Guardia Civil quis investigar Messi, mas Tribunal de Barcelona não deixou

A Guardia Civil espanhola pretendia investigar Lionel Messi por eventuais crimes de fuga ao Fisco e de branqueamento de capitais, mas o Tribunal de Instrução de Barcelona não o permitiu.

A notícia é avançada pelo jornal El Mundo que refere que, em 2013, a Unidade Central Operativa da Guardia Civil começou a investigar os jogos de solidariedade organizados pela Fundação de Lionel Messi, que ficaram conhecidos como “Messi e amigos”.

O objectivo era rastrear o dinheiro envolvido nesses jogos, nomeadamente para investigar suspeitas de fraude fiscal e de branqueamento de capitais envolvendo o futebolista, em oito países diferentes.

A ideia era perceber se o jogador do Barcelona teria recebido valores não declarados das receitas desses jogos amigáveis. Mas o pedido para esse efeito, enviado a um juiz do Tribunal de Instrução de Barcelona, foi recusado e o processo foi arquivado em 2015, avança o jornal espanhol, com base nos documentos do caso Football Leaks.

Estes jogos “Messi e amigos” ocorreram entre 2012 e 2013, sendo anunciados como eventos para angariação de verbas para fins solidários.

O El Mundo nota que a Guardia Civil não encontrou “provas de pagamentos directos a Messi”, mas que tinha indícios que exigiam mais investigação. A começar pelo facto de a fundação do jogador, a suposta organizadora dos jogos, ter recebido apenas 300 mil dólares de receita dos jogos, “nem 3% do total previsto”, refere o jornal.

Além disso, cerca de 1,5 milhões de dólares das receitas terão acabado em contas offshore em Curaçao e em Hong Kong e vários dos jogadores que participaram nos desafios terão recebido dinheiro pela participação nos jogos de solidariedade.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Outra forma de corrupção que nada tem a ver com democracia.Mau,muito mau,quando isto acontece nos tempos que correm.Isto é subestimar aqueles que se vêm obrigados a cumprir os rigores da Lei que pelo facto de não serem uns “artistas” da bola se vêm marginalizados como cidadãos de segunda.Numa EUROPA DEMOCRÁTICA ISTO NÃO PODE ACONTECER!

RESPONDER

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …