concelho com “a situação epidemiológica que actualmente se verifica” na região, sustentando que a mesma “obriga a adopção de regras mais restritivas”.

A suspensão vai manter-se até que a Protecção Civil Municipal anuncie “as medidas a tomar”, depois de ouvir “as entidades gestoras dos equipamentos municipais que acolhem espectáculos”, conclui a autarquia.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

    • Tudo bem organizado e com toda a segurança, daqui a 15 dias e que se vê o resultado. Depois do 1º de Maio, o erro inicial, o Avante, e agora o futebol. Depois assistimos a mais contágios do que em Março, quando tudo fechou não se passa nada.
      Claro que a juventude facilita, pois está em idade disso, mas com os exemplos que se vão vendo e sem qualquer autoridade moral, a coisa vai acabar mal. Porque é que se um trabalhador ou um alunos estiver em contacto com alguém infectado tem que ficar em quarentena, mas se for conselheiro de estado ou governante, faz teste e tudo a andar, não é necessária quarentena. Depois falam no natal e nas reuniões das famílias !!!!
      A Presidente da UE, face à reunião com o conselheiro de estado infectado ficou de quarentena, conforme determina a legislação Belga; a nossa deve ser diferente mas traduzindo dá assim: pobre tem que fazer quarentena, mesmo que precise de trabalhar para comer e para dar de comer aos filhos; entidade importante faz testes e não necessita de quarentena. Necessita de algum desenho ?

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …