A Grande Ilha de Lixo do Pacífico tem novos (e inesperados) visitantes

A Grande Ilha de Lixo do Pacífico, um monumento de lixo plástico flutuante no oceano, tem recebido novos – e inesperados – visitantes.

Biólogos têm observado, pela primeira vez, cachalotes a brincar na área do Grande Depósito de Lixo do Pacífico. Dado os perigos da poluição plástica para a vida marinha, estas visitas são extremamente preocupantes.

De acordo com um estudo publicado em agosto na revista especializada Marine Biodiversity, os investigadores da Ocean Cleanup Foundation estudaram a Grande Ilha de Lixo do Pacífico e observaram pelo menos quadro cachalotes – incluindo uma mãe e uma cria -, três baleias-bicudas, duas baleias e pelo menos cinco outro cetáceos.

“As nossas observações de vários plásticos oceânicos de uma ampla variedade de tamanhos sugerem que os cetáceos dentro do Grande Depósito de Lixo do Pacífico provavelmente são impactados pela poluição do plástico, seja por interações de ingestão ou emaranhamento com detritos”, concluíram os autores do estudo.

Os 14 cetáceos foram avistados a partir de uma aeronave da era da Guerra do Vietname, usando fotografias, imagens de infravermelho e dados do LIDAR em outubro de 2016. O principal objetivo era contar os plásticos oceânicos. Juntamente com inúmeros pequenos pedaços de plástico e pequenas partículas sintéticas, também encontraram 1.280 pedaços de detritos com mais de 50 centímetros – uma proporção de aproximadamente 90 grandes objetos plásticos por animal avistado.

Susan E Gibbs et al

A Grande Ilha de Lixo do Pacífico localiza-se entre o Hawai e a Califórnia, numa das regiões mais remotas do Oceano Pacífico. Consiste em 88 mil toneladas de redes de plástico flutuantes, corda de pesca, bens de consumo de plástico e lixo não biodegradável.

Estas ilhas de lixo são formadas pelas correntes oceânicas rotativas. Vastas correntes oceânicas varrem e transportam a poluição plástica. Esses fluxos de lixo tornam-se cercados por outras correntes oceânicas, prendendo-os.

A poluição plásticas nos oceanos é um mal conhecido. Os seus efeitos sobre a vida selvagem são especialmente visíveis em animais de grande porte, como aves marinhas e cetáceos. Recentemente, foi descoberta uma baleia-bicuda ao longo da costa das Filipinas com 40 quilos de lixo plástico nas entranhas.

O plástico pode também prejudicar o meio ambiente e a biodiversidade de várias maneiras. Por um lado, é conhecido por promover a proliferação de certas bactérias, o que poderia ter implicações em doenças no oceano.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Respondendo a tua pergunta é mais facil gastar mil milhões todos os anos em construir armas que nunca vão ser utilizadas que gastar 1 milhão em resolver os problemas que eles criaram.

  1. Eu vou embora por esse motivo de tanta falsidade e lixeira que destruíram a minha saúde para fazer o que entendiam para prosperarem a sua maneira por causa dos Dons Divinos agora dia 10 nem que vá pra rua prefiro do viver aqui nunca mais me irão ver agora resolvam o vosso assunto ficam todos a vontade Divina.

RESPONDER

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …

Exército do Canadá quer saia da farda mais curta para atrair mulheres

Para aumentar o alistamento de mulheres, o exército do Canadá está a considerar fazer alterações à farda, encurtando as saias, e referir-se às medalhas como "bling", palavra em inglês usada para se referir acessórios caros …