Gordinho saudável é um mito

Photoxpress

-

Defendida por uma corrente de endocrinologistas e nutricionistas, a ideia de que um individuo com excesso de peso possa ser um ‘gordinho saudável’ não passa de um mito, segundo um novo estudo agora divulgado.

O estudo, conduzido por cientistas canadianos, incidiu sobre uma amostra de mais de 60 mil pessoas e mostrou que o excesso de gordura ainda traz riscos à saúde, mesmo que os níveis de colesterol, pressão arterial e açúcar sejam normais.

Divulgada na revista científica Annals of Internal Medicine, a investigação analisou resultados de mais de 1000 outros estudos publicados sobre o tema.

Os investigadores do Hospital Mount Sinai, em Toronto, acabaram por contradizer a ideia de que o excesso de peso não implicaria necessariamente riscos para a saúde, desde que os indivíduos se mantivessem saudáveis noutros aspectos.

O levantamento concluiu que pacientes com excesso de peso cujo coração foi monitorizado durante mais de 10 anos não apresentaram qualquer melhoria na sua saúde.

Os cientistas argumentam que os ‘gordinhos’, apesar de metabolicamente saudáveis, têm, provavelmente, factores de risco subjacentes que pioram com o tempo.

Em declarações à BBC, o responsável pelo estudo, Ravi Retnakaran revela que “os nossos resultados realmente colocam em dúvida a existência desse conceito de obesidade saudável”.

“Os dados sugerem que tanto os pacientes que são obesos e metabolicamente doentes quanto os que são obesos, mas metabolicamente saudáveis, têm um risco elevado de morte por doenças cardiovasculares. Nesse sentido, a ‘obesidade saudável’ pode ser considerada um mito.”

A Fundação Britânica do Coração diz que a obesidade é um conhecido factor de risco para doenças cardiovasculares e que as pesquisas mostram que não há um ‘nível saudável de obesidade’.

Para a enfermeira chefe de doenças cardíacas Doireann Maddock, “mesmo que os níveis de pressão arterial, colesterol e açúcar no sangue estejam normais, a obesidade ainda pode colocar o coração em risco”.

Maddock destaca a necessidade de uma mudança no estilo de vida em vez de uma preocupação exagerada com os factores de risco individuais.

“Além de acompanhar o seu peso, se parar de fumar, começar uma actividade física regular e mantiver a pressão arterial e o nível de colesterol a um nível saudável, pode fazer uma diferença na redução de seu risco de doença cardíaca.”

Doireann Maddock conclui com um conselho simples: se está preocupado com seu peso e quer saber mais sobre as mudanças que deve fazer, faça uma visita ao seu médico.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …

A lava do vulcão de Las Palmas já destruiu mais de 200 casas, mas uma permanece intacta na devastação

Como se protegida por um manto de invencibilidade, a construção escapou à força da lava que a serpenteou para felicidade dos seus proprietários, um casal de reformados dinamarquês que escolheu fixar-se naquele território precisamente pela …

Talibãs retomam execuções e amputação de mãos como punição

Os Talibãs voltarão às execuções e à amputação de mãos como forma de punição, avançou um dos fundadores do grupo, Nooruddin Turabi, indicando que as represálias nem sempre ocorrerão em público. À Associated Press, Turabi alertou …