V. Guimarães acusado de infração enquanto promotor no “caso Marega”

Hugo Delgado / Lusa

Moussa Marega vítima de racismo no Vitória de Guimarães vs FC Porto

O Vitória de Guimarães foi acusado, esta quarta-feira, de infrações enquanto promotor de jogos de futebol, no âmbito do “caso Marega”.

A Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto (APCVD) confirmou que o Vitória “já foi notificado de uma acusação de infrações relacionadas com o não cumprimento de deveres do promotor do espetáculo desportivo” no jogo com o FC Porto, em que Moussa Marega, avançado dos dragões, deixou o relvado do Estádio D. Afonso Henriques ao minuto 71, após atos racistas de alguns adeptos vitorianos.

O organismo esclareceu ainda que a acusação está enquadrada no processo contra-ordenacional por si instaurado em 17 de Fevereiro, um dia depois do jogo, que visa “essencialmente apurar as eventuais responsabilidades contra-ordenacionais do promotor do espetáculo desportivo”, tendo havido, nesse âmbito, uma reunião com magistrados do Ministério Público de Guimarães.

O Regulamento Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) contempla, no artigo 113.º, a punição entre um a três jogos à porta fechada para os clubes que “promovam, consintam ou tolerem” comportamentos contra a dignidade humana, neste caso “em função da raça”.

O caso também originou uma investigação da Polícia de Segurança Pública (PSP) às câmaras da videovigilância do estádio vimaranense, com a colaboração do Vitória, de forma a serem identificados os eventuais autores dos insultos racistas e um processo-crime do Ministério Público (MP) “por atos de discriminação racial”, que vai decorrer em “segredo de justiça”.

Em fevereiro, soube-se que a PSP conseguiu identificar alguns dos adeptos que estiveram envolvidos nos insultos racistas ao jogador maliano, arriscando penas de prisão que podem ir de seis meses até cinco anos.

Além disso, os adeptos podem também ter que pagar uma multa que vai de 1000 e 10.000 euros por atos ou incitamento à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …

Governo prepara apoios aos media "à medida das televisões"

O Governo está a preparar medidas de apoio aos meios de comunicação social, gravemente afetados pela crise causada pela pandemia de Covid-19. Contudo, como considerou o administrador da Global Media Group, Afonso Camões, citado pelo Dinheiro Vivo, tudo …

Archewell. Harry e Meghan registam a sua nova marca

O príncipe Harry e Meghan Markle registaram a sua nova marca, uma fundação sem fins lucrativos chamada Archewell. De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita registos datados de 3 de março, a marca …

Libertação de reclusos. Esquerda ao lado do Governo garante aprovação

PSD, CDS-PP, PAN e Iniciativa Liberal manifestaram reservas ao diploma que prevê a concessão de indultos e antecipação do fim das penas para reclusos que tenham cometido crimes pouco graves. A proposta do Governo que cria …

Galp anuncia cortes de 500 milhões de euros por ano devido à pandemia

A Galp Energia decidiu cortar mais de 500 milhões de euros por ano dos seus custos operacionais e investimentos para 2020 e 2021, visando fazer face ao impacto da pandemia de Covid-19 na procura de …

Bombeiros de Beja admitem recusar transportar suspeitos e doentes

As 15 corporações de bombeiros do distrito de Beja admitem recusar transportar utentes suspeitos e doentes com covid-19 por falta de condições e apoios. As 15 corporações de bombeiros do distrito de Beja referem que, "por …

Ministra sul-africana suspensa por violar medidas de contenção

A ministra das Comunicações sul-africana, Stella Ndabeni-Abrahams, foi suspensa depois de ter sido apanhada em flagrante desobediência numa fotografia publicada no Instagram, onde é vista a almoçar com outras cinco pessoas. O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, anunciou …

Suécia já tem acordo para impor medidas restritivas (mas ainda não está convencida)

A Suécia vai recuar na sua abordagem light à covid-19 e prepara-se para aplicar medidas restritivas. Os partidos já chegaram a acordo, mas o Governo não tem planos para usar já os novos poderes. Os partidos …