Grande Barreira de Coral da Austrália está a perder a cor de forma alarmante

Grande Barreira de Coral Australiana

A Grande Barreira de Coral da Austrália, considerada uma das grandes maravilhas do mundo, está a sofrer a pior descoloração de sempre e a culpa é das alterações climáticas e do stress que impõem aos corais.

O alarme é dado pelo grupo australiano National Coral Bleaching Taskforce (NCBT) que, nos últimos dias, tem percorrido a Grande Barreira de Coral, alertando para a sua enorme degradação por causa das alterações climáticas.

Dos 520 corais analisados entre a cidade australiana de Cairns e a Papua Nova Guiné, apenas quatro estarão sem sinais de descoloração, enquanto 95% deles são classificados como estando nas duas piores categorias de branqueamento, segundo dados divulgados pelo site The Australian.

O professor Terry Hughes, do NCBT, constata que se trata da pior descoloração já registada, ainda mais severa do que as verificadas em 2002 e em 1998. E a totalidade da extensão da Grande Barreira de Coral ainda não foi analisada.

“O norte fritou. Este é um acidente de comboio em andamento e em câmara lenta”, considera o professor Terry Hughes, citado pelo mesmo site.

A descoloração dos corais surge por causa do stress a que estes são sujeitos em função das mudanças nas condições do seu habitat, nomeadamente a temperatura, a luz e os nutrientes que recebem.

É por causa deste stress que os corais expulsam as algas zooxantelas que lhes dão cor e que vivem entre eles.

Os corais podem recuperar a cor, mas este processo leva décadas e Hughes teme que as alterações climáticas estejam a acelerar o seu branqueamento de tal forma que não permitam qualquer margem de recuperação.

E se as condições de stress continuarem, os corais podem até acabar por morrer.

“Cientistas subaquáticos já estão a reportar cerca de 50% de mortalidade nos corais descolorados”, assegura o professor, em declarações divulgadas no site da Universidade James Cook.

A Grande Barreira de Coral da Austrália alberga cerca de 400 tipos de coral, além de muitas espécies de peixes e de moluscos, sendo uma das grandes vítimas do aquecimento global que se vem verificando nos últimos anos.

Perante estes dados, já se defende que a UNESCO devia classificar esta maravilha do mundo como um dos lugares em risco.

A directora da campanha da Sociedade da Marina Australiana para a Conservação da Grande Barreira de Coral, Imogen Zethoven, não duvida que esta está a ser “arruinada pelo aquecimento global debaixo dos nossos olhos”, conforme declarações divulgadas pelo jornal The Sidney Morning Herald.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …