A grávida mais velha do mundo quer ter gémeos (mas os médicos opõem-se)

A maternidade tardia na China parece ter-se tornado na última esperança de sustento na velhice para muitos casais, que chegam mesmo a arriscar a sua saúde depois dos 60 anos.

Zhang Heng perdeu o filho de 34 anos num acidente de viação e a sua vontade de viver. O desgosto, aliado à perspetiva de sobreviver sem a ajuda financeira do filho, levou esta chinesa e o marido à adoção, plano que acabou por falhar.

Sem esperança no futuro, a mulher, de 67 anos, viajou juntamente com o marido até Taiwan e investiu 200 mil yuan, aproximadamente 25.300 euros, num tratamento de fertilização in vitro. A esperança transformou-se em gémeos, mas o futuro acabaria por traí-la: Zhang foi diagnosticada com com hipertensão gestacional e aconselhada a interromper a gravidez.

Segundo a Visão, o caso foi notificado às autoridades de saúde. Zhang ficou perplexa: “Porque me tratam como uma criminosa? Eu não estou a infringir a lei, até porque não há nenhuma lei na China que proíba as pessoas idosas de terem filhos.”

De um lado, um casal ansioso por ter estes filhos; do outro, uma comunidade médica relutante em fazer o acompanhamento pré-natal da gravidez e do parto, devido aos riscos elevados de complicação para a saúde da mãe e dos bebés. Com 11 semanas e meia de gravidez, Zhang Heng é a gestante mais velha da China.

Ao South China Morning Post, a mulher confessou não entender a razão pela qual estão a bloquear a solução encontrada pelo casal, de quem “ninguém quis saber quando ficaram sem o filho”.

Não sou rica, estou preparada para ter uma criança a meu cargo e acredito que posso viver até aos 85 anos e ver essa criança crescer e tornar-se adulta.” Se isso não acontecer, “o meu sobrinho, que tem 40 anos, pode ajudar a criá-la, porque ter um filho é tudo para mim”, disse.

De acordo com a lei do país, desde 2016, os casais podem ter direito a serem pais duas vezes. Mas, neste cenário, como fica a situação de todos aqueles que perderam o seu único descendente?

Além da experiência traumática, perder um filho significa também chegar à fase final da vida e receber um subsídio estatal mensal de 340 yuans, o equivalente a pouco mais de 43 euros, um verdadeiro pesadelo para muitos casais que tentam evitá-lo, fazendo tudo o que estiver ao seu alcance para sobreviver.

Na China Moderna, mulheres mais velhas que arriscam a sua saúde em prol de uma vida e de uma velhice mais digna começa a ser uma cenário cada vez mais normal. Resta saber como será a vida dos filhos nascidos, que, nesta história, foram os únicos a não dar a sua opinião.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “Resta saber como será a vida dos filhos nascidos, que, nesta história, foram os únicos a não dar a sua opinião.” Frase interessante, mesmo politicamente correcta, quer dizer que as outras crianças são consultadas para se saber se querem nascer?!

    • Caro José Antunes,
      Se as ditas crianças puderem um dia dar a sua opinião sobre a frase em causa, certamente nela encontrarão apenas um apontamento de humor – sem qualquer pretensão de ser nem politicamente correcto nem o seu contrário.

RESPONDER

Rui Pinto apresenta queixa contra Portugal na União Europeia

A defesa de Rui Pinto, criador do Football Leaks, anunciou esta segunda-feira que vai apresentar uma queixa contra Portugal na União Europeia, alegando que as regras europeias de extradição do seu constituinte não foram respeitadas. “Houve …

Português infetado com coronavírus no Japão já foi transferido para o hospital

O português infetado com o coronavírus Covid-19 num navio de cruzeiros no Japão foi esta terça-feira transferido para um hospital na cidade de Okazaki. A mulher de Adriano Maranhão afirmou à agência Lusa que tinha acabado …

Cientistas descobrem novo estado eletrónico da matéria

Uma equipa de cientistas norte-americanos observou um novo estado da matéria, que mostra que os eletrões podem unir-se de maneira semelhante à forma como os quarks se combinam para formar neutrões e protões. Normalmente, os eletrões …

"Célula de combustível reversa" converte resíduos de carbono em produtos valiosos

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Toronto, no Canadá, anunciou o desenvolvimento de um eletrolisador capaz de produzir produtos químicos valiosos a partir de CO2 e eletricidade limpa com uma velocidade 10 vezes superior …

Descobertas da missão Juno alimentam mistério da água em Júpiter

A missão Juno da NASA forneceu os seus primeiros resultados científicos sobre a quantidade de água na atmosfera de Júpiter. Publicados recentemente na revista científica especializada Nature Astronomy, os resultados da Juno estimam que, no …

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …

Londres dá o nome de Freddie Mercury a uma rua

Londres rebatizou uma das suas ruas em honra do vocalista dos Queen, Freddie Mercury. A rua em causa fica perto da primeira morada do artista na capital inglesa. Uma rua nos subúrbios de Londres, onde o …

Gil Vicente 0-1 Benfica | Vlachodimos segura liderança

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS e recuperou a liderança na tabela classificativa. Na visita ao Gil Vicente, os “encarnados” ganharam por 1-0, num jogo que foi tudo menos fácil para os campeões nacionais. O …

Exército norte-americano está a desenvolver tecidos que neutralizam agentes nervosos

A roupa das tropas norte-americanas poderá, no futuro, combater alguns dos agentes nervosos mais perigosos do mundo. Uma equipa de químicos da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, está a desenvolver um tecido capaz de neutralizar …

Mona Lisa de cubos mágicos vendida em leilão por 480 mil euros

"Rubik Mona Lisa", uma Mona Lisa feita com quase 300 cubos mágicos, foi vendida em leilão, este domingo, por 480.200 euros. A obra é da autoria do artista francês Invader. A obra de arte, que se …