Governo pode recorrer a IPSS para responder a falta de médicos

Rodrigo Gatinho / portugal.gov

O Ministro da Saúde, Paulo Macedo

O Ministro da Saúde, Paulo Macedo

O Ministro da Saúde, Paulo Macedo, admitiu recorrer de forma “residual e temporária” às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) para dar resposta à falta de médicos de família.

“Há muitas coisas a fazer, quer em termos de otimização, quer em termos de, voluntariamente, os médicos terem um número adicional de utentes que acompanhem durante um período de tempo, quer através de convenções pontuais que se queiram fazer em determinadas áreas, designadamente com IPSS onde haja essas condições”, afirmou o ministro, esta sexta-feira, à margem da inauguração do novo Pavilhão de Ambulatório do Centro Hospitalar de Gaia/Espinho.

Para cumprir o objetivo de “ter todos os portugueses com um médico de família”, Paulo Macedo contou que há “múltiplas iniciativas” que têm sido analisadas e “uma delas passa por, durante um período transitório, extraordinário, e para zonas carenciadas, mais médicos poderem ver, de forma voluntária, um número maior de utentes”.

“Isso é totalmente pacífico, de forma transitória e extraordinária quer com a Ordem dos Médicos quer com os sindicatos”, frisou o governante, para quem “se o país fosse uma realidade equitativa, que não é, bastava cada médico ver mais 200 utentes”.

Paralelamente, o governo está a equacionar um recurso às IPSS. A ser efetuado, “será se houver acordo e será sempre de uma forma residual e temporária”.

“Não é daí com certeza que virá um grande contributo”, realçou Paulo Macedo, acrescentando estar “disponível para analisar essa possibilidade” em concelhos como a Amadora e na região de Lisboa, onde se verifica “uma grande falta de médicos de família” e onde a resposta pode ser dada pela Santa Casa da Misericórdia da Amadora ou pelos Serviços Sociais da Câmara de Lisboa.

Questionado sobre o número de utentes que podem ser abrangidos por esta medida respondeu: “estamos sempre a falar de 20 mil, 30 mil, 40 mil, 50 mil pessoas”.

Será residual comparando com aquilo que é a cobertura de médicos de família, (…) que deve vir pelos que são formados e contratados por tempo indeterminado pelo Estado”, assinalou o ministro, que lembrou os “mais de 300 médicos” que deverão acabar a sua especialização nos meses de abril e setembro.

O Ministério da Saúde confirmou quinta-feira a intenção de discutir o alargamento da lista de utentes por médico de família, mas sublinhou que ainda não está definido um limite máximo.

Numa resposta enviada à agência Lusa, o Ministério refere que o alargamento da lista de utentes, que ainda está em discussão com os sindicatos médicos, será transitório, voluntário, será apenas em zonas carenciadas como para os incentivos à mobilidade e terá a dimensão que os médicos estiverem dispostos a aceitar individualmente “até um limite a definir”.

Em reação, a Ordem dos Médicos do Norte considerou que aumentar o número de utentes por médico de família “compromete a qualidade do ato médico”, vendo a medida como “um sinal claro e inequívoco do desnorte da política de Saúde”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eleições a quanto obrigas, agora que até estávamos a facturar mais com as agências funerárias e com reformas não pagas, lá vem esta chatice das eleições para estragar o esquema todo, mas pensando bem, se ganhar-mos no dia a seguir revogamos tudo e voltamos à carga com mais força ainda e rapidamente melhoraremos os resultados

RESPONDER

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …

Alisadores e tintas para cabelo podem aumentar o risco de cancro da mama

Alisadores e tintas para cabelo são dois produtos comummente utilizados por mulheres. Um novo estudo sugere que estes podem aumentar o risco de cancro da mama, especialmente em mulheres negras. Muitos produtos capilares contêm compostos que …

Black Friday. Marca de cosméticos oferece por engano desconto de 96% e perde 10 milhões em duas horas

Uma falha no site oficial da marca de produtos cosméticos Foreo fez com que o seu artigo mais caro fosse vendido com um desconto de 96%, fazendo com que a empresa sueca perdesse 10 milhões …

Camisola usada por Pelé no seu último jogo foi vendida por 30 mil euros em leilão

Uma camisola usada por Pelé no seu último jogo com a seleção brasileira foi vendida por 30 mil euros num prestigiado leilão de objetos desportivos, realizado na quinta-feira em Turim, Itália. A camisola com o número …

A maior entrada de sempre em bolsa. Saudi Aramco garante 25,6 mil milhões de dólares

Para além de fazer uma entrada em estilo na bolsa de Riade na próxima semana, com a maior IPO de sempre, a Saudi Aramco torna-se na empresa mais bem avaliada do mundo. A Saudi Aramco, petrolífera …

Novo livro revela provas de que Albert Camus foi assassinado pelo KGB

Giovanni Catelli é autor da teoria que o prémio Nobel da literatura Albert Camus foi assassinado pelo KGB. No seu novo livro, reitera essa ideia e revela algumas provas. O romancista Albert Camus foi vencedor do …