Tsipras enfrenta a primeira greve geral contra a sua austeridade

Alexandros Vlachos / EPA

Euclid Tsakalotos, ministro das Finanças da Grécia, com Alexis Tsipras, primeiro-ministro grego

Euclid Tsakalotos, ministro das Finanças da Grécia, com Alexis Tsipras, primeiro-ministro grego

A Grécia enfrenta esta quinta-feira a sua primeira greve geral sob o Governo de esquerda de Alexis Tsipras, convocada pelos principais sindicatos do país contra as medidas de austeridade do terceiro resgate.

A greve afeta, como é habitual na Grécia, principalmente os serviços públicos, com uma paragem de 24 horas do metro e de comboios, serviços mínimos na saúde e com os barcos a ficarem nos portos, enquanto o comércio deverá, na sua maioria, abrir normalmente.

Nos aeroportos haverá um tráfego normal dos voos internacionais mas vários cancelamentos nos domésticos, devido à adesão à greve do sindicato do pessoal da aviação civil e da companhia aérea Olympic Airways, que apenas opera na Grécia.

Tanto os hospitais como as farmácias também funcionarão com serviços mínimos.

Também os meios de comunicação se juntaram ao protesto e está previsto que apenas trabalhem jornalistas, fotógrafos e técnicos que façam a cobertura da greve.

Paradoxalmente, a comissão laboral do partido governamental Syriza juntou-se ao apelo à greve convocada pelos sindicatos dos setores público e privado.

Os sindicalistas do Syriza apelaram “aos trabalhadores, aos desempregados, aos pensionistas, aos jovens e às mulheres para que participem ativamente na greve geral de 24 horas”.

O deputado do Syriza Tasos Kurakis assinalou que a participação maciça na greve fortalece a posição negociadora do Governo face aos credores internacionais.

O sindicato que representa o setor privado denunciou que as reformas decididas entre o Governo e os credores preveem a liberalização do mercado laboral, o aumento da idade de reforma, a redução das pensões e o aumento dos impostos, medidas que “diminuem o nível de vida da sociedade grega”.

Já o sindicato do setor público classificou a greve geral como “a primeira etapa de uma luta” que procura “impedir que a segurança social seja completamente desmantelada e reivindicar um sistema que amplie os direitos e garanta as prestações”.

Para os sindicatos gregos, o Governo não está a respeitar os seus compromissos eleitorais e adota “políticas de austeridade punitivas”.

/Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Se bem entendo o senhor Tsipras continua a pretender jogar em dois campos com o seu sorriso angélico à socapa lá vai mandando dar carga sobre os camaradas dos sindicatos mas isto é apenas o principio do fim porque quando o apertar do cinto for a valer os confrontos vão ser mais a sério e então aí os gregos vão saber mesmo que não deverão mais confiar em feiticeiros.

  2. Tsypras enfrenta a primeira greve geral contra a “SUA” austeridade?! A “SUA”!? O jornalista acha mesmo que esta austeridade é do Tsypras? Que não é a austeridade que a Europa, através de chantagens e pressões vergonhosas impôs aos gregos?Se o jornalista não está ao corrente disto, deve então ser um extraterrestre que não estava neste planeta no ano que antecedeu esta greve.

RESPONDER

De Amora a Lima. Jorge Jesus "está a dois passos de alcançar a eternidade"

A cumprir a 31.ª época da sua carreira de técnico, iniciada há 30 anos, na temporada 1989/90, ao serviço do Amora, Jesus precisa de bater os argentinos do River Plate, os detentores do título, para …

Revolucionários colombianos estão a recrutar crianças venezuelanas para guerrilha

A Federação de Associações de Professores Universitários da Venezuela (FAPUV) denunciou na quarta-feira que grupos e subversivos da vizinha Colômbia estão a recrutar crianças em idade escolar para a guerrilha. "Temos jovens e crianças, especialmente nas …

Jornal espanhol arrasa Bale. "Desrespeitoso. Mal-agradecido"

O jornal desportivo espanhol Marca arrasa esta quinta-feira o internacional galês Gareth Bale, que representa o Real de Madrid, na sua manchete. "Desrespeitoso. Mal-aconselhado. Mal-agradecido", pode ler-se no jornal. Em causa esta a atitude do …

Porteiro recua e diz que errou em mencionar Bolsonaro no caso Marielle

O porteiro do condomínio onde o Presidente brasileiro tem casa recuou na informação cedida anteriormente à polícia, admitindo que errou ao citar o nome de Jair Bolsonaro no caso do homicídio da vereadora Marielle Franco. De …

Peixes, pássaros e humanóides. Revelados mais 140 geóglifos de Nazca no Peru

Foram descobertos 142 novos geóglifos, que representam pessoas, animais e outros seres, nas famosas linhas na superfície de Nazca e dos seus arredores no Peru. Localizados principalmente a oeste da Pampa de Nazca, estes novos geóglifos …

Sem-abrigo morta a tiro no Brasil após pedir esmola

Uma mulher sem-abrigo foi morta no sábado, em Niterói, no estado brasileiro do Rio de Janeiro, quando pedia esmola a um transeunte, que disparou sobre ela. O crime, que ocorreu no sábado, foi filmado por câmaras …

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …