Gordinho saudável é um mito

Photoxpress

-

Defendida por uma corrente de endocrinologistas e nutricionistas, a ideia de que um individuo com excesso de peso possa ser um ‘gordinho saudável’ não passa de um mito, segundo um novo estudo agora divulgado.

O estudo, conduzido por cientistas canadianos, incidiu sobre uma amostra de mais de 60 mil pessoas e mostrou que o excesso de gordura ainda traz riscos à saúde, mesmo que os níveis de colesterol, pressão arterial e açúcar sejam normais.

Divulgada na revista científica Annals of Internal Medicine, a investigação analisou resultados de mais de 1000 outros estudos publicados sobre o tema.

Os investigadores do Hospital Mount Sinai, em Toronto, acabaram por contradizer a ideia de que o excesso de peso não implicaria necessariamente riscos para a saúde, desde que os indivíduos se mantivessem saudáveis noutros aspectos.

O levantamento concluiu que pacientes com excesso de peso cujo coração foi monitorizado durante mais de 10 anos não apresentaram qualquer melhoria na sua saúde.

Os cientistas argumentam que os ‘gordinhos’, apesar de metabolicamente saudáveis, têm, provavelmente, factores de risco subjacentes que pioram com o tempo.

Em declarações à BBC, o responsável pelo estudo, Ravi Retnakaran revela que “os nossos resultados realmente colocam em dúvida a existência desse conceito de obesidade saudável”.

“Os dados sugerem que tanto os pacientes que são obesos e metabolicamente doentes quanto os que são obesos, mas metabolicamente saudáveis, têm um risco elevado de morte por doenças cardiovasculares. Nesse sentido, a ‘obesidade saudável’ pode ser considerada um mito.”

A Fundação Britânica do Coração diz que a obesidade é um conhecido factor de risco para doenças cardiovasculares e que as pesquisas mostram que não há um ‘nível saudável de obesidade’.

Para a enfermeira chefe de doenças cardíacas Doireann Maddock, “mesmo que os níveis de pressão arterial, colesterol e açúcar no sangue estejam normais, a obesidade ainda pode colocar o coração em risco”.

Maddock destaca a necessidade de uma mudança no estilo de vida em vez de uma preocupação exagerada com os factores de risco individuais.

“Além de acompanhar o seu peso, se parar de fumar, começar uma actividade física regular e mantiver a pressão arterial e o nível de colesterol a um nível saudável, pode fazer uma diferença na redução de seu risco de doença cardíaca.”

Doireann Maddock conclui com um conselho simples: se está preocupado com seu peso e quer saber mais sobre as mudanças que deve fazer, faça uma visita ao seu médico.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …

"Nem de perto nem de longe". DGS não recomenda reabertura de parques infantis

A reabertura de parques infantis não é “nem de perto nem de longe” recomendada pela Direção-Geral de Saúde (DGS), disse a diretora-geral que explicou que as crianças devem brincar no modelo de “bolhas familiares”. “Pela sua …

Pastor presbiteriano é o novo (e quarto) ministro da Educação de Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, nomeou esta sexta-feira o professor e pastor presbiteriano Milton Ribeiro para ministro da Educação, sucedendo no cargo a Carlos Decotelli, que se demitiu antes de tomar posse. É o quarto ministro …